Relembre a TRÁGICA morte de Brandon Lee no set de O Corvo

Publicidade

Nesta madrugada de quinta para sexta (22), o mundo ficou chocado com a trágica morte da diretora de fotografia Halyna Hutchins no set do drama Rust após um disparo acidental de uma arma (que era para ser cenográfica) pelo ator Alec Baldwin. Ela foi atingida no abdômen e não resistiu ao ferimento. Porém, essa tragédia já aconteceu antes e também ceifou a vida de um dos maiores astros da época: Brandon Lee, filho do icônico Bruce Lee, que foi morto da mesma forma no set do terror O Corvo, em 1993.

Relembre o caso:

A arma que matou Lee em uma das cenas do filme no dia 31 de março de 1993 foi disparada pelo também ator Michael Masse, que deveria dar um tiro de festim no peito do personagem, o disparo foi fatal. O acidente abalou tanto Masse que o ator fez uma pausa na carreira de um ano. E, para finalizar o longa, foi usado um dublê e também efeitos especiais de substituição facial usando o rosto de Brandon Lee.

A cena fatal ocorreu durante o flashback do personagem Eric Draven, quando este entra em seu apartamento e descobre que sua noiva está sendo espancada e estuprada por bandidos.

É de procedimento comum em filmagens envolvendo tiros a utilização de armas de verdade, porém, essas são equipadas com festim, que são cartuchos sem projétil contendo duas vezes mais pólvora que uma munição normal para causar explosão e barulho.

Em uma cena anterior, a arma que foi utilizada em Lee precisou ser carregada com munição de verdade para que a cena de tiro tivesse mais realidade, porém, um dos projéteis ficou preso no cano do revólver e aparentemente não foi percebido, mesmo após a limpeza da arma e o novo carregamento com balas de festim.

Brandon Lee tinha apenas 28 anos de idade.

Sobre a morte de Hutchins:

A diretora de fotografia Halyna Hutchins, que trabalhava nas filmagens do faroeste Rust, morreu após ser ferida pelo disparo acidental de uma arma cenográfica usada pelo astro Alec Baldwin.

O ator produz e estrela o filme, escrito e dirigido pelo diretor estreante Joel Souza. Segundo a Variety, que confirmou as informações com o Departamento do Xerife de Santa Fe, nos Estados Unidos, Souza também foi ferido pelo disparo.

O trágico incidente aconteceu nesta quinta-feira (21), durante filmagens que aconteciam no Rancho de Bonanza Creek, ao sul de Santa Fe. Hutchins, que tinha 42 anos, foi socorrida por helicóptero e levada ao hospital da Universidade do Novo México, em Albuquerque, onde morreu. Souza, de 48 anos, foi levado de ambulância ao centro médico St. Vincent, em Santa Fe, onde recebeu atendimento e se recupera das lesões deixadas pelo disparo.

Segundo o relato policial, não há dúvidas que o que atingiu tanto Hutchins quanto Souza partiu da arma cenográfica usada por Baldwin nas filmagens. Ambos “foram baleados quando uma arma cenográfica foi disparada por Alec Baldwin, de 68 anos, produtor e ator”, afirmou o departamento do xerife. Ainda segundo as autoridades, o caso permanece sob “investigação aberta”, mas ninguém foi preso e nenhuma queixa foi registrada.


Já conhece nosso canal do YouTube? Lá tem vídeo quase todo dia. Se inscreve! Dá uma olhada no nosso vídeo mais recente:

Aproveite para nos acompanhar nas redes sociais: Facebook, Twitter, Instagram, Youtube e também no Google News.

Quer receber notícias direto no seu celular? Entre para o nosso grupo no WhatsApp ou no canal do Telegram.

xxx
Última Notícia
Publicidade

Mais lidas

Mais recentes