5 motivos para você começar assistir The Sinner HOJE MESMO!

Array
Publicidade

Era mais ou menos 11 horas da noite e pensei: vou ver uma série nova aqui… um ou dois episódios no máximo, para depois assistir stream de LOL (amo) e dormir. Cogitei várias. Aí do nada lembrei de The Sinner, uma série que fez muito sucesso nos EUA pelo canal USA Network, mesmo de Suits, e que chegou na Netflix arrebentando e conquistando vários fãs, mas que eu ainda não tinha nem listado pra ver. Bem, lembrei, busquei e dei play. Só fui parar de assistir no oitavo e último episódio, quando o dia já era claro e o sol já entrava no meu quarto. Historinha bonitinha, né? Verdade, mas o recado que eu quero passar é objetivo: The Sinner é a série mais viciante que já vi na vida. Não é a melhor pra mim, nem a que mais me marcou, mas com certeza é a série que mais me fez ficar com a cara grudada no monitor, como se eu fosse literalmente entrar dentro dele. Esse texto é pra você que, assim como eu – até antes de ontem – não deu uma chance ao melhor suspense dos últimos anos. Dá uma olhada nos cinco principais motivos que achei para te convencer a começar agora, logo depois desse texto, a assistir The Sinner. Não se preocupe, não terá spoilers.

  • História intrigante DEMAIS!

Imagem relacionada

A premissa da série é aparentemente repetitiva. Desvendar um assassinato qualquer em um local aleatório. Porém, The Sinner é o contrário das séries que estamos acostumados a ver. De cara, logo no primeiro episódio (isso não é spoiler, pois está na sinopse da série), a protagonista Cora, interpretada por Jessica Biel, em um momento divertido com a família na praia, enquanto dá pera para seu filho, começa a prestar atenção em um casal, até que se levanta, corre e em um momento de total fúria, dá sete facadas em um rapaz. Acredite, é a partir daí que a série começa. Normalmente você se levaria a pensar que não tem mais o que investigar, afinal, é uma ré confessa com milhares de testemunhas, mas não, The Sinner é muito, muito mais do que isso. É intrigante DEMAIS esse caso.

  • ÓTIMA atriz junto a uma ótima protagonista.

Resultado de imagem para the sinner

Jessica Biel me surpreendeu muito. Uma atuação digna de Emmy na minha opinião. Toda a série, recheada de mistérios, é uma junção de vários sentimentos que, por serem tantos e a todo o momento, poderia se tornar difícil fazer o público comprar toda essa carga emocional. A cada olhar, cada choro, cada incerteza e mini momentos de alegria é sentido no seu máximo por nós, que estamos curtindo assistir The Sinner. A personagem por si só também é ótima. Extremamente profunda, nos é mostrado discussões muito relevantes para o mundo atual no qual vivemos e isso a engrandece ainda mais. Cora com certeza é uma personagem única, com discussões únicas e que pode ter representatividade com várias pessoas em várias condições diferentes.

  • Ótimos coadjuvantes.

Resultado de imagem para the sinner

Além de Cora, The Sinner também é cheia de ótimos coadjuvantes. O detective Harry Ambrose é talvez um grande protagonista da série junto com Cora. Interpretado por Bill Pullman, Ambrose é a grande mente por trás do enredo. Inteligente e cheio de problemas da vida, nos é entregue o melhor personagem da série – pelo menos pra mim – com um ator fantástico, famoso por fazer comédias e que surpreende com um drama de primeira linha. Mason, interpretado por Christopher Abbott, é o marido de Cora. De início você provavelmente terá a mesma impressão que eu: “que personagem chato, eca…” Mas no final das contas, seremos surpreendidos por alguém que viu sua mulher, absolutamente do nada, matar uma pessoa enquanto ele estava curtindo a praia com a família. Os pais de Cora, sua irmã e parte da polícia também são personagens que crescem muito durante a história.

  • Roteiro incrível.

Resultado de imagem para the sinner

A maior pergunta da série será “o que é um motivo?” Estaremos sempre nos perguntando o que levou Cora a matar uma pessoa na praia e se devemos ou não acreditar no que ela diz durante seus depoimentos. Toda essa trama contida na série é contada de forma que vai nos fazer viciar de uma maneira surreal. Para quem gosta de plot twists bem feitos e convencíveis, The Sinner é uma série perfeita. Muito mais do que nos fazer acreditar no que está sendo contato, a série nos faz participar e tentar, quase que como um detetive, desvendar esse mistério todo.

  • Série curta e uma maratona gostosa de se fazer.

Imagem relacionada

The Sinner tem oito episódios e como eu já falei lá em cima, é a série mais viciante que já vi. Por ter oito episódios e você ter ciência de que tem condições de termina-la rápido, a cada hora que passar mais você vai querer continuar ver. Particularmente, quando mais a série tiver entre cinco e dez episódios, mais vou querer maratonar. Apenar de amar Sons of Anarchy por exemplo, sempre que eu começava uma nova temporada, sabia que dificilmente iria ver o final dela no mesmo dia. Já com séries como The Sinner que, além de nos fisgar completamente, a vontade de assistir o próximo episódio só aumenta com a certeza que você poderá terminá-la, entende?

The Sinner é uma série que aparentemente irá te entregar algo já visto, mas que te surpreende logo no primeiro episódio. Constante, intrigante e rápida, a série sabe exatamente o que tem em mãos o que precisa fazer para te prender até você entender exatamente o que aconteceu com Cora. Ah, uma curiosidade é que a série é inspirada em um romance de mesmo nome escrito pela alemã Petra Hammesfahr e o livro já está disponível em português. Caso goste de ler, fica a dica. 😉

Curtiu? Então passa lá no Tem Alguém Assistindo? pra saber tudo sobre Netflix! 😉

 

Última Notícia
Publicidade

Mais lidas

Mais recentes