Quando Grey’s Anatomy retornar à produção, a realidade na tela vai se parecer muito com a nossa.

A Showrunner Krista Vernoff confirmou anteriormente que o drama médico vai lidar com a pandemia do coronavírus em sua próxima 17ª temporada, e agora a estrela Giacomo Gianniotti ofereceu alguns detalhes novos, embora vagos, de como isso pode ser.

“Vamos começar a temporada com cerca de um mês e meio de COVID, então vai acontecer um pouco além de onde paramos na última temporada“, disse Gianniotti em entrevista ao ET , embora ele tenha notado que ainda não recebeu nenhum script da temporada 17. “Podemos ter alguns flashbacks. Podemos ter algumas coisas das quais estamos nos referindo na temporada passada, apenas para nos dar algum contexto antes de tudo. Mas vamos dar um pequeno salto quando começarmos esta temporada em termos de tempo. Não estamos retomando exatamente de onde paramos.”

A 16ª temporada foi concluída com o episódio 21 como um final improvisado da temporada, com a pandemia encurtando a produção, com quatro episódios adicionais não produzidos. “Acho que temos que reiniciar, não sei até que ponto”, disse Vernoff à EW sobre a próxima temporada. “Certamente não podemos simplesmente filmar o que seria [episódio] 22 e torná-lo a estreia porque não foi projetado para ser uma estreia … Então, com certeza, teremos que reconsiderar muitas coisas.

Na entrevista do ET, Gianniotti também discutiu o potencial de retorno do programa à produção, dizendo que a esperança é começar a filmar a nova temporada em setembro. “Nossos produtores estão tentando implementar rapidamente todos esses protocolos para manter todos seguros. Obviamente, seremos testados várias vezes por semana e meio que separados em zonas. Teremos muito menos pessoal no set, disse o ator, acrescentando que o elenco e a equipe técnica usarão equipamento de proteção individual completo, ou EPI.

“Temos a sorte de poder usar EPI porque brincamos de médico, então, por outros programas que não são do mundo dos médicos, eu realmente sinto por eles porque é um desafio adicional que eles têm que enfrentar”, acrescentou.

Além do assunto oportuno do coronavírus, Gianniotti disse que a temporada 17 também pode abordar os recentes protestos Black Lives Matter que surgiram em todo o país em meio à pandemia. “Estou apenas especulando neste ponto – todos os escritores e produtores disseram que estão realmente interessados ​​em contar as histórias de tudo o que aconteceu com o movimento Black Lives Matter durante esse tempo … Eles estão muito interessados em contar essas histórias às pessoas”, disse ele.

No Brasil, Grey’s Anatomy é exibida no Sony Channel e tem 15 temporadas disponíveis na Netflix.

Fonte: EW

Share This