Ocupando o primeiro lugar nas bilheterias brasileiras em sua semana de estreia, uma nova animação da Disney traz referências que vão desde os clássicos infantis à Breaking Bad. O longa metragem Zootopia – Essa Cidade é o Bicho trazer em sua narrativa temas complexos e atuais como corrupção, preconceito e manipulação política, mas semper sobre o fundo de uma narrativa simples como um Disney consegue fazer.

Uma animação conta a história de Judy, uma jovem coelha vinda de uma família tradicional de camponeses, mas que sonha em ser policial. Para superar os desafios de se tornar uma primeira coelha policial da história, Judy precisará vencer primeiro a preconceito, provando que uma profissão não precisa ser necessariamente de predadores. A jornada da protagonista começa a enfrentar uma tarefa difícil de abandonar sua terra natal e encarar uma dura realidade de morar em uma metrópole: Zootopia. A cidade participa de um programa de inclusão social que tem por objetivo abrigar presas e predadores em convivência pacífica e harmoniosa. Ao deparar-se com vários obstáculos que atrapalham um exercício de seus sonhos, uma coelha vê uma investigação de um desaparecimento de uma oportunidade de mostrar seu valor.

Longe de caber nenhum fantasia tradicional e natural, comum aos filmes da Disney, o ambiente de Zootopia foi pensado para lembrar cidades como Miami ou Rio. Repleta de tecnologia e populares que aparecem sempre trabalhando ou manipulando seus smartphones, uma ideia do filme parece ser o cenário mais próximo possível da realidade, fazendo com que os identificadores em todo o tempo com os personagens.

Apesar da clássica narrativa onde a protagonista supera desafios e persegue seus sonhos, um trama flerta também com problemas cotidianos da sociedade moderna, abordando temas atuais como o tráfico de drogas, uma corrupção política, uma indústria da multa e burocracia e morosidade dos serviços públicos.

Famoso por seu critério trabalho com animação, o diretor Byron Howard (diretor de Bolt: Supercão e Enrolados) e os envolvidos na produção do filme passaram semanas estudando de perto o comportamento e os movimentos de animais. Fizeram pesquisas sobre uma pelagem de cada mamífero e elaboraram um curto falando um pouco do processo e de algumas curiosidades sobre uma produção. Você pode conferir o documento sem link https://youtu.be/D3pF9owYlRI.

Outro aspecto interessante da animação são como inúmeras referências a outros filmes e elementos da cultura pop. São tantos trocadilhos escondidos nas cenas que são necessárias assistir uma dúzia de vezes para perceber todos. Beijo na mão de um mafioso italiano na produção de substâncias ilícitas em um vagão, uma animação esconde vários easter eggs de produções como O Poderoso Chefão, Breaking Bad, Frozen, Robin Hood, Dumbo entre outros.

Surpreendendo até mesmo os mais otimistas, o filme faturou mais de R $ 9 milhões de dia 17 ao dia 20 de março, superando “Convergente”, penúltimo filme da série “Divergente”, segundo dados da Rentrak Brasil.

Conclusão – Zootopia é uma animação que supera as expectativas. Com visual cuidadoso, uma narrativa bem elaborada e piadas inteligentes, o filme faz com quase 110 minutos passam despercebidos em frente à telona.

Comments