Agora que ‘Dark’, uma das séries mais teorizadas pelos fãs desde ‘LOST’, chegou ao seu tão aguardado desfecho, muitos mistérios foram respondidos e alguns ficaram em aberto.

Pensando nisso e na enorme quantidade de informação que a última temporada nos presenteou, decidimos explicar detalhadamente algumas perguntas que foram respondidas no final e você pode não ter entendido (ou perdido a explicação!).

Vamos lá? Mas antes, que tal ler nossa crítica da 3ª temporada, que consagra Dark como a melhor série da Netflix? Para isso, basta clicar nesse link.

Vale lembrar que esse texto tem SPOILERS sobre toda a série!

Qual a identidade do novo e medonho personagem da terceira temporada?

Esse personagem sem dúvida foi o maior motivos de os fãs criarem teorias malucas na internet, já que sua primeira aparição na série havia sido exatamente no trailer da 3ª temporada. Três figuras misteriosas (de gerações diferentes) que surgiram ateando fogo na sede do Sic Mundus. Mas será mesmo que eles nunca foram citados antes na história?

Bem, sim, já foram, mas tudo só faz sentido quando sua identidade é finalmente revelada. O homem é, na verdade, o filho de Jonas (da Terra 1) com a Martha (da Terra 2), ou seja, ele é a tal “aberração”, “erro na matrix”, que une os dois mundos. Além disso, ele também é o marido misterioso (e desaparecido) da Agnes, o tal “homem sem fé” que já havia sido citado na série. Dessa forma, é o pai abusivo de Tronte Nielsen (que havia deixado cicatrizes em seus braços na infância). Bom, pelo menos é o que a série leva a entender, apesar de não confirmar e nem negar que o homem é o verdadeiro pai do menino.

Sendo assim, este personagem é o infinito, o começo e o fim ao mesmo tempo, é ele quem dá início à linhagem da sua própria mãe e mantém o ciclo dos personagens da série interminável. Na trama, ele é utilizado pela sua mãe, a Martha velha (da Terra 2), para manter o ciclo em funcionamento, indo e voltando em diversas épocas para cumprir algumas “missões”, como pegar o mapa da máquina do tempo, a chave da usina (que irá provocar o apocalipse) e o relógio da Charlotte e, posteriormente, coloca-los em seus devidos lugares para que tudo possa recomeçar e assim por diante.

Quando Jonas e Martha quebram o ciclo, no desfecho da história, ele morre (assim como todos que estavam em sua linhagem) e tudo se encerra, deixando apenas o mundo de origem existindo.

Share This