Nem só de filmes e séries é feita a Netflix. O serviço de streaming tem vários programas e documentários disponíveis. E o formato do documentário é particularmente especial tendo em vista que são fatos reais e alguns de tão absurdos não faz parece possível que tenha acontecidos.

Então se você é desses que ama um documentário e está procurando alguma coisa pra assistir que vai te deixar de boca aberta, se liga nessas dicas.

Don’t Fuck with the Cats

Don’t Fuck with the Cats é daqueles documentários que vai te deixar de boca aberta se perguntando como uma coisa inicialmente se transformou em algo tão gigante.

Nele, uma figura misteriosa com um capuz verde-escuro mata dois gatinhos e publica o vídeo na internet. A web vai à loucura, e um grupo de detetives amadores online se reúne para encontrá-lo. Em um jogo perigoso de gato e rato, cada clique incentiva o agressor a postar vídeos ainda mais perturbadores, até publicar o vídeo derradeiro. Desta vez, a vítima é humana. 

O doc tem apenas três episódios e é incrivelmente assustador e perturbador.

Bandidos na TV

O Brasil também marca presença em um dos documentários mais inacreditáveis que já assisti. Bandidos na TV conta a história real do apresentador de televisão de Manaus, Wallace Souza, acusado de matar em busca de audiência e usar o próprio programa policial para acobertar seus crimes.  

Os episódios escutam os dois lados da história: o que acredita que Wallace fazia isso mesmo e o lado que nega que o apresentador seria capaz e deixa a cargo do público escolher qual lado é verdadeiro nessa história que ganhou repercussão internacional.

O Caso Gabriel Fernandez

Essa dica é para quem tem estômago forte. ‘O Caso Gabriel Fernandez’ é uma minissérie documental realizada pela Netflix sobre um dos casos mais chocantes, polêmicos e tristes da história dos EUA: a morte do menino Gabriel Fernandez após ter sido abusado e torturado pela própria mãe e pelo namorado, apenas por suspeitar dele ser gay, em 2013. Os episódios são difíceis de serem assistidos por conta da tamanha crueldade que o ser humano é capaz, porém, é uma ótima série investigativa, que mergulha no crime e presta uma linda homenagem à memória da criança. É revoltante, deixa com dor no coração, mas deve agradar quem curte séries sobre crimes reais.

Conversando com um Serial Killer: Ted Bundy

Do mesmo diretor de Ted Bundy: A Irresistível Face do Mal, a série documental “Conversando com um serial killer: Ted Bundy” coloca pela primeira vez sob os holofotes a mente doentia do assassino Ted Bundy. O inquietante documentário apresenta de forma inédita entrevistas assustadoras com o criminoso apelidado de “Jack, o Estripador dos Estados Unidos”. A série documental gira em torno de um homem cuja personalidade, boa aparência e simpatia desafiaram o estereótipo do assassino em série, o que lhe permitiu se esconder à vista de todos enquanto cometia violentos crimes sexuais. Até sua captura, em 1978, Bundy matou mais de 30 mulheres. Durante seu julgamento, ele recebeu demonstrações de adoração por parte de mulheres americanas, o que tornou os crimes ainda mais perturbadores.

Wild Wild Country

Pra terminar, vamos de uma história americana quase esquecida. Wild Wild Country acompanha o guru mais polêmico do mundo que constrói uma cidade utópica no deserto do Oregon e acaba arrumando um grande conflito com os fazendeiros locais. O resultado é o primeiro ataque bioterrorista na história americana, o maior caso de grampos ilegais já registrado e a maior coleção do mundo de carros Rolls-Royce. Em seis episódios, a série traz para o público esse momento crucial e quase esquecido da história dos Estados Unidos, em que a tolerância pela separação entre Igreja e Estado foi intensamente testada. Wild Wild Country é uma trama tão maluca que mesmo vendo é difícil de acreditar.

Share This