‘Slender Man’ é baseado em fatos? Conheça a BIZARRA lenda urbana por trás do filme

Chegou ao catálogo da Netflix o terror Slender Man: Pesadelo sem Rosto, estrelado pela jovem Joey King (Barraca do Beijo). O filme está em alta na plataforma e muita gente quer saber o que diabos é a lenda urbana que serviu de inspiração para história.

Leia a nossa crítica de Slender Man: Pesadelo sem Rosto!

Se você viveu na internet nos últimos anos, já deve ter ouvido falar sobre a lenda do Homem Esguio e como tem assombrado pessoas mundo afora. Aqui vamos contar tudo sobre essa história sinistra e bizarra.

Slender Man é real ou falso?

O Homem Esguio é frequentemente descrito como um monstro semi-humano magro, sem rosto, com 2,5 metros de altura e tentáculos que persegue as pessoas, principalmente crianças, que sequestra, mata ou traumatiza profundamente. Algumas de suas ações malignas são realizadas por meio de “proxies”, que são servos humanos com os quais Slender Man se comunica telepaticamente. As duas meninas de 12 anos que realizaram o famoso caso do esfaqueamento em 2014 em Wisconsin alegaram que estavam agindo à mando da criatura. Mas já vamos chegar lá!

A realidade é que o personagem e a lenda do Slender Man são fictícios. Nada mais é do que um bicho-papão para a era da Internet. As origens do Slender Man podem ser rastreadas até um meme creepypasta da Internet de 2009. O termo creepypasta é uma junção das palavras “creepy” e “copypasta”, com a última cunhada em 2006 no site imageboard 4chan. Um copypasta é um bloco de texto que foi copiado e colado na Internet. Portanto, um creepypasta é basicamente uma versão assustadora de um copypasta ou, para ser mais preciso, uma história assustadora curta e prontamente disponível que as pessoas copiam e colam na web.

Quem criou o Slender Man?

O meme creepypasta da Internet, conhecido como The Slender Man, apareceu pela primeira vez em 10 de junho de 2009 neste tópico nos fóruns do site de comédia Something Awful. Foi postado pelo usuário Eric Knudsen, então com 28 anos, que atende pelo pseudônimo “Victor Surge” nos fóruns. Ele estava respondendo a um tópico que desafiava os usuários a um concurso de Photoshop, pedindo-lhes que “criassem imagens paranormais”. 

Knudsen contribuiu com duas imagens em preto e branco. As imagens mostram grupos de crianças brincando. Entre as crianças, Knudsen acrescentou uma figura alta, magra e sem rosto vestida com um terno preto. Ao contrário da maioria dos colaboradores anteriores do tópico, Knudsen incluiu legendas em suas fotos do Slender Man.

Outros membros do fórum adicionaram suas próprias fotos e textos fictícios do Slender Man, expandindo a história de Knudsen. Em pouco tempo, a lenda do Slender Man se tornou viral e deu origem a fanart, cosplay e mais creepypasta. Uma miríade de contos de ficção emergiu de vários autores, todos sustentando o mesmo tema narrativo. Nesse ponto, a criação de Eric Knudsen já havia tomado grandes proporções.

O filme Slender Man: Pesadelo sem Rosto é uma história verdadeira?

Não. Como o próprio monstro sobrenatural, o filme de 2018 não é baseado em uma história verdadeira. O roteiro de David Birke é uma obra de ficção inspirada na lenda do Slender Man. Os assassinatos do Slender Man no filme não foram baseados no caso do esfaqueamento de 2014, nem o filme faz referência ao incidente. 

No entanto, o pai de Anissa Weier, uma das agressoras no esfaqueamento, chamou o filme de terror de “extremamente desagradável”, dizendo que o filme está “popularizando uma tragédia”. Ele iniciou uma petição online para pedir à Sony que retirasse o filme do cronograma de lançamento, mas isso acabou não sendo atendido e o filme chegou aos cinemas no meio dessa polêmica.

