Com o sucesso estrondoso do recente ‘O Poço’, os brasileiros estão descobrindo, cada vez mais, a força que possui o cinema espanhol, em especial, quando se trata do gênero suspense e terror.

Veja também: 5 filmes para quem explodiu a cabeça com ‘O Poço’

Desde clássicos traumáticos, como o terror [REC], até filmes como ‘Os Outros’, do diretor espanhol Alejandro Amenábar, há diversas obras que trabalham muito bem a construção de medo e suspense e, pensando nisso, separamos aqui na redação do Pipocas 6 filmes espanhóis para entender os motivos pelos quais esses filmes estão sendo sucesso de público e crítica no Brasil.

Um Contratempo (2016)

Um dos filmes mais assistidos da Netflix nos últimos meses, o thriller, dirigido por Oriol Paulo, sabe manipular o espectador como poucos e promove um verdadeiro exercício cardíaco ao mostrar o momento em que o protagonista, Adrian Doria, acorda em um quarto de hotel, com sua amante morta no banheiro, coberta com um monte de notas em euros, e precisa correr contra o tempo para desvendar o que realmente aconteceu. A direção é excepcional e a atuação do ator Mario Casas (de A Casa) é fantástica.

Os Olhos de Júlia (2010)

De longe, um dos melhores thrillers espanhóis dessa década, ‘Os Olhos de Julia’ é daqueles filmes que te deixa na ponta da cadeira do começo ao fim devido a ótima construção de suspense da trama, que mostra uma mulher que está perdendo a visão, e tenta encontrar o assassino da irmã, mas, quanto mais se aproxima da solução do crime, mais sua visão se deteriora. Envolvente, intenso e muito bem protagonizado pela ótima atriz Belén Rueda. Se ainda não te convenceu, a produção é do aclamado Guillermo del Toro.

O Bar (2017)

Essa mistura de humor ácido com suspense faz o ‘O Bar’ ser completamente original e divertido. A trama se passa inteiramente dentro de um bar, no centro de Madri, quando dois estranhos levam um tiro do lado de fora e o lugar precisa ser fechado. Porém, as pessoas que estão dentro começam a desconfiar umas das outras e a situação perde completamente o controle. As histórias de cada um dos personagens começam a se cruzar e as coisas ficam bem estranhas. Esse também está disponível na Netflix, imperdível.

O Corpo (2012)

Após o corpo de uma mulher desaparecer do necrotério sem deixar vestígios, um policial precisa de toda a sua perspicácia para solucionar mistério. Essa é, sem dúvida, uma ótima dica para quem gosta de filmes com tramas emaranhadas, um bom suspense e investigação que brinca o tempo todo com a realidade. Além disso, o final tem uma reviravolta espetacular.

Durante a Tormenta (2018)

A mistura de ficção científica com suspense, da Netflix, faz nascer o ótimo ‘Durante a Tormenta’, do diretor de ‘Um Contratempo’, que mostra uma inusitada interferência entre duas épocas diferentes, que faz com que a protagonista salve a vida de um menino que morou em sua casa há 25 anos. Porém, após o ato, a realidade é distorcida e sua vida no futuro muda por completo. Essa dica é para quem gosta de tramas com viagem no tempo e seus paradoxos temporais. E para você que é fã de ‘La Casa de Papel’, esse tem a presença de Álvaro Morte, o Professor.

O Orfanato (2007)

O terror espanhol de J.A. Bayona, que mais pra frente viria a se tornar o diretor de ‘Jurassic World: Reino Ameaçado’, segue invicto como um dos melhores filmes do gênero no seu ano e permanece até os dias de hoje na cabeça das pessoas. Na trama, após ter crescido em um orfanato, a protagonista decidi reabrir o lugar para novos moradores, porém, os espíritos malignos do local começam a afetar a cabeça de seu filho. Daí por diante, inúmeras situações de terror são criadas e os sustos são de dar arrepios na espinha de tão bem elaborados.

Share This