J.K. Rowling chama astros de Harry Potter de “desprezíveis”

Surtou! J.K. Rowling, famosa autora de Harry Potter, voltou a realizar ataques, desta vez voltados aos atores Daniel Radcliffe e Emma Watson, intérpretes de Harry Potter e Hermione Granger respectivamente, por discordarem de suas opiniões sobre pessoas trans. A informação é da Times.

Durante entrevista ao portal, Rowling, sem citar nomes, criticou as pessoas que discordaram dela, assim como Radcliffe e Watson. “Aqueles horrorizados com minha posição frequentemente falham em compreender o quão verdadeiramente desprezível eu acho a deles. Tenho visto ‘nenhum debate’ se tornar o slogan daqueles que antes se apresentavam como defensores da liberdade de expressão.“, disse. 

Tenho testemunhado homens supostamente progressistas argumentando que mulheres não existem como uma classe biológica observável e não merecem direitos baseados em biologia“, continuou a autora, concluindo. “Eles se afastaram e me abandonaram publicamente. Estão horrorizados com a minha posição e não conseguem entender o quão desprezível eu considero a posição deles“. 

Outras polêmicas envolvendo J. K. Rowling

J.K. Rowling, autora de Harry Potter, foi denunciada à polícia britânica por transfobia. A queixa foi feita por India Willoughby, ex-participante do Celebrity Big Brother, no Reino Unido. [via Deadline]

As duas já trocaram acusações nas redes sociais. India afirmou que prestou a queixa contra a escritora há poucos dias para a polícia de Northumbria. Em uma entrevista à TV, segundo o Deadline, India afirmou que tinha uma reclamação contra J.K., argumentando que a escritora a chama, repetidamente, pelo gênero errado.

India passou por uma cirurgia de redesignação de gênero em 2015 e foi considerada a primeira repórter trans de TV no Reino Unido, trabalhando para o jornal regional da ITV Tyne Tees.

Nos últimos dias, nas redes sociais, J.K. Rowling afirmou que India “não se tornou uma mulher”. “India faz cosplay de uma fantasia masculina misógina sobre o que é uma mulher”, escreveu a autora de Harry Potter no X.

Ela ainda se recusou a usar os pronomes que India se identifica e zombou abertamente da emissora em que a jornalista trabalha.

“A máscara caiu. Historicamente, as pessoas deram-lhe o benefício da dúvida, ouvindo que tudo o que ela faz é defender os direitos das mulheres”, disse India. “Ela não pode mais discutir isso agora que realmente assumiu e me disse amplamente que India Willoughby é um homem.”

A promotoria do Reino Unido diz que a hostilidade baseada na identidade transgênero pode ser processada como crime de ódio.

LEIA TAMBÉM:

Última Notícia

Mais recentes

Publicidade

Você também pode gostar: