Quando e onde se passa ‘Garotos Detetives Mortos’? Entenda a timeline da nova série da Netflix

Publicidadespot_img

Edwin Payne e Charles Rowland estão no centro de ‘Garotos Detetives Mortos‘ da Netflix, administrando a agência titular para resolver os casos que não seriam possíveis de resolver sem o conhecimento íntimo do sobrenatural.

Para Edwin e Charles, serem fantasmas que morreram décadas atrás é bastante útil quando eles chegam ao fundo de um caso paranormal após o outro. Embora eles comecem tendo apenas um ao outro como apoio, sua equipe cresce lentamente, incluindo pessoas inesperadas de quem se tornam amigos ao longo do caminho.

Embora os casos atuais sejam de extrema prioridade, Edwin e Charles também são assombrados por seus passados, marcando o período e estabelecendo um importante ponto de virada na história.

ALERTA DE SPOILERS!

Port Townsend serve como local principal para Garotos Detetives Mortos

Crédito da imagem: Ed Araquel/Netflix

A história de Edwin e Charles começa na Inglaterra, onde estudam em um internato chamado St. Hilarion’s. Ao morrerem na escola, logo descobrem que não estão estritamente apegados ao local. Ser um fantasma lhes dá a liberdade de ir aonde quiserem, quando quiserem, sem se preocupar com nada. Não é apenas a capacidade de atravessar paredes que os ajuda a chegar a lugares. Eles também têm um poder especial, exercido principalmente por Edwin, de usar um espelho como método preferido de viagem, o que significa que podem ir a qualquer lugar do mundo, desde que haja um espelho ao redor.

A dupla muda-se para a América, especificamente para a cidade de Port Townsend, no primeiro episódio enquanto persegue o caso do desaparecimento de uma jovem. Eles não esperam ficar na cidade por muito tempo, mas então, um erro lhes custa a liberdade de se movimentar e eles ficam presos na cidade. Os limites às suas viagens não contribuem em nada para diminuir a sua carga de trabalho, pois continuam a ser bombardeados com um caso após outro, com dezenas de sobras. Além dos casos, eles se mantêm ocupados com algumas outras coisas, Edwin em particular, e isso os torna ainda mais familiarizados com Port Townsend.

Garotos Detetives Mortos traz uma visão contemporânea da história

Crédito da imagem: Ed Araquel/Netflix

Neil Gaiman concebeu a história de Edwin e Charles em 1991, no enredo de Temporada de Brumas de ‘Sandman’. Os personagens reapareceram em 1993, e somente em 2001 é que receberam sua própria minissérie.

Nos quadrinhos, Edwin morre em 1916, passa setenta anos no Inferno após ser sacrificado a um demônio e depois retorna à Terra em 1990, quando Charles Rowland morre. A série da Netflix também segue a mesma linha do tempo para os personagens. Porém, em vez de fazer o tour de volta a 2001 ou ao início dos anos 1990, a série da Netflix traz a dupla em 2024, em um mundo contemporâneo que oferece tantas oportunidades quanto desafios.

A série vai e volta no tempo para permitir ao público uma visão do passado dos protagonistas, dando-nos uma noção de onde eles vêm e quais intenções os movem. O ajuste do cenário acrescenta três décadas à amizade de Edwin e Charles, dando-lhe mais profundidade e significado. Também aumenta o que está em jogo para que o público saiba o quanto terá a perder se se separar ou se um deixar o outro.

O cenário de Port Townsend também contribui para o charme do show, com vários personagens adicionais expandindo o mundo de ‘Garotos Detetives Mortos’. No entanto, apesar de seus cenários contemporâneos, a série mantém um toque gótico e depende mais de ferramentas sobrenaturais para realizar o trabalho do que da tecnologia atual, que não apenas aproxima a história e os personagens do público, mas também mantém o tom e a vibração geral de as histórias em quadrinhos.

LEIA TAMBÉM: Qual foi a primeira cena pós-créditos do Universo Cinematográfico Marvel? Relembre aqui


Aproveite para nos acompanhar nas redes sociais: Facebook, Twitter, Instagram, Youtube e também no Google News

Quer receber notícias direto no seu celular? Entre para o nosso grupo no WhatsApp ou no canal do Telegram.

Última Notícia

Mais recentes

Publicidade

Você também pode gostar: