Esqueça tudo o que você já assistiu até agora sobre zumbis: Madrugada dos Mortos-Vivos, iZombie, Zumbilândia ou todas as temporadas de The Walking Dead. Santa Clarita Diet rompe logo de de cara com todos os famosos clichês das tramas de apocalipse zumbi.  Na verdade, a série não chega nem a ser sobre um apocalipse.

Pouco se sabia (e pouco realmente foi divulgado) sobre a nova série de comédia original Netflix até o seu lançamento, apesar do elenco barra pesada, que conta com a talentosa Drew Barrymore e o entusiasmado Timothy Olyphant.

A série é ambientada na pacata cidade de Santa Clarita, em Los Angeles, e acompanha a vida de Sheyla (Drew Barrymore), seu esposo Joel (Olyphant) e a filha adolescente do casal Abby (Liv Hewson). Sheyla e Joel são corretores de imóveis e vivem sua vida normal retrato da cidade pacata resumida a casa e trabalho, quando um “enjoo” faz com que Sheyla vomite tudo o que tinha dentro dela, inclusive seu coração. Com seu sangue trocado por uma gosma e sua dieta substituída por carne humana, o que explica o nome da série, Sheyla agora “vive” de uma maneira bem diferente.

Essa mudança em Sheyla mudou mais que sua alimentação, a deu um novo vigor e a motivou a ser mais impulsiva, metendo os pés pelas mãos e comprando carro novo, saindo na noite com as amigas, tento até mesmo uma vida sexual mais ativa com o seu marido. Enquanto a mãe zumbi desfruta de sua nova “vida”, Joel, seu esposo, se desdobra entre procurar uma cura e tentar sustentar a base familiar para que essas mudanças não afetem a convivência da família. Já Abby parece se empolgar com as mudanças da mãe e se inspira para aproveitar a vida loucamente.

Com um roteiro despretensioso e arcos bastante vagos, Santa Clarita Diet traz um humor ácido, caricato, recheado de palavrões, sangue, órgãos humanos que vai exigir do espectador um estômago forte e expectativas baixas. Não há desenvolvimento de outros personagens, muito menos lições expressivas. O dilema constante que conduz o roteiro é o de matar para sobreviver, com aquela já conhecida justificativa de “julgar” as melhores (ou piores) pessoas, que não são dignas de viver, para que virem refeição da protagonista.

Com episódios curtos (todos com menos de 30 minutos) Santa Clarita Diet é daquelas séries que você pode assistir para aliviar a carga de stress do dia e rir, ou ao menos tentar, de suas besteiras. Apesar do enredo fraco, a produção deixou vários ganchos para uma segunda temporada que pode trazer algumas correções e explorar melhor o elenco de ponta com o qual conta.

E você, já assistiu Santa Clarita Diet? Se sim, conta pra gente o que você achou. Ah, e não esquece de seguir a gente nas redes sociais: Facebook | Twitter | Instagram | Youtube: pipocasclub

Comments