Maria Clara Escobar escreveu e dirigiu o longa metragem DESTERRO, sua primeira ficção, que foi selecionado para o Tiger Awards Competition no 49o Festival Internacional de Cinema de Roterdam. O longa que acaba de divulgar o trailer, fará sua estreia mundial no Festival no próximo dia 25 de janeiro.

Confira:

O filme acompanha Laura (Carla Kinzo) e o que se passa dentro dela, as coisas não se encaixam. O mesmo desencaixe que está entre os corpos de Laura e Israel (Otto Jr.). DESTERRO é uma atmosfera que acompanha esses corpos em desencontro.

“DESTERRO é esse embate, essa falha. Penso que o próprio gesto de fazer um filme é sempre um pouco isso, se elaborar um desejo, pensar em imagens e nunca conseguir exatamente realizar aquilo, realizar outra coisa. Pensar o cinema e os modos de visibilidade a partir da ideia do descompasso é para mim a única forma de pensar o cinema.”, diz Maria Clara Escobar.

Depois de dirigir o documentário OS DIAS COM ELE, sobre sua relação com seu pai, a diretora cria seu primeiro longa de ficção, DESTERRO, construído a partir de um argumento poético, com referências de poemas e poetas, em parceria com alguns colaboradores como da própria protagonista do filme Carla Kinzo e o cineasta Caetano Gotardo. O filme nasce por conta de um desejo de olhar para o que é poesia no concreto, do que é material e pensar na palavra e na imagem como um caminho de ligação com as coisas concretas.

DESTERRO tem citações de poemas, e não se prende a vida real. Quando foi escrito, no próprio roteiro Maria Clara Escobar sinalizou em cada cena um poema como referência, ou uma imagem. “Para mim o trabalho do roteiro é pegar uma ideia ou um sentimento, transformar em palavras e depois transformar essas palavras em ideias e sentimentos de novo. Me parece que ficar restrita à ideia de que as palavras têm que gerar imagens específicas para quem vai ler o roteiro é um dogma que talvez não sirva para todo filme.”, explica a diretora.

O elenco é composto por Carla Kinzo e Otto Jr. e conta ainda com a participações de atrizes importantes do cinema nacinal como Georgette Fadel (O Banquete), Isabél Zuaa (As Boas Maneiras), Bárbara Colen (Bacurau) e Maria José Novais Oliveira (Temporada). A fotografia é de Bruno Risas, coreografia de Flávia Meirelles, fundamental na preparação física dos atores, e direção de arte de Juliana Lobo e produção da Filmes de Abril, em co-produção da Terratreme Filmes e Frutacine. No Brasil o filme tem distribuição comercial da Embauba Filmes.

Spread the love
Share This