Cinquenta Tons de Cinza | As 19 melhores cenas de sexo da franquia ranqueadas

Publicidade

A série Cinquenta Tons finalmente atingiu o clímax (trocadilho intencional) com a terceira parcela dos filmes, ‘Cinquenta Tons de Liberdade’. A série nos deu muito mais do que poderíamos ter pedido. Fomos apresentados a uma estrela chamada Dakota Johnson, que fez um retorno épico com esses filmes. A série também nos surpreendeu com a escalação de última hora de Jamie Dornan no lugar de Charlie Hunnam, que ainda não se arrepende de ter desistido deste projeto (nos perguntamos por quê?). Mas mais do que qualquer coisa, ‘Cinquenta Tons de Cinza’, ‘Cinquenta Tons Mais Escuros’ e ‘Cinquenta Tons de Liberdade’, todos os três filmes mostraram muito sexo. E por sexo queremos dizer dois atores fingindo estar trepando sob uma boa iluminação, atuação decente e drama interessante.

Não me interpretem mal, as cenas de sexo foram ótimas. Muitas cenas nos fizeram desmaiar com a química do casal, enquanto algumas, no entanto, nos deram dúvidas sobre o que estávamos assistindo. E é por isso que estamos aqui para facilitar as coisas para você, caso queira relembrar esta série novamente. Classificamos todas as melhores cenas dos filmes da franquia Cinquenta Tons que o ajudarão a ver as mais memoráveis ​​sempre que quiser reacender seu lado travesso. Então, vamos a uma lista escaldante de ‘sexo’ que o ajudará a relembrar algumas de suas memórias quentes do filme e talvez até do livro.

19. O sexo não tão sexy no chuveiro (50 Tons de Liberdade)

Nessa cena os dois quase fazem sexo e por isso colocamos em algum lugar no final da lista. ’50 Tons de Liberdade’ não tem muitas cenas de sexo, especialmente na segunda metade do filme. Esta, no entanto, é uma cena bastante memorável. Christian está realmente chateado porque Anna o desafiou e saiu para tomar uma bebida com a namorada. Com uma expressão indignada no rosto, ele fica nu debaixo do chuveiro e é quando Anna tira tudo e se junta a ele enquanto o abraça gentilmente por trás. Mas o sexo simplesmente não pode compensar tudo, ele dá de ombros e diz “Não, não posso”. 

18. Cena de amarração de gravata (50 tons de cinza)

A cena da gravata do primeiro episódio de ‘Cinquenta Tons de Cinza’ é uma das cenas mais realistas de toda a série de filmes. Ana e Christian já fizeram sexo uma vez e a deusa interior que estava presa dentro de Anna foi libertada. Os dois tomam um banho quente e se esfregam direto de um comercial de TV enquanto Christian amarra Anna com sua própria gravata. Ele então desce lentamente sobre ela e é aí que tudo vai mal! Lembre-se daquela época da sua infância, quando você tentou assistir algum filme pornô na privacidade do seu quarto e de repente um membro da família aparecia do nada. Da mesma forma, a mãe de Christian surge do nada e estraga esse momento íntimo para o casal e para nós.

17. Adeus literalmente sem clímax (Cinquenta Tons de Liberdade)

A única razão pela qual este mal entrou na lista é que põe fim a toda a série para sempre. Mas parece uma oportunidade perdida sem nenhum clímax real. Imagine uma cena de clímax dentro de outra cena de clímax – não seria esse o melhor clímax para este filme? É quase A Origem mas o que vemos é Anna sentada no chão da sala vermelha usando um espartilho, esperando que Christian se junte a ela. Ele entra vestindo jeans rasgados e segurando um chicote em uma das mãos. O filme então se divide em cenas dos dois últimos filmes nos dando uma última despedida e nos deixando decepcionados mesmo no final. Adeus, Cinquenta Tons, gostaríamos de ter entendido você mais do que nós.

16. Cena do Cubo de Gelo (Cinquenta Tons de Cinza)

Não há dúvida de que Christian obtém ideias para seus atos sexuais em uma popular revista feminina dos anos 90. Nesta cena, ele a amarra e depois venda seus olhos com sua camisa. Ele então desce lentamente um cubo de gelo por todo o corpo dela, segurando-o bem entre os lábios. Ele então a vira e coloca uma camisinha como um cavalheiro. A coisa do gelo pode não agradar a todos e pode parecer hilária para muitas pessoas, mas aqueles que apreciam a arte e a sensualidade dessa cena entenderão por que ela foi incluída na lista.

15. Cena de sexo pós-leilão (Cinquenta Tons Mais Escuros)

Você sabia que Cinquenta Tons tem sua própria linha de brinquedos sexuais? Bem, agora você sabe. Nesta cena, Christian e Anna vão a um leilão onde o tempo todo Anna está usando as “Inner Goddess Silver Metal Pleasure Balls Cinquenta tons de Cinza”. Após o término do leilão, os dois saem correndo do local e, por algum motivo estranho, vão parar no quarto de infância de Christian. É aqui que eles começam a se beijar com ternura e Ana sussurra em seu ouvido “Quero que você me bata”. Ele amarra seus pulsos e realiza seus desejos, depois disso ele a desamarra e a vira. Alguns minutos depois, ele pede que ela venha buscá-lo, mas sério, só se passaram 4 minutos e você espera que ela venha. Você já dormiu com uma mulher antes?

14. Sexo na lua de mel (Cinquenta Tons de Liberdade)

‘Cinquenta tons de Liberdade’ começa com uma montagem de vestidos de noiva brilhantes, jatos particulares e muita emoção do casamento – tudo isso com a música de Rita Ora tocando ao fundo. Por volta dessa época, o filme mostra sua primeira cena de sexo, onde Ana e Christian fazem sexo rápido em seu luxuoso quarto de hotel. Infelizmente, este dura apenas um minuto e pelo que sabemos, apresenta dublês dos dois atores. Mas realiza as fantasias de quem assiste só porque gosta de ver gente rica fazendo muito sexo em seu mundo cheio de luxos. Não é esse o objetivo de toda a série?

13. Missionário de Lua de Mel – Parte II (Cinquenta Tons de Liberdade)

É engraçado como toda vez que Christian é desafiado por Ana, ele inicialmente fica chateado, mas depois faz exatamente a coisa que o irritou em primeiro lugar e se contradiz. Claramente, ele a quer só para ele. Nessa cena, Christian fica muito chateado quando Ana tira a parte de cima do biquíni em uma praia pública da França para se bronzear. Mais tarde, no iate deles, Christian pergunta a ela o que ele deveria fazer para que ela o irritasse e o desafiasse o tempo todo. Ana sussurra em seu ouvido: “Aprenda a lidar com isso”, num tom sedutor e é aí que ele começa a tirar o biquíni novamente. Claramente, a raiva dele por ela tirar a roupa não tinha nada a ver com moralidade.

A cena é sexy pra caramba, mas algumas coisas, se notadas, vão fazer você rir alto. Quando Christian estende a mão para sua bolsa e tira um par de algemas, os dois caem na cama com um baque muito desconfortável, que é muito desanimador para uma cena perfeita como esta. Só Ana está completamente nua aqui, o que é estranho porque o público demográfico deste aqui é composto principalmente por mulheres heterossexuais (anotem, produtores). Christian então algema seus braços e eles fazem sexo que dura mais do que a cena de lua de mel anterior e também traz muito mais calor do que a anterior.

12. De volta à sala de jogos (Cinquenta Tons de Liberdade)

A cena de ‘Cinquenta Tons de Liberdade’, onde Christian usa um vibrador para satisfazer Ana, estaria em algum lugar no topo desta lista, mas fica aquém porque passa de sexy a sádico muito cedo. Christian pega um vibrador e começa a usar em Ana e tudo fica cheio de vapor, mas toda vez que Ana chega perto do clímax, ele desliga o vibrador deixando-a toda bagunçada. Ana finalmente grita a palavra de segurança “Vermelho!” e recua depois de fazer isso várias vezes. “Isso não é amor, isso é vingança”, ela conclui e ficamos desapontados novamente. 

11. Cena de sexo pós-cozinha (Cinquenta Tons Mais Escuros)

Essa cena sai direto de um típico encontro noturno, onde os dois se sujam no quarto e Christian cai em cima de Anna. Ele então pergunta a ela com uma voz suave e dramática: “O que você quer, Anastasia?”, ao que recebe uma resposta ainda mais dramática e chorosa: “Eu quero você inteiro”. Em seguida, eles passam a fazer sexo clássico que vemos muito na série.

10. Cena da mesa de sinuca (Cinquenta Tons Mais Escuros)

Os filmes superestimam o poder dos jogos e dos esportes quando se trata de relacioná-los com o sexo. Nesta cena em que o casal joga uma grande partida de sinuca, Christian provoca Ana dizendo: “Espero que você não seja um péssimo perdedor. ”Ao que ela responde:“ Depende de quão forte você me bate. Sério, quem diz coisas assim na vida real? É quando Christian decide ser duro com Ana e a inclina sobre a mesa de sinuca para atacá-la por trás. Os filmes certamente têm sua própria maneira de exagerar a sensualidade nos esportes, mas este aqui é muito mais do que a maioria dos filmes.

9. O Espalhador (Cinquenta Tons Mais Escuros)

Se há uma coisa em que a série de filmes Cinquenta Tons é boa é vender brinquedos sexuais. Nessa cena, promove o que se chama de espalhador. Ele amarra nos pés dela e cai sobre ela. Ele então a vira e faz de quatro com ela. A maioria das cenas desses filmes fica desfocada, mas esta não, e é por isso que conquistou um lugar decente nesta lista.

8. Loucura Intensa de Corte de Cabelo (Cinquenta Tons de Liberdade)

Agora, essa cena realmente não se qualifica para uma cena de sexo, mas com certeza é quente demais e é por isso que merece estar aqui. Christian se senta em uma cadeira, recosta-se e aproveita enquanto Ana passa lentamente as mãos pelos cabelos dele, lavando-os, acariciando-os e cortando-os suavemente. À medida que ela cumpre seu papel de arrumadora no momento, Christian começa a ficar excitado por razões óbvias e lentamente começa a subir pela blusa. Mas este momento incrivelmente erótico chega a um fim abrupto quando Ana de repente encontra uma arma escondida no kit de higiene, o que alimenta uma discussão entre os dois. Que desperdício de uma oportunidade tão grande! Esta é uma lição para aqueles que já cometeram o erro de novato de esconder armas com tesouras.

7. Sexo com sorvete (Cinquenta Tons de Liberdade)

Essa cena de sexo vai fazer você repensar sobre o pote de chocolate com manteiga de amendoim que você está mastigando enquanto assiste sozinho. Ana está sentada na bancada da cozinha, festejando com um Ben and Jerry’s direto da caixa e é aí que Christian entra. Ela pinga o sorvete por todo o corpo duro e começa a lambê-lo enquanto escorre pela pélvis. Christian fica excitado em um instante e é assim que todo o sexo na cozinha acontece. Se você pensar bem, este deve estar muito pegajoso, mas ainda está igualmente quente.

6. A pegação no chuveiro (Cinquenta Tons Mais Escuros)

Uma forte pegação no chuveiro enquanto Ana e Christian arrancam a roupa molhada um do outro. Esta é uma cena sobre a qual todos os fãs não paravam de falar muito depois do filme terminar. Isso fez com que todos desmaiassem com a intensidade com que os dois fazem amor debaixo do chuveiro. Isso logo se transforma no tipo de sexo BDSM quando Ana deseja ir para a Sala Vermelha e eles vão para lá para um pouco de escravidão e diversão adulta dominante. O que é realmente surpreendente nessa cena é como os dois conseguem levar rapidamente as coisas do chuveiro para a Sala Vermelha, sem sequer ter uma cena estranha de limpeza com uma toalha, com água escorrendo por toda a casa. É por isso que gostamos de cenas de sexo em filmes – elas são perfeitas e mágicas, sem nenhum constrangimento, ao contrário do sexo real.

5. De volta à sala de jogos (Cinquenta Tons de Liberdade)

O casal volta para a brinquedoteca pela segunda vez no filme e desta vez Christian tem uma novidade reservada para Ana – plugs anais! Essa cena pode não ser para todos, pois esse tipo de sexo não é coisa de todo mundo. Mas para aqueles que realmente gostam dessas coisas, esta é uma cena preciosa e provavelmente o destaque da terceira parte. A cena é realmente intensa e vai além de tudo o que a maioria das outras cenas retrataram na trilogia. As cenas da sala vermelha são as que mais emocionam e esta é a melhor de todas.

4. A primeira vez (Cinquenta Tons de Cinza)

As cenas de sexo da primeira parte dos filmes ‘Cinquenta Tons’ foram retratadas com muito cuidado e colocadas em todo o filme. Mas este filme obcecado por sexo não inicia a primeira cena de sexo antes dos 40 minutos onde tudo começa. O bilionário dominante finalmente consegue ficar com a submissa Ana pela primeira vez em uma cena que não é tão gráfica, mas que surge depois de muita construção ao longo do filme. A sala fica estranhamente iluminada enquanto Christian abaixa as calças de Ana. Ele então a beija e tira a blusa dela, mantendo o sutiã, que também acabará saindo. Ele se abaixa e dá um beijo selvagem nos lábios dela e lentamente desce até o corpo dela. Ele vai mais longe e dá a ela um sexo oral inesquecível enquanto ela respira pesadamente. Christian então tira a própria roupa e começa a fazer amor com os dedos dos pés, e então a câmera simplesmente desaparece no papel de parede.

3. Dor no Quarto Vermelho (Cinquenta Tons de Cinza)

A cena em que Ana (Dakota Johnson) e os espectadores são apresentados pela primeira vez à sala da dor. Isso pode não ser considerado sexy por muitas pessoas, mas com certeza é divertido de assistir, já que algo assim nunca foi retratado na tela grande dessa maneira. Com cordas, amarras e muito sexo, essa cena é tudo menos chata. Com isso dito, você tem que ser o juiz. Então, observe!

2. Uma rapidinha (Cinquenta Tons de Liberdade)

Este é o tipo de cena que esperávamos de ’60 Segundos’, quando Nicolas Cage e Angelina Jolie quase fizeram sexo depois de ligar o carro. Esse é o tipo de cena que merecemos de um filme como ‘Cinquenta Tons’ e o fato de ter sido incluída na última edição o torna ainda melhor. O casal, Christian e Ana, se envolve em uma cena de perseguição de carro cheia de adrenalina e isso os deixa tão animados e entusiasmados que Ana nem espera um segundo para tirar a saia e montar em Christian para fazer sexo no carro. Este é provavelmente o único trio que veremos em toda a série (Christian, Ana e o Audi!). Pela primeira vez no filme, Ana consegue controlar as coisas do seu lado e a vemos assumindo a liderança aqui, realizando suas próprias fantasias e desejos enquanto Christian apenas segue. Mas, com toda a honestidade, que cara de sorte ele é – sexo em um Audi imaculado com uma linda mulher. O que mais o coração de um homem pode desejar? Mas não se empolgue, é apenas um filme.

1. A cena do elevador (Cinquenta Tons Mais Escuros)

Com toda a honestidade, esta é a única cena sexy legítima em toda a série porque, em primeiro lugar, é num local público e isso apenas amplifica toda a emoção da cena. Em segundo lugar, é a única cena em que Ana está realmente se divertindo. Você pode literalmente vê-la gozar nesta, ao contrário da maioria das outras cenas onde apenas Christian parece estar se divertindo muito mais. No mundo real, fazer algo assim é uma receita para o desastre e pode causar sérios problemas. Mas é por isso que assistir a um filme dá a você o gostinho da emoção do sexo em público. O que acrescenta mais a esta cena é a trilha sonora de Van Morrison, que parece uma surpresa, mas se ajusta quase perfeitamente ao tom da cena.

A cena chegou ao topo da lista e justificamos o porquê, mas também é igualmente ridícula porque qualquer um poderia facilmente dizer que a mão de Christian estava na saia de Ana. O fato de ninguém perceber só torna isso um pouco absurdo, porque como diabos você pode manobrar a saia de alguém com tanta facilidade e como é possível que em um elevador cheio de gente ninguém veja as ações claramente “lá fora” do casal ?

Leia também: Um Clímax Entre Nós | As 6 Melhores cenas de sexo do filme ranqueadas


Aproveite para nos acompanhar nas redes sociais: Facebook, Twitter, Instagram, Youtube e também no Google News

Quer receber notícias direto no seu celular? Entre para o nosso grupo no WhatsApp ou no canal do Telegram.

Última Notícia

Mais recentes

Publicidade

Você também pode gostar: