18 Filmes com cenas de sexo explícito para assistir na Netflix

Publicidade

Se você não sabia, existem filmes na Netflix que são realmente sexualmente explícitos (alguns para maiores é claro). Tudo o que fizemos foi reuni-los em um só lugar. Esses não são apenas os filmes mais sensuais, eróticos e sensuais da Netflix, mas também mostram histórias realmente interessantes. Como a Netflix tem poucos filmes com temas sexuais, trouxemos para você os melhores, que são imperdíveis. Então, se você tiver se perguntando – “quais são os filmes com cenas de sexo explícito da Netflix?” você pode obter sua resposta aqui.

365 dias (2020)

Dirigido por Barbara Białowąs e Tomasz Mandes, ‘365 Dias’ é um drama erótico polonês que ganhou as manchetes devido às suas cenas de sexo softcore. Baseado em uma nova trilogia de Blanka Lipinska, ‘365 Dias’ segue a história de Laura, que é sequestrada por Massimo Torricelli, líder de uma família mafiosa siciliana. Massimo diz a Laura que a viu em uma praia há cinco anos e, aparentemente, não conseguiu esquecê-la. Laura será mantida em confinamento por 365 dias até se apaixonar por Massimo. Essa premissa estranha define o curso de seu relacionamento, que floresce lentamente através de negações e sedução. As cenas de sexo entre Massimo e Laura são fumegantes, para dizer o mínimo, pois são filmadas esteticamente para atrair os espectadores em um deleite softcore. Talvez um dos filmes mais atrevidos da Netflix.

Newness (2017)

Martin e Gabriella se conhecem por meio de um aplicativo de namoro. Em vez de namorar, enquanto eles se conhecem, Gabriella fica sabendo que Martin se casou antes, enquanto Martin descobre que Gabriella teve relacionamentos fisicamente íntimos antes. Ambos concordam em formar um relacionamento aberto, mas, eventualmente, Gabriella fica sabendo sobre a mãe e a filha doentes de Martin e se sente enganada. Infelizmente, ambos se separam e iniciam novos relacionamentos enquanto ainda estão em contato um com o outro e se encontram para trios, etc. (sim, você leu direito). Depois de uma série de relacionamentos, eles finalmente se reconciliam e prometem não se separar novamente. Por mais simplista que o enredo pareça, há uma certa quantidade de sensualidade e paixão em ‘Newness’, o que o destaca. 

Branquinha (2016)

Sundance sempre foi o lar de novos talentos no mundo do cinema, e quando Elizabeth Wood estreou seu filme ‘Branquinha’ no festival em 2016, ela definitivamente não decepcionou. Feito com um orçamento apertado de US$ 700.000, o filme conta a história de uma jovem chamada Leah, que se envolve em um relacionamento sexualmente carregado com um homem latino chamado Blue.

Um traficante de cocaína por profissão, Blue geralmente vende suas drogas na estrada e ganha muito menos do que as pessoas da classe alta estão dispostas a pagar pela mesma substância. Isso faz com que Leah o apresente a alguns de seus colegas para quem ele vende suas drogas e acaba ganhando uma boa quantia. No entanto, Blue logo é preso por um policial disfarçado, e Leah fica em apuros com um quilo de cocaína que Blue estava carregando inicialmente com ele. O filme então mostra o quanto Leah vai para libertar Blue dos limites da prisão.

‘Branquinha’ não apenas se gaba de cenas de sexo fumegantes, mas também nos fornece a imagem horrível do outro lado da moeda. Há uma cena de tortura sexual que pode ser bastante problemática para alguns espectadores. Tendo todos os aspectos em mente, pode-se dizer facilmente que ‘Branquinha’ é um filme com coração. Ele tenta explorar as complexidades de um relacionamento entre uma garota branca privilegiada e um latino em dificuldades que escolheu o caminho do tráfico de drogas depois de não ter outra fonte de renda para se sustentar.

Amar (2017)

O primeiro amor, para todos nós, parecia cor-de-rosa e maravilhoso. Porque a maioria de nós era relativamente jovem quando nos apaixonamos pela primeira vez. Esta fase de nossas vidas permanece sempre em nossos corações como uma doce e romântica lembrança. No entanto, quando duas pessoas se apaixonam pela primeira vez bem tarde em suas vidas, o caso acaba sendo de paixão ardente, onde tudo e qualquer coisa pode dar errado. Os dois parceiros estão verdadeiramente, loucamente e profundamente apaixonados um pelo outro, e as chances são de que eles não serão capazes de suportar a menor perda de fé. Esta é a condição exata dos personagens principais de ‘Amar’.

Laura e Carlos estão apaixonados um pelo outro, e é essa intensidade de seu romance que é lindamente capturada neste filme dirigido por Esteban Crespo. ‘Amar’ pode ser melhor descrito como um gravador lento. O filme leva você em um passeio de paixão. Ele atinge o equilíbrio perfeito entre retratar emoções ternas e as duras realidades da vida.

Os Segredos de Madame Claude (2021)

O filme em francês ‘Os Segredos de Madame Claude’ conta a história da figura histórica de mesmo nome, que dirigia um bordel e se tornou altamente ativa na década de 1960. No filme, Madame Claude (Karole Rocher) opera um bordel sofisticado que entretém os ricos e poderosos. Seu trabalho lhe rendeu um status quase lendário na cidade. Muitas das meninas a consideram uma figura materna. Embora ela prometa discrição em seu estabelecimento, ela compartilha todas as informações que pode com as autoridades. Quando uma jovem e ambiciosa mulher chamada Sidonie (Garance Marillier) se junta ao bordel, Madame Claude relembra seu próprio passado.

6 Years (2015)

Melanie Clark e Daniel Mercer estão em um relacionamento há seis anos e viram sua cota de altos e baixos. O relacionamento deles parece ter mantido um nível consistente de intimidade, inclusive na cama. Rachaduras começam a aparecer quando uma noite Mel empurra Dan em uma cômoda. Como Dan sofre um ferimento na cabeça por causa deste incidente, eles dirigem para um hospital, onde Dan mente para que Mel não seja autuado por agressão. Conforme o filme avança, coisas simples começam a se tornar complicadas entre os dois. Dan recebe uma oferta de trabalho lucrativa em uma cidade diferente, enquanto Mel quer morar onde está. Enredado nas necessidades da vida real, o amor tem uma morte lenta.

Jogo Perigoso (2017)

Dirigido pelo maestro do terror Mike Flanagan, ‘Jogo Perigoso’ é sexy e assustador. O marido de Jessie Burlingame morre enquanto eles encenam uma de suas fantasias de estupro, deixando-a algemada na cama. Com o passar do tempo, coisas estranhas começam a acontecer. Algumas dessas coisas são alucinações de Jessie, outras são muito reais. Ela observa enquanto um cachorro entra na sala e arranca um pedaço do cadáver de Gerald. Gerald então se levanta e começa a falar com ela, mesmo sabendo que ele ainda está no chão. Como a maioria dos projetos de Flanagan, ‘Jogo Perigoso’ tem fortes motivos feministas que são usados ​​de forma inovadora e transparente.

O Pacote (2018)

Um dos filmes únicos desta lista, ‘O Pacote’, combina habilmente humor ácido com material sexualmente explícito. Escrito por Kevin Burrows e Matt Mider e dirigido por Jake Szymanski, o filme conta a história de quatro amigos que estão em um acampamento. É nessa viagem que um deles acaba cortando o pênis ao meio. A situação naturalmente exige uma ação imediata, e o filme mostra como esses amigos passam por várias situações insanas para finalmente conseguir assistência médica para ele. Há muita nudez neste filme, mas nunca parece gratuita. O filme tem alguns momentos bastante fracos, mas isso não tira o fato de que é um entretenimento sólido que pode ser apreciado com uma pitada de sal. Esses filmes de comédia geralmente tendem a ser entretenimento familiar e evitam incluir qualquer coisa neles que possa exigir uma classificação para maiores.

Encontro Fatal (2020)

Dirigido por Peter Sullivan, ‘Encontro Fatal‘ conta a história de uma advogada proeminente chamada Ellie Warren (Nia Long), cujo marido sobreviveu recentemente a um acidente veicular. Depois que a filha foi para a faculdade, eles decidiram que era o melhor momento para recomeçar a vida e compraram uma casa em San Francisco. Lá, Ellie encontra David Hammond (Omar Epps), que ela conheceu na faculdade. Um relacionamento começa a se desenvolver entre os dois, decorrente dos problemas no casamento de Ellie. Ellie tenta acabar com isso antes que se torne físico, mas acaba despertando o monstro dentro de David, que começa a persegui-la e ameaçar aqueles que ela ama.

O Último Paraíso (2021)

O Último Paraíso é um filme em italiano sobre Ciccio Paradiso (Riccardo Scamarcio), um homem casado que ganhou notoriedade em sua pequena cidade por ter casos com várias mulheres. Sua esposa sabe, mas não pode fazer nada sobre isso. Uma dessas amantes é Bianca, filha de um rico agricultor de trigo e oliveiras, que trata horrivelmente seus trabalhadores e estupra mulheres jovens. Imbuído de espírito de luta, Ciccio decide enfrentar o rico fazendeiro. ‘O Último Paraíso’ é atrevido e hilário em sua maior parte. Certas escolhas feitas com a narrativa certamente surpreenderão pelo menos alguns membros do público.

Cam (2018)

‘Cam’ é um thriller erótico perturbador sobre uma artista de webcam chamada Alice, que um dia descobre que sua identidade no site que ela usa para transmitir seu conteúdo foi roubada por alguém que se parece exatamente com ela. Isso envia Alice em uma jornada desesperada e perigosa para descobrir quem é o responsável. A única coisa que ela sabe é que o nome de tela da outra garota é Lola. ‘Cam’ é um exemplo perfeito de um filme de terror da era digital. O aspecto do terror é executado com inteligência. Embora o filme demore um pouco desnecessariamente, ele faz as pazes com um final espetacular.

A Serial Killer (2020)

Estrelando Jacqueline Fernandez e Manoj Bajpayee, ‘A Serial Killer’ é um filme de suspense indiano deliciosamente divertido. A história segue a personagem de mesmo nome, Sona Mukerjee, que se recusa a acreditar que seu marido Joy é um serial killer. Em vez disso, ela acha que seu ex-namorado, o inspetor Imran Shahid, está por trás das acusações. Corpos desmembrados de seis mulheres são encontrados em uma propriedade que pertence a Joy. Cada uma delas fez um aborto. Joy, sendo ginecologista, torna-se a principal suspeita e é posteriormente presa. Sona ainda acredita firmemente na inocência do marido. Quando ela vem para uma visita, Joy pede que ela entre em contato com seu advogado, Sr. Rastogi. Quando ela o faz, Rastogi conta a ela sobre seu plano diabólico de tirar Joy da prisão.

Duck Butter (2012)

Um filme experimental onde o tema da trama é um experimento em si, ‘Duck Butter’ é um filme do diretor porto-riquenho Miguel Arteta. A história do filme gira em torno de duas mulheres, que foram devastadas por suas experiências no romance. Em uma tentativa de trazer uma reviravolta em suas vidas, eles decidem que passariam 24 horas um com o outro, e cada uma dessas horas seria gasta fazendo sexo. O que parece ser um experimento divertido logo começa a desvendar segredos profundos para os quais nenhum deles estava preparado. O filme é adornado com inúmeras cenas de sexo. No entanto, mais do que o sexo, é a química brilhante entre os protagonistas Alia Shawkat e Laia Costa, que se torna o ponto alto do filme. O tom cômico de ‘Duck Butter’ adiciona uma camada interessante ao seu enredo intenso.

Elisa e Marcela (2019)

Dirigido por Isabel Coixet, ‘Elisa & Marcela’ é um drama romântico biográfico espanhol que conta a história de Elisa Sánchez Loriga e Marcela Gracia Ibeas, duas mulheres que se casaram como casal heterossexual em 1901 na Igreja de São Jorge na Corunha tornando-se assim o primeiro casamento entre pessoas do mesmo sexo a ser registrado na história da Espanha. Filmado em preto e branco, ‘Elisa & Marcela’ é um melodrama profundamente emocional que retrata o caso de amor apaixonado entre duas mulheres e seu desejo de solidificar seu vínculo no matrimônio. Sua resiliência contra a negação da sociedade e o desejo mútuo de estar uma com a outra retrata uma imagem apaixonada de histórias de amor entre pessoas do mesmo sexo, como ‘Brokeback Mountain’ (2005) e ‘Carol’ (2015).

Lust Stories (2018)

Um esforço colaborativo dos principais diretores da indústria cinematográfica indiana, Anurag Kashyap, Karan Johar, Zoya Akhtar e Dibakar Banerjee, ‘Lust Stories’ é um filme de antologia que explora a vida sexual escondida sob a moral da sociedade indiana. O filme de Kashyap segue um professor universitário interpretado por Radhika Apte que acaba tendo uma ligação sexual com um de seus alunos. Sua camaradagem e a exploração de um relacionamento tabu é um exercício delicioso para retratar o espectro emocional que emerge das loucuras e desejos humanos.

O filme de Akhtar é sobre empregada doméstica que está em um relacionamento sexual com seu empregador. Ela descobre que ele vai se casar, e sua gratificação sexual está prestes a terminar. O filme minimalista deixa um resquício que nos obriga a pensar nas questões de intimidade que vão além das hierarquias de classes. A aventura de Banerjee explora as repercussões dos casos sexuais fora do vínculo do casamento. O retrato de uma mulher teimosa de Manisha Koirala rouba a cena neste filme. O filme de Karan Johar é sobre uma mulher recém-casada que não consegue ser sexualmente satisfeita por seu marido. Ela procura o ponto ideal através da auto-satisfação auxiliada por um vibrador. Ela é pega no ato que cria um momento embaraçoso. ‘Lust Stories’ se concentra na perspectiva feminina e nas tribulações que elas têm que enfrentar para explorar sua sexualidade.

Por Trás da Inocência (2021)

Em ‘Por trás da inocência’, Kristen Davis interpreta a autora de mistérios Mary Morrison. Ela relutantemente começa a escrever um livro depois de saber que seu marido Tom perdeu metade de sua propriedade em um mau investimento. Seguindo o conselho de sua amiga Elaine, Mary contrata uma babá chamada Grace para cuidar de seus filhos. Não demora muito para as duas mulheres se aproximarem. A graça serve de inspiração para os escritos de Maria. Ela até se torna objeto das fantasias sexuais deste último. No entanto, Mary logo começa a encontrar discrepâncias na história de Grace e visita Elaine para falar com ela sobre isso, apenas para descobrir que ela foi assassinada.

Tudo por Ela (2021)

Um empreendimento de direção de Ryuichi Hiroki (‘Kabukicho Love Hotel’), ‘Tudo por Ela’ gira em torno de Rei Nagasawa (Kiko Mizuhara) e Nanae Shinoda (Honami Satô). Elas eram amigas de infância que se tornaram amantes. Depois de saber que Nanae foi brutalmente abusada por seu marido, Rei a seduz antes de matá-lo violentamente. As duas mulheres posteriormente fogem juntas, enfrentando o mundo que está empenhado em capturá-las. Hiroki recebeu muitos elogios ao longo dos anos por como ele retrata suas protagonistas femininas. ‘Tudo por Ela’ leva a um nível totalmente novo. Há algumas cenas de sexo no filme, mas todas são feitas com tanto cuidado que cada cena nessas sequências é uma obra de arte.

Dry Martina (2018)

Dry Martina’, do roteirista e diretor Che Sandoval, é uma verdadeira jóia de filme. A personagem homônima parece estar bem além de seu auge – tanto sexualmente quanto como cantora. Ela encontra a superfã Francisca, que afirma ser sua irmã biológica, e o namorado de Francisca, César. Martina seduz César com sucesso e encontra satisfação pela primeira vez em muito tempo. Quando Cesar e Francisca vão embora, Martina não termina nem de longe com o primeiro e prontamente pega um avião para segui-los. O humor em ‘Dry Martina’ oscila entre ser atrevido e profundo, e uma atuação excepcional de Antonella Costa como protagonista permanece com você muito tempo depois que os créditos começam a rolar.

Leia também: 7 cenas de nudez mais INACREDITÁVEIS para ver na Netflix


Aproveite para nos acompanhar nas redes sociais: Facebook, Twitter, Instagram, Youtube e também no Google News.

Quer receber notícias direto no seu celular? Entre para o nosso grupo no WhatsApp ou no canal do Telegram.

Última Notícia
Publicidade

Mais lidas

Mais recentes