Como Darío Sepúlveda morreu? Griselda matou o marido?

Publicidade

Depois de chegar da Colômbia a Miami, Griselda Blanco se casa com Darío Sepúlveda na série biográfica ‘Griselda‘ da Netflix. Darío mata Fernando Bravo, irmão do segundo marido de Griselda, Alberto, para protegê-la. Logo, eles estabelecem um relacionamento conjugal e dão as boas-vindas a Michael Corleone Blanco como seu quarto filho. Griselda, porém, acaba se voltando contra Darío Sepúlveda quando este desaparece de Miami com Michael para proteger seu filho dos crimes da mãe deste. Para recuperar Michael, Griselda ordena um ataque a Darío, que morre na Colômbia. A realidade por trás da morte de Dario não é drasticamente diferente da representação dela no programa!

O mistério por trás do assassinato de Darío Sepúlveda

No final de 1983, a relação entre Griselda Blanco e Darío Sepúlveda piorou. Darío queria mandar seu filho Michael Corleone Blanco para a escola, mas Griselda não concordou porque queria seu filho sempre com ela. “Ela [Griselda] e Sepulveda estavam em uma briga pela custódia do filho, Michael Corleone Sepulveda, que era tão importante para Blanco que havia rumores de que ela havia matado um homem por estar vinte minutos atrasado para buscá-lo no Aeroporto Internacional de Miami”, Guy Gugliotta e Jeff Leen escreveram em ‘Reis da Cocaína: Por Dentro do Cartel de Medellín – Uma História Verdadeira Surpreendente de Assassinato, Dinheiro e Corrupção Internacional’.

Segundo Max Mermelstein, Darío Sepúlveda estava saindo com outra mulher na mesma época. Mermelstein era um traficante de drogas que trabalhava para Rafael Cardona Salazar, um dos traficantes rivais de Griselda que se tornou associado, e para o Cartel de Medellín. “Eu presenciei a briga que separou eles [Griselda e Darío]. Aconteceu na minha sala em Davie. Dario estava andando com uma dançarina de topless em Fort Lauderdale e Griselda descobriu”, disse Mermelstein ao Sun Sentinel. Quando Darío percebeu que não poderia mandar Michael para a escola, voou para a Colômbia para garantir melhores condições de vida para seu filho. “Dario disse que se dane, que estava levando o garoto para a Colômbia”, acrescentou Max.

Segundo Max, Griselda não estava preparada para esquecer Michael e deixar Darío cuidar dele. Enquanto Darío Sepúlveda viajava de carro com Michael pela Colômbia, um grupo vestido de policial o deteve. Quando ele tentou escapar, eles atiraram nele. “Os policiais pediram para Dario sair do carro. Ele saiu e o algemaram, mas ele começou a correr. Os policiais abriram fogo e atiraram em Dario bem na frente do garoto. O pequeno Michael estava gritando e correu para abraçar o pai, mas quando chegou lá, Dario estava morto”, disse Max na mesma entrevista do Sun Sentinel. Ele acreditava que Griselda ordenou o ataque. “A execução foi feita por ordem da mãe de Michael”, acrescentou Max.

Após o assassinato de Darío Sepúlveda, seu irmão Miguel “Paco” Sepulveda, que anteriormente atuou como principal assassino de Griselda, quis vingança. “A morte de Dario Sepulveda colocou Blanco em conflito direto com seu ex-chefe de execução, o irmão de Dado, Paco. Rafa ficou do lado da facção Sepulveda contra Blanco, e Mermelstein imediatamente mudou-se da casa que Blanco havia visitado para uma casa em 500 N. Island Drive em Golden Beach”, diz o livro ‘Kings of Cocaine’. Embora Paco não tenha conseguido vingar o irmão, Griselda teria se mudado de um lugar para outro, temendo um ataque a ela, com seu filho Michael.

No que diz respeito a Max, Griselda matou não só Darío, mas também dois de seus ex-maridos, Carlos Trujillo e Alberto Bravo. “Ela [Griselda] mandou matar todos eles – todos os seus maridos e amantes – até se tornar a chefe. Ela se gabou de ter matado pessoalmente seu amante, Alberto Bravo. Ela me contou que estava parada na janela aberta do carro estacionado de Bravo e ele disse algo que a deixou furiosa. Então ela estendeu a mão, enfiou o cano da arma na boca dele e puxou o gatilho. Bem desse jeito. E eu acredito nela”, disse Max ao Sun Sentinel.

Embora Griselda nunca tenha sido condenada por matar seus maridos, acredita-se amplamente que ela os matou, o que lhe valeu o nome de “A Viúva Negra”.

Michael, hoje empresário, quis homenagear a vida de seu pai Darío criando uma série e um livro sobre ele. No entanto, ainda não houve nenhum anúncio sobre os projetos de Michael. Cristian Rios, confidente de Michael, negou que Griselda tivesse algo a ver com o assassinato de Darío, conforme entrevista concedida a Francisco Alvarado, do Miami New Times.

Leia também:


Aproveite para nos acompanhar nas redes sociais: Facebook, Twitter, Instagram, Youtube e também no Google News

Quer receber notícias direto no seu celular? Entre para o nosso canal no WhatsApp ou no Telegram.

Última Notícia

Mais recentes

Publicidade

Você também pode gostar: