Sob as Águas do Sena | Lilith está viva ou morta? Entenda o final do filme da Netflix

Dirigido por Xavier Gens, o filme francês da Netflix Sob as Águas do Sena mergulha em águas infestadas de tubarões enquanto Paris aguarda o início de uma competição de triatlo há muito esperada no rio Sena. Contado através dos olhos de Sophia, uma ativista climática atolada em um passado traumático, o filme, repleto de mortes sangrentas borbulhando nas profundezas das águas, retrata uma aventura de terror envolvendo um tubarão violento.

À medida que as circunstâncias ficam difíceis, Sophia se une a Mika, um ativista que trabalha para a organização Save Our Seas, e Adil, um policial fluvial , para acabar com a violência. No entanto, as coisas complicam-se com a relutância das autoridades locais em abandonar os planos do Triatlo à medida que as agendas políticas entram em jogo no meio de uma crise ecológica.

À medida que sua narrativa de ação e terror intensificada aumenta, os espectadores testemunham várias sequências horríveis apresentando um enorme tubarão chamado Lilith, que certamente causará terror pré-histórico no coração de alguém. Sob as Águas do Sena é uma jornada cheia de brincadeiras e terror que se intensifica à medida que avança.

A história atinge o pico de sua entrega de alta octanagem bem no final, onde a narrativa chega a um final atípico com uma conclusão intrigante. A maioria ficará intrigada com o destino de Sophia e Adil – e se o tubarão Lilith conseguirá passar do final!

A trama de Sob as Águas do Sena

No Pacífico Norte, uma equipe de ambientalistas concentra-se em salvar a vida aquática numa ilha de resíduos plásticos que cobre uma porção considerável do oceano. Sophia Assalas, uma de suas integrantes, grava um vídeo para promover a conscientização sobre a situação quando a equipe recebe um alerta sobre um tubarão indefeso alojado sob a ilha de destroços.

Quatro mergulhadores avançam para resgatar o tubarão enquanto Sophia monitora a bordo. Logo após iniciarem a operação de resgate, a equipe é alertada sobre a presença de um tubarão muito maior que eles chamam de Lilith ou Beacon 7, referindo-se ao seu número de marcador. Porém, diante de seu resgate, Lilith ataca a tripulação e os despedaça. Desesperada, Sophia mergulha no oceano para salvar o que puder, mas mal consegue sair viva quando Lilith a ataca.

Três anos depois, Sophia continua com medo de perder sua tripulação, incluindo o marido. Trabalhando para aumentar a conscientização sobre a vida oceânica, ela conhece Mika, uma ativista climática como Sophia, que dirige a Save Our Seas. Mika admira as conquistas de Sophia e está ciente de seu passado traumático ao convidá-la para ingressar em sua organização.

A equipe SOS localizou o marcador Beacon 7 de Lilith depois de todo esse tempo. Sophia se envolve na operação da equipe enquanto prossegue sua própria investigação ao perceber que Lilith está muito mais perto de Paris do que ela pensava anteriormente. O rastreador mostra Lilith nadando nas águas do rio Sena, o que faz com que Sophia procure sinais de sua presença nas margens do rio.

Enquanto isso, a polícia de Paris descobre bombas no rio Sena, o que leva a complicações. Depois de uma excursão noturna no rio parisiense, onde Mika tenta discernir a presença de Lilith por si mesma, a polícia a prende, levando a um interrogatório com o oficial Adil. Adil, um policial com um passado trágico no serviço militar, questiona Mika sobre seus motivos, mas ela permanece calada.

No dia seguinte, Adil e seus homens descobrem corpos massacrados nas margens do rio, e Sophia é chamada. Sophia e Mika ficam convencidas de que são as ações de Lilith. Mesmo assim, Adil e seus superiores se recusam a acreditar. Consequentemente, a equipe policial mergulha no Sena para confirmar a verdade e, durante o tempo debaixo d’água, sente a presença do tubarão.

Apesar do aparente sucesso da missão, Adil e Sophia brigam por causa disso. Cansada da incapacidade da autoridade de agir, Mika grava um vídeo pedindo a todos que estejam dispostos a se juntar a ela em um plano para salvar Lilith de sua suposta armadilha no rio Sena. Adil e Sophia se reconciliam depois que Adil toma conhecimento do passado trágico de Sophia no Pacífico Norte.

Eles se encontram com o prefeito, que deixa bem claro que eles devem cuidar do tubarão da maneira que puderem. Com a inauguração das Olimpíadas na agenda, o prefeito precisa que a competição de triatlo, que vai começar em breve, tenha sucesso. Sophia planeja sedar Lilith com Adil e seus oficiais, e a tripulação parte, ciente de que Mika e seus ativistas têm algo semelhante em suas cartas.

Mesmo assim, os planos de Mika para salvar Lilith tomam um rumo horrível. Enquanto o grupo de ativistas e policiais entra no reservatório subaquático de Paris, onde Lilith está escondida, Mika mergulha na água para atrair o tubarão até ela. Embora isso funcione inicialmente, Sophia incentiva Mika a sair da água, já que o reservatório é o ninho de Lilith e onde ela está se reproduzindo.

Mika, desesperada para provar a natureza dócil de Lilith, não dá ouvidos ao aviso de Sophia e é comida pelo enorme tubarão. Segue-se um massacre onde os tubarões começam a se alimentar das pessoas que correm desordenadamente em busca de segurança. No final das contas, doze pessoas perderam a vida na tragédia. Mesmo assim, o prefeito não interrompe a competição de triatlo.

Enquanto isso, Sophia se recupera do trauma e realiza uma autópsia em um tubarão morto, o que revela a verdade por trás da natureza de Lilith. Acontece que Lilith pode se reproduzir assexuadamente, permitindo-lhe oportunidades infinitas de reprodução. Apesar das terríveis implicações das revelações, Paris se prepara para a competição do dia do triatlo.

Final de Sob as Águas do Sena: Lilith sobrevive?

Durante grande parte do filme, Sophia acredita que Lilith é um tubarão mako. Como resultado, a sua migração para os reservatórios de água doce do rio Sena continua a ser desconcertante. Lilith é uma criatura de águas abertas, mas seus padrões de comportamento apresentam outros atributos que antes eram inexplicáveis. No entanto, após realizar a autópsia do tubarão morto, Sophia descobre que Lilith mudou de sua espécie original por meio da evolução e adaptação.

Ela pode se reproduzir de forma independente usando a partenogênese, uma forma de reprodução em que um macho não é necessário. Como tal, vários tubarões infestam o rio parisiense logo após a chegada de Lilith. Conforme sugerido por Mika no início do filme, o aumento da poluição a transformou em uma criatura muito mais resistente e capaz de sobreviver e prosperar em qualquer lugar.

Pelo mesmo motivo, com o início do Campeonato de Triatlo, Sophia e Adil tentam derrotar Lilith detonando uma explosão no reservatório subaquático onde Lilith fez seu ninho. O mesmo se mostra inútil, pois o bombardeio permite que Lilith e seus filhos encontrem o caminho para o Sena, onde um catálogo de nadadores competem na prova de triatlo.

Enquanto ocorre um tiroteio massivo e um final explosivo, Lilith mostra suas habilidades físicas superiores. Ela é rápida, ágil e extremamente poderosa para deslizar e evitar tudo direcionado a ela. Sua mutação a mudou não apenas pelos efeitos em sua reprodução, mas também em suas capacidades físicas. Provando assim o perigo que ela representa como adversária.

As bombas deixadas no fundo do Sena também dão uma vantagem a Lilith. À medida que os militares disparam contra o rio, os projéteis explodem, causando uma enorme interrupção no fluxo de água. Sophia e Adil observam de perto enquanto os militares e a polícia combinados não conseguem derrubar Lilith.

Depois que uma série de explosões destrói algumas pontes na cidade, uma grande enchente se espalha por Paris. A onda subsequente submerge tudo, incluindo a prefeita amedrontada e sua equipe. Por sua vez, Sophia e Adil, puxados pela força da onda, chegam à costa, que por acaso é o telhado de um pequeno pavilhão. Toda Paris está submersa enquanto os filhos de Lilith vagam pelas águas, livres de qualquer obstrução.

Com tudo em ruínas, Paris enfrenta um destino condenado. Sophia e Adil estão deitados no pavilhão, espancados, enquanto tubarões os cercam por todos os lados. No entanto, isso não significa o seu fim, já que sobreviveram a vários ataques de tubarão até agora. Ambos os personagens são sobreviventes de tragédias angustiantes e, como resultado, são criaturas formidáveis ​​​​como Lilith, que evoluiu para superar situações difíceis.

Da mesma forma, por terem aprendido anteriormente a evitar ataques das proles de Lilith, isso apenas os ajudará a sair de sua posição precária na água. No entanto, mesmo que sobrevivessem, o mundo em que entrariam seria sombrio, já que os tubarões estão agora no comando – o principal de todos é a monstruosa Lilith.

Como Lilith não poderia ser morta por um exército de poder de fogo militar e policial, suas mutações teriam permitido que ela sobrevivesse ao final apocalíptico – um paraíso para os tubarões – com bastante facilidade. Depois disso, ela provavelmente teria assumido seu lugar como líder entre seus descendentes enquanto governavam uma Paris submersa. Com o habitat da cidade servindo mais a Lilith do que aos humanos, o tubarão pode transformar Paris em seu ninho e espalhar sua espécie por meio de suas rápidas habilidades reprodutivas.

A sequência final do título também sugere isso, à medida que sua espécie domina outras grandes cidades do mundo. Em muitos aspectos, esta conclusão reflete o início do filme, quando Sophia descobre a ilha de resíduos plásticos que cobre o oceano. Lilith passou por uma situação semelhante sobre os humanos que destruíram sua casa. O final é o momento de retribuição provocado pelo ciclo da natureza, e não por suas próprias intenções.

Sob as Águas do Sena já está disponível na Netflix.

LEIA TAMBÉM:

Última Notícia

Mais recentes

Publicidade

Você também pode gostar: