Quem matou Patrícia? Entenda o final surpreendente de Maldivas

Publicidade

A espera acabou e Maldivas já está disponível na Netflix. A série brasileira estrelada por grande elenco – que inclui Bruna Marquezine (Besouro Azul) e Manu Gavassi – é daquelas histórias repletas de reviravoltas de deixar o público vidrado na telinha. Mas afinal, quem matou? Como ela morreu? Vamos explicar tudinho:

[CUIDADO COM SPOILERS]

Mas antes, sobre o que se trata Maldivas?

Vamos lá, Maldivas é uma série brasileira sobre uma morte misteriosa que ocorre em um condomínio que leva o mesmo nome. A série é sobre luxo, festas, coquetéis extravagantes, relacionamentos confusos e, claro, um crime está no centro de tudo.

Somos apresentados às mulheres famosas de Maldivas — Kat (Carol Castro), Milene (Manu Gavassi), Rayssa (Sheron Menezzes) e Patrícia. Enquanto as mulheres fingem ter um estilo de vida quase perfeito, suas realidades estão longe disso. Cada uma delas está escondendo um segredo uma da outra e, à medida que suas vidas ficam mais complicadas ao longo do tempo, Patricia morre misteriosamente como resultado de um incêndio em seu condomínio.

Depois de perder Patricia, uma jovem chamada Liz (Bruna Marquezine) se torna parte de seu grupo. Mesmo que ela mencione que seu propósito de ficar no Rio de Janeiro era encontrar seu vestido de noiva, não é toda a verdade. Maldivas é todo brilho e glamour com uma história que se intensifica a cada reviravolta.

O que acontece na trama de Maldivas?

A história é narrada por Veronica (Natália Klein), que não se relaciona com as mulheres de elite da comunidade de condomínios chiques. Milene se anunciou como gerente e apresentou a ideia da Elite Corp para proteger a comunidade. Patrícia se manifestou contra e propôs disputar o cargo de gerente. Ela foi eleita, e Verônica apoiou sua decisão e se anunciou como vice-gerente. Essa mudança repentina de eventos foi chocante para Milene, que era gerente há anos, e o cargo era de importância primordial em sua vida. 

Milene era casada com um cirurgião plástico, Victor Hugo. Durante o período inicial de romance, Milene foi sua musa, e ele tentou moldá-la da maneira que desejava. Mas depois de aperfeiçoá-la e alcançar seu objetivo, ele começou a se distanciar dela. Como resultado de seu casamento sem amor, passou a dedicar todo o seu tempo aperfeiçoando o papel de síndica do condomínio. Apesar de ter perdido a posição, ela teve que pagar o dinheiro como resultado de um contrato de dois anos que assinou com a equipe Elite Corp. Não encontrando outra maneira de obter o dinheiro, ela entrou sorrateiramente na sala do gerente e preencheu um cheque.

Não só Milene estava envolvida em roubar dinheiro da conta bancária da comunidade, mas também era responsável por estourar todos os cartões de crédito de seu marido. Ela mantinha as cartas dos bancos escondidas do marido, e as cartas continuavam se acumulando. Certo dia, entrou sorrateiramente na sala do gerente e preencheu um cheque.

Kat era casada e tinha dois filhos, e se gabava de sua vida como dona de casa. Ela priorizou o envolvimento com seus filhos à medida que cresciam, mas sua vida não era nada menos que uma bagunça. Ela estava apaixonada pelo marido quando os dois se casaram. Eles decidiram que Kat cuidaria da casa enquanto seu marido, Gustavo, traria comida para a mesa. Esse arranjo funcionou por alguns anos antes de Gustavo ser preso por corrupção, e eles perderam tudo. Gustavo estava agora em prisão domiciliar, e Kat lutava para manter sua família unida. 

Além disso, Patrícia bateu à sua porta e perguntou ao casal por que ela estava recebendo cartas de um banco informando que havia aberto uma conta lá. Ela ameaçou descobrir o que eles estavam tentando fazer com seu nome e documentos. Kat e Gustavo abriram uma conta bancária usando os documentos de Patricia para guardar o dinheiro. Eles estavam com medo de que Patricia atrapalhasse seu plano.

Rayssa e seu marido, Caua, eram cantores populares e agora planejavam abrir um negócio. Embora o relacionamento deles fosse considerado perfeito pelo público, havia segredos que eles queriam manter escondidos. Rayssa estava tendo um caso com Victor Hugo, e Patricia tropeçou nos dois se beijando dentro do spa. Ela ficou chocada ao encontrar os dois juntos em uma posição comprometedora. Ela confrontou Rayssa, pedindo-lhe para pensar em sua carreira e amizade.

No dia seguinte, Rayssa recebeu fotos íntimas de Victor Hugo e dela. Alguém estava tentando chantageá-los, embora o casal não conseguisse entender o motivo por trás disso. Rayssa e Cauã estavam em um casamento aberto, onde os dois namoravam outras pessoas, mas queriam que o acordo ficasse longe dos olhos do público, o que aos poucos foi ficando difícil para eles.

As três mulheres foram vistas pela última vez fora do quarto de Patricia antes que as câmeras parassem de funcionar. A próxima coisa que todos sabiam era que seu apartamento havia pegado fogo. Naturalmente, a polícia duvidou das três mulheres, mas seu DNA não foi encontrado na cena do crime. Enquanto todos em Maldivas lamentavam a morte de Patricia com coquetéis, sua filha, Liz, entrou no condomínio em busca de descobrir a verdade sobre o falecimento de sua mãe.

Patrícia foi assassinada? 

O caso foi estudado pelo detetive Denilson, que lutou para descobrir o que havia acontecido naquela noite. O mais surpreendente foi a nova pegada que apareceu nas fotos tiradas recentemente. Ele havia notado que Liz usava exatamente as botas que a pessoa que entrou na cena do crime parecia ter. Eles chamaram Liz para a delegacia e tentaram descobrir o que ela estava fazendo lá, embora ela mal revelasse a verdade. Ela não concordou com um teste de DNA e saiu da sala, embora tenha deixado para trás as unhas por engano. Denilson deu sua unha para a equipe forense para determinar se combinava com a amostra de DNA recuperada da sala.

Liz estava separada de sua mãe desde a infância. Ela cresceu com sua avó, mas sempre esperou se reunir com sua mãe. Agora que estava prestes a se casar, decidiu viajar para o Rio de Janeiro para conhecer a mãe, que havia visto recentemente nas redes sociais. Sua mãe era fugitiva e agora vivia sob o nome de Patricia Duque. Liz lutou para se lembrar do crime que sua mãe cometeu, mas queria conhecê-la.

Ao chegar em Maldivas, soube que sua mãe havia falecido. Ela percebeu que não foi por acaso que sua mãe foi assassinada e conduziu sua investigação para entender o motivo por trás disso. Embora gradualmente, com o tempo, ela começou a perder o controle da história, e ela pensou que era tudo uma busca fútil. Ela estava prestes a deixar a cidade quando a polícia a pegou. Eles sabiam que ela era filha de Patrícia, mas queriam saber o que ela estava fazendo no apartamento. Depois que ela se explicou, ela recebeu a notícia da polícia de que sua mãe não foi assassinada; ela estava viva. A mulher que foi assassinada não era Patrícia, mas Verônica havia confirmado à polícia que era de fato Patricia. Eles duvidaram do envolvimento de Verônica no caso.

Verônica lutou depois de assumir o papel de gerente do Maldivas, e Milene tentou mantê-lo assim. Ela escondeu o talão de cheques do condomínio de Verônica, que mais tarde descobriu que Milene roubou dinheiro da comunidade. Os dois concordaram em manter seus segredos escondidos depois que Milene descobriu que Verônica estava vendendo drogas na comunidade.

Verônica cedeu o cargo gerencial para Milene e renunciou ao cargo. Veronica queria estudar literatura russa, mas ficou presa na comunidade do condomínio elegante depois que sua mãe cometeu suicídio em seu apartamento. Ela não estava lá para sua mãe naquele momento e agora fica em seu apartamento. Veronica e Patrícia eram grandes amigas, e ela ajudou a amiga quando ela precisava urgentemente.

O que aconteceu quando Liz era criança?

A sogra de Patricia não conseguiu perdoar Patricia depois que ela assassinou seu filho. Ela estava atrás de sua vida e se encarregou de cuidar de Liz. Ela manteve Liz longe da sombra de sua mãe e ficou chocada ao saber que Liz estava tentando procurar por sua mãe. Ela tinha enviado o noivo de Liz, Miguel, para lidar com a situação e matar Patricia se ele tivesse a chance. Miguel estava convencido de que a mãe de Liz tinha que ser morta. Ele foi ao Maldivas para se aproximar da investigação e agir quando necessário.

Enquanto isso, Liz fez uma descoberta no caso. Ela descobriu que uma bala foi disparada naquela noite e encontrou a bala no colchão. Depois de estudar a bala, foi determinado que ela foi disparada da mesma arma que Patricia havia usado para matar o marido. A polícia procurava Patricia agora mais do que nunca, já que ela tinha duas acusações de homicídio contra ela. Eles perceberam que a única maneira de chegar a Patricia era através de Verônica, já que a mulher estava escondendo a verdade deles.

Quando a polícia se aproximou do condomínio, Verônica escondeu Patrícia em seu carro e tentou fugir. Elas logo foram pegas pela Elite Corp, que agora estava encarregada da segurança do local. Mesmo que Patrícia tenha sido mantida em cativeiro, ela conseguiu provocar um incêndio e tentou escapar. Mas o chefe da equipe de segurança a manteve sob a mira de uma arma. O detetive Denilson conseguiu convencer o delegado a entregar Patrícia. No entanto, o detetive e Patrícia logo foram confrontados por sua sogra, Joana, que estava com uma arma na mão. Foi ela quem planejou tudo e ameaçou matar Patrícia.

Liz tentou convencer sua avó a deixar sua mãe, mas quando ela não concordou, Liz atirou em sua avó. Patrícia planejava fugir novamente, e embora Liz quisesse ir junto, ela não achava que sua filha deveria viver uma vida de fugitiva. O detetive Denilson viu Patrícia escapar, mas não a impediu. No episódio final, ficamos sabendo que foi Joana quem teve que enviar seu assistente para assassinar Patrícia. 

Ela lutou para salvar sua vida quando o assistente tentou estrangulá-la e, naquele momento, Veronica estava agora em prisão domiciliar devido ao seu envolvimento no caso. Liz não recebeu nenhum castigo e continua a viver uma vida pródiga com as outras mulheres do Maldivas. Mas no final da série, Liz se lembrou do que aconteceu na noite em que seu pai morreu. Ela lembrou que foi ela quem atirou em seu pai, e sua mãe assumiu a culpa para protegê-la. Pode-se supor que seu pai era um homem abusivo, e Liz, em um momento de raiva, assassinou seu pai ainda jovem – uma trama bem Almodóvar.

Enquanto isso, Rayssa e Cauã decidem se divorciar, já que o acordo não está funcionando. Rayssa estava grávida no final de Maldivas e planejava ficar com o bebê, então se recusou a beber. Também ficamos sabendo que foi o namorado de Cauã quem tirou as fotos e os chantageou para que aceitassem a verdade.

Então, Kat retirou todo o dinheiro que havia guardado na conta de Patrícia e investiu no negócio de spa de Rayssa. Ela havia se tornado tão boa em lavagem de dinheiro que os amigos de Gustavo queriam que ela fizesse o mesmo por eles, e ela recebeu uma parte por isso. Victor Hugo, após ser rejeitado por Rayssa, tentou trabalhar em seu casamento com Milene, que mantinha um relacionamento físico com o chefe de segurança. Mesmo que a vida estivesse longe de ser perfeita para todos, eles conseguiram rir com uma rodada de bebidas no desfecho da 1ª temporada de Maldivas.

E aí, gostou de Maldivas? A série já está disponível na Netflix.

Leia também: Transplant – Uma Nova Vida: 3ª temporada | Data, trailer e tudo o que sabemos


Já conhece nosso canal do YouTube? Lá tem vídeo quase todo dia. Se inscreve! Dá uma olhada no nosso vídeo mais recente.

Aproveite para nos acompanhar nas redes sociais: FacebookTwitterInstagramYoutube e também no Google News.

Quer receber notícias direto no seu celular? Entre para o nosso canal no Telegram.

Última Notícia
Publicidade

Mais lidas

Mais recentes