A cineasta da franquia Mulher-MaravilhaPatty Jenkins, elogia o diretor do Marvel Studios, Taika Waititi, e chamou Thor: Ragnarok de “um dos melhores filmes da Marvel de todos os tempos”. 

Jenkins, que foi anexada para dirigir Thor: Mundo Sombrio para a Marvel antes de Mulher-Maravilha para DC e Warner Bros., saiu em seguida da sequência de Thor por diferenças criativas. Depois que o capítulo do meio dirigido por Alan Taylor se tornou o filme com pior avaliação do MCU – ate mesmo fazendo o protagonista Chris Hemsworth ficar entediado com o papel – a Marvel Studios revigorou sua franquia Thor com o colorido e bem humorado Ragnarok de Waititi.

[Ragnarok] foi um filme tão bom. Na verdade, estou muito grato por Thor ter encontrado Taika porque Taika é o mais gênio de Thor de todos os tempos. É incrível”, disse a diretora no podcast WTF with Marc Maron quando a conversa voltou-se para seu quase-feito filme da Marvel. “Thor: Ragnarok é um dos melhores filmes da Marvel de todos os tempos, é tão bom. Esse filme é pura alegria e tão bem executado. … Não vai importar [se você não curte filmes de super-heróis]. Taika é um ótimo cineasta, e ele acabou de fazer um ótimo filme.”

Jenkins foi contratada para Thor 2 quando houve dúvidas de que ela dirigiria Mulher-Maravilha, que se tornaria seu primeiro longa-metragem desde Monster, de 2003.

“Era apenas algo que eu queria, eu queria fazer um grande filme de super-heróis, e comecei a dizer isso logo depois de Monster. As pessoas ficaram confusas com [isso]”, disse Jenkins a Maron. “Eu tenho todo filme de mulher, uma história sobre mulheres que blá blá blá. Eu quero fazer filmes sobre mulheres, mas não quero fazer filmes sobre ser mulher. Isso é tão chato (risos). Eu quero fazer filmes sobre mulheres fazendo todos os tipos de coisas.”

Patty Jenkins continuou: “Então as pessoas ficaram meio confusas, mas espalhou-se que eu queria fazer um filme de super-herói. E para crédito da Marvel, [eles me contrataram] em um filme que não exigia nenhuma mulher, então eu sempre fui muito grato a eles, embora não tenha dado certo.”

Questionado sobre por que Thor 2 não deu certo, Jenkins disse: “Eles queriam fazer uma história que eu pensei que não teria sucesso e eu sabia que não poderia ser eu. Não poderia ser eu que isso aconteceu. Eu estava tipo, se eles contratassem qualquer cara para fazer isso, não seria grande coisa. Mas eu sabia no meu coração que não poderia fazer um bom filme com a história que eles queriam fazer.”

Waititi retorna ao Universo Cinematográfico Marvel com Thor: Love and Thunder, que entrega o martelo Mjolnir – e o grande poder do Deus do Trovão – para Jane Foster (Natalie Portman). Tessa Thompson retorna como Valquíria, Chris Pratt como Senhor das Estrelas, Vin Diesel como Groot, e o estreante na franquia Marvel Christian Bale como Gorr, o Carniceiro.

Fonte: ComicBook

Melhores Filmes da Netflix em 2021 Melhores séries Rua do Medo: 1666 – PARTE 3 – Final #Crítica Atypical Interrompemos a Programação