A Netflix disse que os fãs do mundo todo reuniram-se em grande número em “Arremesso Final“, a série documental sobre Michael Jordan e a equipe do Chicago Bulls dos anos 90, lançada originalmente pela ESPN.

A Netflix twittou os números, alegando que 23,8 milhões de famílias fora dos EUA assistiram Arremesso Final nas primeiras quatro semanas no serviço. “23 sempre foi o número da sorte!” disse o streamer, referenciando o número da camisa de Jordan.

Lembrando que a Netflix baseia suas métricas de público divulgadas publicamente com base em quantas contas de membros assistiram a um determinado programa ou filme por um período mínimo de apenas 2 minutos – um cálculo interno que a empresa alega refletir melhor a popularidade do que o tempo médio gasto na visualização, o que é como o mundo da televisão mede a audiência.

No outono de 1997, Michael Jordan e o Chicago Bulls começaram sua busca pelo sexto título da NBA em oito anos. Mas, apesar de tudo o que Jordan alcançou desde sua estréia sensacional 13 anos antes, “O Arremesso Final”, como o técnico Phil Jackson chamou, ficaria sombreado pela tensão no escritório do clube e pela sensação esmagadora de que essa era a última vez que o mundo veria o melhor jogador de todos os tempos, e seus extraordinários companheiros de equipe, em pleno voo.

“Last Dance”, dirigido por Jason Hehir (“Os Cinco Fab”, “Os Ursos de 85”, “André, o Gigante”), apresenta cenas inéditas da temporada 1997-98 do Bulls.

Leave a comment

Share This