Até onde vai a história fictícia do Slender Man?

Aqueles que foram levados a acreditar que Slender Man é real às vezes apontam para “evidências” de que os avistamentos de Slender Man datam da Alemanha do século 16. Frequentemente, eles se referem à xilogravura que retrata o chamado “Homem alto” (Der Großmann), que tem como braço uma lança ossuda e pernas como as de uma aranha. Segundo a história espalhada na Internet, ele era uma fada que vivia na Floresta Negra e perseguia crianças más que se arrastavam para a floresta à noite.

Uma pequena pesquisa revela que a imagem foi adulterada. Na verdade, é uma impressão de uma xilogravura de Hans Holbein do século 16 que mostra um esqueleto de duas pernas dirigindo uma lança em um cavaleiro. A impressão original pode ser encontrada na National Gallery of Art em Washington, DC

Houve algum assassinato inspirado no Slender Man?

Não. Os assassinatos do Slender Man no filme de 2018 são fictícios e não estão de forma alguma vinculados a eventos reais. No entanto, houve uma tentativa de homicídio ligada à ficção do Slender Man. Ocorreu em Waukesha, Wisconsin, em 31 de maio de 2014. Duas meninas de 12 anos, Anissa Weier e Morgan Geyser, esfaquearam sua amiga Payton Leutner 19 vezes depois de atraí-la para a floresta e segurá-la durante um jogo de esconde-esconde. Elas disseram à polícia que fizeram isso pois o Slender Man havia mandado.

Elas usaram uma faca de cozinha de 12 centímetros de comprimento, esfaqueando Payton nas pernas, braços e torso. Duas das punhaladas atingiram órgãos importantes, com uma penetrando seu coração e perdendo uma artéria por menos de um milímetro. “Se a faca tivesse passado a largura de um fio de cabelo humano, ela não teria sobrevivido”, disse o cirurgião cardiotorácico, Dr. John Keleman, que operou Payton. O outro golpe perfurou seu diafragma, cortando seu estômago e fígado. Para salvar sua própria vida depois que Anissa e Morgan a deixaram para morrer, Payton rastejou da floresta para um caminho estreito onde um ciclista a encontrou. Ela ficou em cirurgia por seis horas. A Dra. Keleman teve que abrir o peito para salvar sua vida.

A polícia alcançou Anissa e Morgan perto de uma rampa interestadual. Elas disseram aos policiais que estavam a caminho de encontrar a mansão de Slender Man para morar lá com ele. Elas explicaram que acreditavam que Slender Man era real, e que cometer o assassinato era a única maneira de cair em suas boas graças. Peyton passou seis dias no hospital e demorou semanas antes que ela pudesse respirar sozinha. No início do novo ano escolar, ela havia se recuperado fisicamente. Em 2017, Anissa e Morgan se declararam culpados. 

Ambos foram considerados inocentes por motivo de doença ou defeito mental e foram condenados ao confinamento em uma instituição psiquiátrica por pelo menos três anos, seguido de supervisão comunitária por várias décadas. O caso de tentativa de homicídio foi relatado no documentário da HBO de 2016, Cuidado com o Slenderman – disponível na HBO Max.

Slender Man: Pesadelo sem Rosto já está disponível na Netflix.

Já conhece nosso canal do YouTube? Lá tem vídeo quase todo dia. Se inscreve! Dá uma olhada no nosso vídeo mais recente:

Aproveite para nos acompanhar nas redes sociais: Facebook, Twitter, Instagram, Youtube e também no Google News.

Quer receber notícias direto no seu celular? Entre para o nosso canal no Telegram.

Últimas Notícias
#Crítica | O Menino Que Matou Meus Pais #Crítica | A Menina Que Matou os Pais Curiosidades La Casa de Papel Atores e atrizes de tv mais bem pagos Atores e atrizes de Hollywood mais bem pagos