Com as novas regras, que tornam filmes em streaming elegíveis aos prêmios, a corrida ao Oscar 2021 já começou e alguns ótimos filmes já se destacam como fortes concorrentes. Separamos uma lista com 13 títulos que ainda vão dar muito o que falar. Confira:

1 – Crip Camp: Revolução pela Inclusão

Um acampamento de verão inovador motiva um grupo de jovens com deficiência a criar um movimento em busca de novos caminhos para um mundo com mais igualdade.

Pode concorrer no Oscar na categoria de Melhor Documentário.

Disponível na Netflix.

2 – Devorar

Hunter (Haley Bennett) é uma dona de casa que engravidou recentemente e se vê cada vez mais viciada em se alimentar de objetos perigosos. Enquanto o marido e a família reforçam o controle sobre sua vida, Hunter deve enfrentar o segredo sombrio por trás de sua nova obsessão. (Leia nossa crítica)

Pode concorrer no Oscar nas categorias de Melhor Direção de Fotografia e Melhor Atriz (Haley Bennett).

Disponível para aluguel online

3 – A Assistente

Jane (Julia Garner) é uma aspirante a produtora de cinema que recentemente conseguiu seu emprego dos sonhos como assistente júnior de um poderoso magnata do entretenimento. O dia dela é muito parecido com o de qualquer outra assistente. Mas, à medida que Jane segue sua rotina diária, ela começa a perceber todos os abusos que envolvem seu ambiente de trabalho e sua posição profissional.

Pode concorrer no Oscar nas categorias de Melhor Filme e Melhor Atriz (Julia Garner), Melhor Roteiro Original e Melhor Direção.

Disponível para aluguel online (Amazon Prime).

4 – O Homem Invisível

Na trama, quando o ex abusivo de Cecilia (Elisabeth Moss) tira a própria vida e deixa sua fortuna, ela suspeita que a morte dele tenha sido uma farsa. Como uma série de coincidências se torna letal, Cecilia trabalha para provar que está sendo caçada por alguém que ninguém pode ver.

Pode concorrer no Oscar nas categorias de Melhor Filme e Melhor Atriz (Elisabeth Moss) e Melhor Roteiro Adaptado.

Leia a nossa crítica!

5 – Emma

Na trama, Emma Woodhouse é uma jovem rica e inteligente, que não tem pretensões de se casar tão cedo, para ficar sempre perto do pai. Porém, isso não a impede de dar uma de ‘casamenteira’, tentando juntar casais que considere apropriados entre seus conhecidos, sem perceber os problemas causados com sua imaginação e teimosia.

Pode concorrer no Oscar nas categorias de Melhor Filme e Melhor Atriz (Anya Taylor-Joy) e Melhor Roteiro Adaptado, Melhor Direção de Arte, Melhor Direção de Fotografia e Melhor Figurino.

Disponível para aluguel online

6 – Miss Americana

No documentário, a cantora Taylor Swift relata detalhes pessoais e de como é ter apenas 30 anos e ser a artista feminina mais premiada da história do AMAs e ter 10 Grammys. Após passar por controvérsias na carreira e vida pessoal, ela resolveu assumir seu papel como intérprete, compositora e uma mulher influente.

Pode concorrer no Oscar na categoria de Melhor Documentário.

Disponível na Netflix.

7 – O Caminho de Volta

Um ex-atleta considerado um fenômeno do basquete em seus anos de colegial luta contra o alcoolismo ao mesmo tempo em que encara as dificuldades de um emprego monótono. Ele então recebe a oportunidade de treinar um time de basquete e recomeçar. Na medida em que o time começa a vencer, a sua vida melhora, mas as vitórias não parecem suficientes ao ponto de salvá-lo.

Pode concorrer no Oscar nas categorias de Melhor Ator (Ben Affleck), Melhor Direção e Melhor Filme.

Disponível para aluguel online (Amazon Prime).

8 – A Verdadeira História de Ned Kelly

Na trama, a ascensão e a queda do rebelde australiano Ned Kelly, consagrado como o maior bush ranger da história do país. Durante a década de 1870, incentivado pelo foragido Harry Power e pela prisão de sua mãe, Kelly recrutou um montante de rebeldes para planejar uma rebelião lendária.

Pode concorrer no Oscar nas categorias de Melhor Ator Coadjuvante (Russell Crowe) e Direção de Fotografia.

Disponível para aluguel online (Amazon Prime) e será lançado no Brasil pela A2 Filmes no segundo semestre de 2020.

9 – Maria e João: O Conto das Bruxas

Na trama, há muito tempo, em um campo distante, Maria (Sophia Lillis) leva seu irmãozinho João (Sammy Leakey) a um bosque escuro, em uma busca desesperada por comida e trabalho. Quando eles encontram Holda (Alice Krige), uma misteriosa mulher que reside na floresta, os dois irmãos descobrem que nem todo conto de fadas termina bem.

Pode concorrer no Oscar nas categorias de Figurino, Direção de Arte e Direção de Fotografia.

Leia a nossa crítica!

10 – Dois Irmãos: Uma Jornada Fantástica

Na trama, em um local onde as coisas fantásticas parecem ficar cada vez mais distantes de tudo, dois irmãos elfos adolescentes embarcam em uma extraordinária jornada para tentar redescobrir a magia do mundo ao seu redor.

Pode concorrer no Oscar na categoria de Melhor Animação.

Leia a nossa crítica!

Disponível no Amazon Prime Video.

11 – Os Irmãos Willoughby

Na trama, Tim, Jane e seus irmãos gêmeos, possuem pais com temperamentos egoístas. Para se livrar deles e formar a família que desejam, eles bolam um plano para enviá-los em uma viagem de férias. Nessa aventura, os irmãos acabam descobrindo o verdadeiro significado da palavra família.

Pode concorrer no Oscar na categoria de Melhor Animação.

Leia a nossa crítica!

Disponível na Netflix.

12 – Bacurau

Na trama, pouco após a morte de dona Carmelita, os moradores de um pequeno povoado localizado no sertão brasileiro, chamado Bacurau, descobrem que a comunidade não consta mais em qualquer mapa. Aos poucos, percebem algo estranho na região: enquanto drones passeiam pelos céus, estrangeiros chegam à cidade pela primeira vez. Quando carros se tornam vítimas de tiros e cadáveres começam a aparecer, Teresa (Bárbara Colen), Domingas (Sônia Braga), Acácio (Thomas Aquino), Plínio (Wilson Rabelo), Lunga (Silvero Pereira) e outros habitantes chegam à conclusão de que estão sendo atacados. Falta identificar o inimigo e criar coletivamente um meio de defesa.

Pode concorrer no Oscar na categoria de Melhor Filme Internacional.

Disponível no TeleCine Play.

13 – Atrás da Estante

Em 1976, Karen e Barry Mason haviam passado por momentos difíceis e estavam procurando uma maneira de sustentar sua jovem família quando responderam a um anúncio no Los Angeles Times. Larry Flynt estava procurando distribuidores para a Revista Hustler. O que era esperado para ser uma breve linha lateral levou a tornarem-se totalmente imersos na comunidade LGBT, ao assumirem uma loja local, o Circus of Books. Uma década depois, eles se tornaram os maiores distribuidores de pornô gay nos EUA. O documentário enfoca a vida dupla que levaram, tentando manter o equilíbrio de ser pais em um momento em que a cultura LGBT ainda não era aceita.

Pode concorrer no Oscar na categoria de Melhor Documentário.

Disponível na Netflix.

Share This