O ator vencedor do Emmy e indicado ao Oscar Bryan Cranston anunciou que em algum momento nos últimos meses ele contraiu o novo coronavírus, COVID-19. O ator foi ao Instagram para confirmar as notícias e revelar que está doando plasma, já que ainda possui anticorpos do vírus no sangue. Ele fez um vídeo completo do processo on-line explicando o processo de doação de plasma, enquanto o ator também revelou que passava seu tempo assistindo ao filme de 1957, Um Rosto na Multidão.

Você pode assistir ao vídeo abaixo:

“Eu queria anunciar que tive o COVID-19 há pouco tempo”, começa Cranston no vídeo. “Sorte muito boa, sintomas muito leves e então pensei que talvez houvesse algo que eu pudesse fazer. Então, iniciei um programa (no Centro de Sangue e Plasma da UCLA) com tanta esperança que a doação de plasma possa ajudar outras pessoas”.

Na legenda de seu post, ele continuou: “Parece assustador agora que mais de 150.000 americanos estão mortos por causa disso. Eu fui um dos sortudos. Sintomas leves. Conto minhas bênçãos e exorto você a continuar usando a maldita máscara, continue lavando as mãos e permaneça socialmente distante. Podemos prevalecer – mas SOMENTE se seguirmos as regras juntos. Fique bem – fique bem.”

Cranston é a mais recente celebridade a confirmar seu diagnóstico com o vírus, seguindo o indicado ao Oscar Mel Gibson, cujos representantes anunciaram na semana passada que ele foi hospitalizado com o vírus em abril. Outras celebridades notáveis ​​que foram diagnosticadas e recuperadas do coronavírus são Tom Hanks e sua esposa Rita Wilson, além da estrela de Velozes e Furiosos Idris Elba, Daniel Dae Kim de Lost e o desonrado magnata do cinema Harvey Weinstein ( que o pegou enquanto estava cumprindo pena na prisão).

Fonte: ComicBook

Share This