Enquanto o mundo está em quarentena, todos estão buscando alternativas de conteúdo online e o analista Michael Nathanson da MoffettNathanson divulgou nesta sexta-feira que a Netflix é a principal beneficiada da guerra do streaming de Hollywood sobre as concorrentes como Amazon Prime, YouTube, Hulu e Disney +.

“O mundo está preso dentro de casa, os esportes ao vivo na TV são inexistentes, os cinemas estão fechados, o desemprego está subindo a níveis terríveis e é impossível produzir novos conteúdos. Quem ganha? A única empresa com um preço incrivelmente baixo, uma enorme quantidade biblioteca de conteúdo novo e original para atender à maior demanda e ampla distribuição”, escreveu Nathanson sobre a Netflix em um relatório trimestral de 17 de abril sobre o setor de streaming de TV.

Nathanson aponta para um crescimento de clientes pagos acima do esperado, pois prevê que a Netflix acrescentará 1,75 milhão de assinantes nos EUA e 8,46 milhões de assinantes internacionais durante o primeiro trimestre de 2020.

“A penetração geral do streaming nos EUA acelerou significativamente no primeiro trimestre, ligada aos pedidos de quarentena e permanência em casa em todo o país”, dizia o relatório da MoffettNathanson. Usando os dados da Nielsen e HarrisX para enfatizar o crescente uso de plataformas de streaming, Nathanson vê a Netflix mantendo sua liderança dominante no mercado de streaming sobre os rivais do setor.

“A Disney + e a Apple TV + ainda não estão causando nenhum dano à hegemonia do mercado de streaming. Em vez disso, elas estão aumentando a fatia geral, pelo menos na fase inicial desse ambiente COVID-19”, concluiu o relatório MN Quarterly SVOD Tracker.

Nathanson disse que o Apple TV + cresceu “muito lentamente” durante a era da quarentena, com apenas 7% de penetração até o final do primeiro trimestre de 2020. E o Disney + sofreu uma ligeira queda no uso diário devido à falta de conteúdo original novo após a emoção inicial em torno do Mandalorian”.

O veterano analista de Wall Street também apontou para “interesse limitado do consumidor em assinar o Peacock ou HBO Max”.

“Quando perguntados por que eles assistem streaming como substituto da TV paga, cerca de metade dos assinantes da Netflix, Prime Video, Hulu e Disney + disseram que isso se deve ao custo da TV por assinatura, que eles consideram muito caros ou simplesmente não valem o custo”, disse o relatório.

O analista acrescentou que a Netflix “espera que os investidores continuem aumentando o preço das ações pelo menos até que a quarentena do coronavírus chegue ao fim. Quantas empresas estão vendo as estimativas de ganhos subirem nesse momento único? Muito poucas, além da Netflix, Amazon e Clorox!”

Fonte: THR

Share This