Uma das coisas mais legais da Netflix é o fato de podermos ter acesso a conteúdos produzidos em vários outros países além do modelo americano e britânico que sempre conhecemos. E sem dúvida, o que tem feito mais sucesso entre os brasileiros são as séries espanholas, que tem sempre um modelo muito viciante e histórias que prendem o público. 

Então hoje eu vou listar cinco séries espanholas que estão na Netflix, original ou não, algumas talvez você já tenha assistido, outras possivelmente irá conhecer agora e já vai correr pra maratonar, quer ver?

1 – Toy Boy 

Vou começar a lista pelo mais recente sucesso que estreou na plataforma: Toy Boy. A série que está há uma semana no topo dos mais vistos da Netflix no Brasil e conta a história de Hugo Beltrán, um jovem stripper que é bonito e despreocupado. Uma manhã ele acorda em um veleiro, depois de uma noite de festas e excessos, ao lado do cadáver queimado de um homem. O morto em questão é o marido de Macarena Medina, sua amante. Ela é uma mulher madura e poderosa com quem ele manteve um relacionamento sexual tórrido de alta tensão sexual.

Hugo não se lembra de nada que aconteceu na noite do crime, mas tem certeza de que não é o assassino. Porém, ele acaba sendo incriminado e após um rápido julgamento, ele é condenado a quinze anos de prisão.

Sete anos depois, na prisão, ele recebe a visita de Triana Marín (María Pedraza), uma jovem advogada que, em nome de um importante escritório de advocacia, se oferece para ajudá-lo, reabrindo o caso e tentando provar sua inocência em um novo julgamento. Embora Hugo desconfie da oferta, Triana obtém a anulação da sentença e sai da prisão, em liberdade condicional. Além disso, ele ganha a oportunidade de um novo julgamento no qual eles terão que provar sua inocência.

A partir deste momento, Triana e Hugo terão que trabalhar juntos para tentar desvendar uma trama complexa que levou uma pessoa inocente para a cadeia. Um relacionamento que não será fácil, pois pertence a mundos diametralmente opostos; Ela é advogada com um futuro promissor, trabalhadora, responsável e brilhante. Ele, um mestre da noite, um expressionista e considerado um assassino em todo o mundo, exceto por si mesmo.

A primeira temporada tem 13 episódios de um pouco mais de 1 hora. A série é do canal Antena 3, e ainda não se sabe se vai ter uma segunda temporada. Bora torcer né! 

2- La Casa de Papel

La Casa de Papel talvez seja a mais conhecida da lista, devido o seu estrondoso sucesso quando estreou na Netflix em 2018. O sucesso foi tão grande que a Netflix comprou os direitos do canal Antena 3 e produziu novas temporadas. 

A história pra quem ainda não conhece, é sobre um grupo de assaltantes que planejam um assalto grandioso: roubar a Casa da Moeda da Espanha (somente!). 

Não sei ao certo qual a fórmula que fez com que La casa de Papel fizesse tanto sucesso, mas posso destacar a montagem que sempre consegue terminar os episódios nos ápices dos ganchos, e o roteiro que consegue fluir sem deixar lacuna alguma. 

A quarta temporada está a caminho e chega em abril e há rumores que a série chegará até a sexta temporada.

3- Elite

Já que o sucesso de La Casa de Papel foi grande, por que não utilizar alguns atores para atrair um público em uma nova série? Deu certo! Elite é outro grande sucesso espanhol na Netflix e está chegando na sua terceira temporada este mês. 

Se você ama tramas de assassinatos misturado com drama adolescente, Elite é pra você! A série se passa no colégio Las Encinas, onde após um desastre alunos de uma escola pública ganham bolsa para estudar lá. 

A partir daí, além das disputas, namoros, drogas, um assassinato ocorre e todos são suspeitos. Também é uma trama que te envolve até o final, que diga-se de passagem, é extremamente inesperado.

A série conta com María Pedraza, Miguel Herrán e Jaime Lorente, de La Casa de Papel.

4- As Telefonistas

A próxima série da lista é a primeira original Netflix da Espanha, As Telefonistas. 

A série se passa em Madri, em 1928. Quando a companhia nacional de telefonia abre sua central na cidade, centenas de garotas se inscrevem para trabalhar como “telefonistas” no único lugar que representa progresso e modernidade para as mulheres da época. Quatro jovens de históricos diferentes conseguem uma vaga, embarcando em uma jornada repleta de ciúme, inveja, traição, amizade, romance e ambição.

A série é bastante girl power, cheia de empoderamento feminino, sororidade, e é bastante atual e importante para os nossos dias. 

As Telefonistas tem cinco temporadas e encerrou este ano. Já tá tudo lá na Netflix! 

5- Vis a Vis

E finalizando a lista temos Vis a Vis, uma espécie de Orange is the New Black espanhola. 

A série de quatro temporadas que foi distribuída internacionalmente pela Netflix segue as desventuras de Macarena Ferreiro, uma jovem ingênua que se apaixonou pelo patrão e agora está presa por causa dele. Acusada de cometer quatro crimes fiscais, ela precisa enfrentar o choque emocional que é estar na cadeia, enquanto sua família procura um jeito de pagar a fiança e libertá-la da Penitenciária de Cruz del Sur.

O elenco também é familiar com o de La Casa de Papel, com atrizes como a Alba Flores, a Nairobi e Najwa Nimri, a delegada Sierra da terceira temporada. Maggie Civantos, de As telefonistas é a protagonista de Vis a Vis. 

Quando eu falei que parece com Orange is the New black, é porque temos o mesmo contexto de prisão e algumas tramas parecidas de tentativas de fuga, romances, personagens secundários com histórias relevantes, etc.

Ah Lúcio, pra que eu vou assistir essa série então se já assisti Orange is the New Black? Porque é boa e viciante! 

A série vai ganhar um spinoff chamado El Oasis que deve estrear ainda este ano.

Share This