Quem é o assassino? Entenda o final inesperado de Tem Alguém na sua Casa

Publicidade

Tem Alguém na sua Casa, da Netflix, é a mais recente oferta de terror da plataforma e é uma adaptação do romance homônimo de 2017, da autora Stephanie Perkins. Mas quem é o assassino e quais são suas motivações?

Aqui vamos explicar o final inesperado do filme, então pega a pipoca e vem saber tudo!

[CUIDADO COM SPOILERS]

Ao longo de Tem Alguém na Sua Casa, um grupo de adolescentes desajustados é perseguido por um assassino que usa uma máscara com o rosto de cada uma de suas vítimas.

Após cada morte, o assassino também revela os segredos de cada vítima nas redes sociais, e não demora muito para que ele acumule uma contagem considerável de corpos. Os telespectadores familiarizados com o material de origem podem pensar que sabem para onde está indo a trama, mas, o final do livro é completamente mudado para o filme. Assim, o final do filme com certeza surpreenderá até quem conhece bem o romance.

Esse desfecho revela o passado obscuro que assombra a protagonista Makani antes de finalmente desmascarar o assassino. Ao longo da história, breves flashbacks sugerem o envolvimento de Makani em alguma tragédia não especificada antes de ela se mudar para uma pequena cidade na zona rural de Nebraska. Isso, é claro, é usado como uma pista falsa para sugerir que ela pode ser uma suspeita ou que pode ter matado alguém antes. A verdade é menos dramática, já que uma cena no final mostra que Makani se envolveu em um acidente de trote que saiu do controle.

O que acontece no final?

O assassino invade a casa de Makani e cobre as paredes com fotos de Jasmine, a garota cujas queimaduras graves o protagonista causou acidentalmente quando a empurrou para uma fogueira. O assassino ataca Makani e a encharca de gasolina, mas não consegue matá-la antes que sua amiga Alex chegue e o force a fugir.

Makani conta tudo sobre seu passado para os amigos Zach, Darby e Alex, confortavelmente certa de que o assassino que a atacou era seu interesse amoroso, Ollie. No entanto, no dia seguinte, o assassino ataca novamente e Ollie imediatamente chega à cena, refutando essa teoria.

Enquanto Makani, Darby, Alex e Ollie correm para um festival da cidade que acontece em um milharal local, o filme finalmente desmascara seu vilão. O assassino acabou por ser ninguém menos que Zach, o herdeiro privilegiado da fortuna de um magnata da propriedade local. Apesar de falar sobre desprezar sua riqueza, ele se revela um monstro dúbio que queria matar os alunos do colégio.

Qual era a motivação do assassino?

A julgar por seu monólogo pouco antes de Makani conseguir subjugá-lo e finalmente matá-lo, Zach pretendia matar a maior parte de sua turma de formandos antes de culpar Makani pelos crimes e assassiná-la. Isso explica sua decisão de incendiar o milharal, potencialmente prendendo e matando dezenas, pois lembra o infeliz acidente com a fogueira de Makani.

Assassinos atribuindo seus crimes a vítimas inocentes não é um tropo desconhecido no subgênero. No entanto, o fato de Zach ter tentado queimar Makani viva em sua casa algumas cenas antes torna seu plano mais difícil de entender, já que ele dificilmente poderia atribuir a ela as mortes no campo de milho se ela já estivesse morta. No entanto, ele pode ter planejado incriminar Ollie se sua primeira tentativa contra a vida de Makani tivesse funcionado (o que pareceu funcionar, com Makani assumindo que Ollie era o culpado naquele ponto).

O que significa o poema de Makani?

Nos momentos finais, Makani recita um poema sobre como sua juventude terminou por um milhão de pequenas tristezas, para então dizer que sua juventude voltou para ela, renasceu como uma fênix.

O final do filme de terror não faz a conexão entre este poema e o clímax imediatamente óbvio, já que o recital de Makani é acompanhado por imagens de seus amigos sobreviventes tendo um futuro melhor após a formatura. No entanto, em uma reflexão mais aprofundada, torna-se claro que o poema pretende representar como Makani, ao transformar a imagem do fogo de um flashback traumático recorrente em uma imagem triunfante de renascimento, foi capaz de compartilhar seus segredos e livrar-se de sua vergonha.

Seus colegas que morreram foram incapazes de mostrar seu verdadeiro eu antes que o assassino os revelasse na morte, enquanto Makani foi capaz de ligar para Jasmine e se reconectar com a garota que ela feriu, ao invés de se esconder de seu passado.

Qual o verdadeiro significado do final?

Assim como a recente comédia dramática da Netflix, Um Ninho Para Dois, a conclusão de Tem Alguém na sua Casa atinge profundidade, mas é um pouco confusa em sua mensagem.

O assassino, Zach, critica a hipocrisia de suas vítimas. No entanto, além do aparentemente doce oradora da turma que secretamente nutria simpatias da supremacia branca, nenhuma de suas vítimas parecia particularmente hipócrita.

Rodrigo é viciado em analgésicos, mas nunca se incomoda com os amigos que usam drogas e não dá sermão em ninguém. Enquanto isso, o rude jogador de futebol morto na abertura espancou brutalmente um colega de classe durante o trote, mas tudo sobre seu comportamento na sequência implica que ele admitiria esse fato sem nenhuma vergonha.

Enquanto isso, a afirmação triunfante de Makani de que Zach é o problema e não deveria culpar outras pessoas soa vazia quando duas de suas vítimas eram um agressor violento e um supremacista branco, os quais esperavam evitar qualquer responsabilidade por suas ações.

O desfecho oferece uma parábola mais simplista. O vilão é irredimível, os heróis são incontestáveis ​​e a mensagem fraca parece ser que, já que todos têm segredos, não é melhor expô-los do que ignorá-los?

Tem Alguém na sua Casa já está disponível na Netflix.

Leia a nossa crítica.


Já conhece nosso canal do YouTube? Lá tem vídeo quase todo dia. Se inscreve! Dá uma olhada no nosso vídeo mais recente:

Aproveite para nos acompanhar nas redes sociais: Facebook, Twitter, Instagram, Youtube e também no Google News.

Quer receber notícias direto no seu celular? Entre para o nosso grupo no WhatsApp ou no canal do Telegram.

Última Notícia
Publicidade

Mais lidas

Mais recentes