Star Wars: The Mandalorian no Disney + introduziu um novo personagem que os fãs adotaram para chamar de “Baby Yoda”. Não sabemos a origem da criança, mas sua inclusão na série sugere que os fãs aprenderão mais sobre a misteriosa espécie alienígena de Yoda do que nunca antes. Os assinantes do Disney + podem estar entrando no The Mandalorian sem saber muito sobre o cânone estendido de Star Wars. Esses telespectadores podem estar se perguntando qual é o grande problema desse personagem que deixa os fãs tão animados, além de adoráveis. Para aqueles que buscam iluminação, aqui está o que sabemos sobre as espécies de Yoda até o momento.

A coisa mais importante a saber sobre as espécies de Yoda é que não sabemos quase nada sobre elas. Até o momento, o “bebê Yoda” é o terceiro membro da espécie a aparecer no cânon. O mais proeminente é, como você pode esperar, Yoda. Yoda viveu 900 anos. Ele se tornou grão-mestre da ordem Jedi. Ele assistiu a República Galáctica cair, o expurgo dos Jedi, a ascensão do Império Galáctico e o retorno dos Jedi em Luke Skywalker. Outros respeitavam Yoda por sua sabedoria e por sua intensa conexão com a Força, que era forte até para um Jedi.

A Ameaça Fantasma introduziu um membro feminino da espécie de Yoda chamado Yaddle. Star Wars revelou pouco sobre o Yaddle. Nos bastidores, ela foi uma tentativa inicial de projetar o jovem Yoda reaproveitado como um novo personagem. No cânone, ela era membro do Conselho Jedi na época da Ameaça Fantasma, mas não fazia mais parte do conselho quando ocorreu o Ataque dos Clones. O fato de ela estar no conselho sugere que Yaddle, como Yoda, possuía uma forte conexão com a Força.

“Baby Yoda” nos diz mais sobre a espécie. Com 50 anos de idade, ele confirma que a espécie envelhece em um ritmo mais lento que o dos humanos, em vez de amadurecer em um ritmo semelhante e depois viver uma vida adulta prolongada. Apesar de ser criança, o “bebê Yoda” já exibe os poderes da Força à vontade, embora a tensão pareça esgotar a criança. Isso sugere que os membros das espécies nascem com o tipo de consciência da Força em que outras espécies crescem.

Isso pressupõe que o “bebê Yoda” seja um membro natural da espécie. Há especulações de que ele seja um clone de Yoda ou que alguém o criou através da ciência. Se for esse o caso, uma forte conexão inicial com a Força pode ser um presente exclusivo para Yoda, ou o resultado da engenharia genética.

Vamos continuar acompanhando para ver o que descobriremos sobre a raça.

Fonte: ComicBook

Share This