Mea Culpa | Mea e Zyair ficam juntos no final? Entenda

Publicidade

Do escritor, diretor e produtor Tyler Perry chega ‘Mea Culpa‘, uma história de intriga e crime, repleta de enganos e desenvolvimentos inesperadamente entrelaçados, destinados a manter os espectadores tensos. O filme gira em torno de Mea Harper, interpretada por Kelly Rowland, uma advogada de defesa que assume um notório caso envolvendo o artista Zyair Malloy, acusado de assassinar sua namorada. Harper desvenda revelações chocantes no caminho enquanto luta contra um casamento instável e seus próprios desejos.

O filme investiga profundamente os esquemas dos influentes e sacode o público com movimentos narrativos interligados e imprevistos. ‘Mea Culpa‘ escolhe a dedo tropos do gênero de suspense jurídico e os transforma em um longa digno de aclamação. Embora o filme pretenda responder à maioria das dúvidas dos espectadores, a incerteza paira sobre a complicada relação entre Mea e Zyair.

ALERTA DE SPOILERS!

Mea e Zyair seguem caminhos separados no final de Mea Culpa

Cortesia de imagem: Netflix

Mea e Zyair não acabam juntos. O filme apresenta Zyair Malloy como um artista talentoso com uma história de engano e mulherengo. Quando o filme começa, seu caso e suas ações já chegaram aos meios de comunicação. Suas ações causaram grande alvoroço entre os ativistas, que querem vê-lo atrás das grades. Zyair vai até o escritório de Mea e tenta convencê-la a aceitar seu caso, mas inicialmente Mea rejeita.

Com o tempo, Mea revê suas opções, que são fortemente influenciadas pelas finanças e pela constante condescendência da família de seu marido Cal. Um ataque de raiva contra eles atinge Mea, e ela decide assumir o caso. No entanto, o irmão de Cal, Raymond, está do lado oposto, processando Zyair. Apesar de dizer a Zyair para se encontrar em seu escritório, ele a convence a conduzir o interrogatório em seu loft, onde mora e trabalha. Ele afirma que a mídia está monitorando cada movimento seu e que uma reunião em seu loft seria o melhor.

Mea concorda hesitantemente. A dupla se reúne diversas vezes em seu loft, onde Mea o questiona e seu paradeiro na hora do assassinato. De acordo com o investigador particular de Mea, Zyair está na verdade dizendo a verdade ao negar que esteve envolvido no assassinato. Todas as evidências concordam com a acusação de que Zyair é de fato o assassino. À medida que Mea se aprofunda, Zyair tenta estender a mão em amizade, o que Mea rejeita. No entanto, para fazê-lo se abrir, ela deve fazer o mesmo. Mea obedece e a dupla se aproxima. Zyair eventualmente admite que está muito atraído por Mea, mas Mea imediatamente o rejeita.

Os traços mulherengos de Zyair ficam evidentes aqui quando ele pede a Mea para acompanhá-lo ao que parece ser um clube de sexo. O filme dá a entender que Zyair acabou usando um dos serviços do clube de sexo. Enquanto isso, Cal tenta consertar as coisas com Mea, prometendo que a situação deles vai melhorar com o tempo. Conforme a história avança, Zyair tenta seduzir Mea, mas, mais uma vez, ela não quer ter nada a ver com isso.

Ao sair do loft, seu investigador particular lhe envia uma imagem de Cal com Jenna, amiga de Cal. Ele supostamente está traindo Mea com essa mulher. Enfurecida com isso, Mea ignora todas as regras de relacionamento entre advogados e clientes e permite que Zyair a seduza. Eles acabam dormindo juntos. Zyair adquiriu outra tela (Mea) para pintar. Ele pinta um retrato de Mea e o pendura diretamente sobre a cama.

Cortesia de imagem: Netflix

Cheia de culpa, ela retorna no dia seguinte ao escritório, onde Cal a espera. Ele está preocupado com Mea e seu paradeiro. Ele explica que toda a família estava no quarto do hotel porque a mãe de Cal, que sofre de câncer, não se sentia bem e precisava ficar perto do hospital. Cal está chateado por ela não estar reconhecendo os esforços de Cal no casamento, o que deixa Mea ainda mais magoada e culpada. Mea então decide se livrar do caso de Zyair e oferece a ele outro advogado que pode cuidar do caso. Zyair, é claro, só quer Mea e a convence a ficar por aqui.

Para obter mais informações sobre o caso, Mea conhece Renee, uma mulher que ajudou Zyair em seus primeiros dias e agora o ajuda a vender seu trabalho. Ela revela que Zyair também teve relações com ela, mas depois, ao perder o interesse, deixou de se importar. Renee usa a analogia de Zyair sendo uma cobra que não machuca suas vítimas quando as persegue. Ela era, nas palavras dela, apenas mais uma tela para ele pintar. Mea volta para seu loft, apenas para descobrir várias pinturas escondidas sob seu retrato das inúmeras mulheres com quem Zyair dormiu. Enfurecida com isso, ela sai apenas para Zyair revelar que está apaixonado por ela.

Até agora, Zyair foi retratado como um mulherengo absoluto que simplesmente não se cansa, e a maioria das evidências encontradas apontavam para ele como o assassino. No entanto, as coisas são bem diferentes à medida que a história se desenrola. Bem no final, vemos Zyair sair do tribunal como um homem livre. Ele se dirige à mídia, dizendo que tudo é culpa de Mea. Ele é um homem livre por causa dela. Mea é vista nas proximidades da quadra e recebe uma mensagem de Zyair agradecendo e perguntando se eles podem se encontrar. Mea não quer nada com aquele homem e joga o telefone na lata de lixo.

O filme implica claramente que Mea e Zyair não acabam juntos, apesar de sua tentativa de reacender um relacionamento potencial. Ela está traumatizada pelo desastre que acaba de ocorrer em sua vida e quer ficar longe de qualquer outro caos, incluindo Zyair. O celular de Mea é a menor de suas preocupações, pois ela o descarta sem a menor hesitação. Mea está tentando seguir em frente com sua vida e ficar longe de qualquer relacionamento atualmente, considerando que foram os relacionamentos que quase a mataram.

A história de Mea é uma história de confiança que foi constantemente quebrada, mesmo por algumas das pessoas mais próximas a ela. Ironicamente, por mais notório que Zyair seja, ele é uma das poucas pessoas que realmente não fez nada com Mea. No entanto, isso não indica que Mea o aceitará de volta tão cedo. Isso está claramente implícito no filme. Considerando todos os problemas, Mea provavelmente reservou outro voo para fugir de toda essa bagunça e desfrutar de férias longas e merecidas.

Leia também:

Última Notícia

Mais recentes

Publicidade

Você também pode gostar: