Crítica | Cangaço Novo – Deus e o Diabo na Terra do Streaming

Publicidade

O Brasil é uma terra que reverbera com a multiplicidade de suas narrativas, das áridas caatingas do nordeste aos cenários frios do sul. Cada canto do país abriga histórias poderosas à espera de serem desenterradas. Em uma nova incursão às raízes nordestinas, surge Cangaço Novo, uma série de ação audaciosa do Prime Video que mergulha na essência do movimento de banditismo, transportando-o para o Brasil contemporâneo, um Brasil modernizado, reorganizado e ainda mais implacável. Contudo, agora, os cangaceiros são repletos de camadas, revelando profundidades que oscilam do amor ao ódio, envolvidas em uma trama hipnotizante que flui com autêntica brasilidade.

A trama e o elenco de Cangaço Novo

A trama de Cangaço Novo desdobra-se como um mapa intricado, conectando os espectadores com o pulsar da vida e das lutas de três irmãos. A série, com 8 capítulos, é uma mescla eficaz entre Bacurau e filmes de assalto, oferecendo um nordestern que não apenas retrata a jornada de autoconhecimento dos protagonistas, mas também se entrelaça com as problemáticas estruturais do Brasil contemporâneo: o crime organizado, a corrupção e a política.

A necessidade premente de dinheiro para cuidar de seu pai adotivo leva Ubaldo (Allan Souza Lima) a se envolver com o crime organizado ao chegar em Cratará. Com sua irmã Dinorah (Alice Carvalho) ao seu lado, ele ascende como líder de uma gangue do novo cangaço, varrendo cidades inteiras com armas de grosso calibre, instilando o medo. Enquanto Ubaldo é seduzido pelo poder e adrenalina, a pergunta permanece: qual dos irmãos se tornará o mito do sertão cearense, impactando as vidas ao redor?

A série desenrola-se em um ritmo eletrizante, reforçado por uma montagem magistral que intercala o passado e o presente, estimulando a curiosidade. A direção dinâmica de Fábio Mendonça (Vale dos Esquecidos) e Aly Muritiba (Deserto Particular) infunde vida na ambientação e no elenco, alimentando uma narrativa irresistível. As sequências de ação e a caracterização do sertão são igualmente impressionantes, dotadas de uma qualidade digna do cinema de grande porte. O plano sequência durante um assalto, por exemplo, é um testemunho da perícia técnica da equipe.

O legado violento do cangaço é meticulosamente explorado, mas a série vai além da mera violência gratuita. Ela entrelaça temas como abuso, política e masculinidade, ancorados nas atuações notáveis do elenco, com destaque para o trio de protagonistas. A performance de Alice Carvalho (Angela) como Dinorah é como um lampião enigmático que irradia na tela sempre que aparece em cena, enquanto Allan Souza Lima traz um protagonista multifacetado, transitando habilmente entre mocinho e vilão. A trilha sonora e a direção de fotografia também contribuem para a imersão, evocando reminiscências do estilo distinto de Quentin Tarantino e suas histórias de vingança.

As paisagens nordestinas se tornam personagens em si mesmas, com o calor abrasador saltando da tela, como um clamor da terra. Cangaço Novo evolui a cada capítulo, culminando em um desfecho catártico que deixa os espectadores ansiando por mais. A modernização da estética cangaceira é uma conquista de originalidade brilhante, proporcionando uma experiência envolvente e intrigante. Com sua condução enérgica e elenco impactante, a série do Prime Video não apenas cumpre suas promessas, mas as supera.

Veredito

Através disso, Cangaço Novo é uma saga sobre legado, honra, família e identidade, um turbilhão de violência e ação habilmente temperado com momentos de reflexão. Nesse nordestern com alma brasileira, Tarantino se encontra com Bacurau, resultando em uma obra que exala qualidade cinematográfica e personalidade nacional. Uma produção que cativa, emociona e marca, deixando a ansiosa promessa de uma nova temporada. Prepare-se para ser capturado por uma jornada frenética e suas camadas profundas de brasilidade contemporânea nesse Deus e o Diabo na Terra do streaming. Se o sertão de Glauber Rocha é um verdadeiro purgatório, aqui estamos no paraíso desse legado.

NOTA: 9/10

O Amazon Prime custa R$ 14,90 e além do serviço de streaming de vídeo, o assinante tem direito a Frete GRÁTIS em milhões de produtos elegíveis, 2 milhões de músicas no Amazon Music, centenas de eBooks e revistas no Prime Reading. Clique aqui para assinar  e aproveite os 30 dias grátis.

Leia também:


Já conhece nosso canal do YouTube? Lá tem vídeo quase todo dia. Se inscreve! Dá uma olhada no nosso vídeo mais recente:

Aproveite para nos acompanhar nas redes sociais: Facebook, Twitter, Instagram, Youtube e também no Google News.

Quer receber notícias direto no seu celular? Entre para o nosso grupo no WhatsApp ou no canal do Telegram.

Última Notícia

Mais recentes

Publicidade

Você também pode gostar: