Segundo um novo estudo da CompariTech, o Brasil tem a segunda maior base de assinantes e a terceiro maior receita da Netflix. O estudo mostra que o serviço de streaming tem 16 milhões de assinantes no Brasil, ficando atrás apenas dos Estados Unidos (63 milhões). A quantidade representa quase que metade dos assinantes de toda a América Latina.

As projeções consideram os resultados do primeiro trimestre, divulgados pela empresa em abril, e a receita mensal média de cada região para, assim, estimar o número de assinantes e a receita de 20 países analisados.

Em termos de receita total, o Brasil figura em terceiro lugar com US$ 395,7 milhões, atrás do Reino Unido (US$ 460 milhões), e dos Estados Unidos (US$ 2,4 bilhões)

Comparando com o resultado dos dois últimos anos, o maior crescimento de receita por região veio da Ásia e Pacífico (15,67%), que também teve uma alta de 22,19% no número de assinantes; em seguida vem a Europa, Oriente Médio e África (10,3%) e América Latina (6,31%).

Share This