Telas, documentário que acompanha influencers na época da pandemia, ganha data de estreia nos cinemas

Publicidadespot_img

O documentário Telas, estreia na direção de Leandro Goddinho, já tem data de lançamento para as capitais de São Paulo e Rio de Janeiro. A produção acompanha nove influenciadores digitais que usaram as redes sociais para que as suas vozes fossem ouvidas.

A proposta do longa é responder à pergunta: será possível transformar o mundo através das telas de nossos celulares e computadores? Distribuído pela O2 Play e produzido pela Claraluz Filmes, o documentário chega aos cinemas paulistas e cariocas em 06 de junho.

Sobre Telas

Telas investiga como influenciadores digitais brasileiros usam as mídias sociais para promover o ativismo em temas como a representação racial, questões LGBTQIA+, feminismo e política. Enquanto criam conteúdos para diferentes plataformas, tratando de assuntos considerados tabus de forma leve e desconstruída, os influenciadores compartilham seu cotidiano e criam um senso de comunidade entre seus seguidores. 

Além de abordar a pandemia de Covid-19, o documentário também foi atravessado por ela em suas gravações. De acordo com o produtor Fernando Sapelli, as pesquisas começaram em 2020 e o filme foi produzido durante os dois anos seguintes e, por conta dos protocolos de segurança vigentes, as gravações foram realizadas de forma remota. “Conseguimos gravar tudo sem precisar deslocar ninguém das suas cidades, e com o apoio de equipes locais que levavam o equipamento até a casa das personagens. Foi um grande desafio e aprendizado, e a produção também serve como um registro antropológico desse momento único” , comenta Sapelli.

Telas conta com a participação de Aline Maccari, Gabriel Comicholi, Livia La Gatto, Lorelay Fox, Maíra Medeiros, Marcos Oli, Thamirys Borsan, Valter Rege e Victor Di Marco. A ideia para o documentário surgiu como uma expansão de um projeto de curta do diretor, chamado “Positive Youtubers – A Machinima Documentary”, que investiga como pessoas que vivem com HIV fazem ativismo digital através das redes sociais no Brasil. 

De acordo com o documentário, estudos recentes apontam que, em média, adultos passarão pelo menos metade de suas vidas na frente de uma tela. Pensando nisso, o documentário busca responder questões importantes quanto à relação das pessoas com as mídias sociais.

“O fenômeno dos influenciadores digitais transcende a mera promoção de produtos; eles se tornaram os narradores e curadores de nossa era digital. Ao criar conteúdo de relevância social, eles não apenas oferecem entretenimento, mas também abordam questões importantes que moldam nossa sociedade. Seja desafiando tabus ou explorando novas formas de expressão, esses criadores de conteúdo estabelecem conexões autênticas com um público jovem ávido por autenticidade e inovação” , conta o diretor Leandro Goddinho.

“Telas surge como um retrato revelador desse momento histórico, captando não apenas as mudanças em nossa forma de consumir conteúdo, mas também as complexidades do novo mundo digital em que vivemos. É um convite para refletir sobre as possibilidades e desafios desse universo em constante evolução , completa Goddinho.

Telas foi selecionado para ser exibido em alguns circuitos de importantes festivais audiovisuais, incluindo a 47ª Mostra Internacional de Cinema de São Paulo, um dos mais importantes, e o 31º Festival Mix Brasil, voltado para produções que representam a força da pluralidade e a riqueza das narrativas da comunidade.

LEIA TAMBÉM:

Última Notícia

Mais recentes

Publicidade

Você também pode gostar: