A Freira 2 ultrapassa Sobrenatural 5 e se torna o MAIOR terror do ano

Publicidade

Sucesso! A sequência A Freira 2 conseguiu ultrapassar a marca dos US$ 200 milhões nas bilheterias mundiais. O longa superou a arrecadação total de Sobrenatural: A Porta Vermelha (US$188.4M), tornando-se o maior terror do ano.

Nos EUA, o filme arrecadou US$ 69.2 milhões. No mercado internacional, foram US$ 135 milhões – totalizando uma arrecadação global de US$ 204.2 milhões.

Para termos de comparação, A Freira 2 já superou a bilheteria global de A Maldição da Chorona (US$123.1M), e deve ultrapassar a arrecadação de Invocação do Mal 3: A Ordem do Demônio (US$206.4M) e Annabelle 3: De Volta Para Casa (US$231.2M) nas próximas semanas.

Leia também: Crítica | A Freira 2 – A redenção da franquia em sequência divina

Sobre A Freira 2

É o ano de 1956, na França. Um padre é assassinado. Um mal está se espalhando. A sequência do grande sucesso mundial acompanha a Irmã Irene quando ela mais uma vez fica cara a cara com Valak, a freira demoníaca.

Taissa Farmiga (“A Freira”, série “The Gilded Age”) retorna ao papel da Irmã Irene, acompanhada por Jonas Bloquet (“Tirailleurs”, “A Freira”), Storm Reid (série “The Last of Us”, “O Esquadrão Suicida”), Anna Popplewell (trilogia “Fairytale”, trilogia “As Crônicas de Nárnia”), e Bonnie Aarons(reprisando seu papel de “A Freira”), ao lado de um elenco de estrelas internacionais.

Michael Chaves (“Invocação do Mal 3: A Ordem do Demônio”) dirige A Freira 2, a partir do roteiro de Ian Goldberg & Richard Naing (“Eli”, “A Autópsia”) e Akela Cooper (“M3GAN”, “Maligno”), e argumento de Akela Cooper, baseado nos personagens criados por James Wan e Gary Dauberman.

O filme já está em cartaz nos cinemas brasileiros.

Leia também:


Aproveite para nos acompanhar nas redes sociais: FacebookTwitterInstagramYoutube e também no Google News.

Quer receber notícias direto no seu celular? Entre para o nosso grupo no WhatsApp ou no canal do Telegram.

Última Notícia

Mais recentes

Publicidade

Você também pode gostar: