Um dos maiores sucessos recentes da Netflix, a série espanhola Quem Matou Sara? deixou muitas perguntas em seu desfecho chocante da segunda parte e aqui vamos recapitular o final e explicar quem, afinal, matou a jovem que dá título à série.

Mas antes, se quiser entender melhor o desfecho da Parte 1, vale a pena conferir aqui: Entenda o final da primeira parte de Quem Matou Sara?!

[CUIDADO COM SPOILERS]

Bem, assim como somos levados a acreditar que esta será a última temporada após um emocionante penúltimo capítulo, parece que fomos enganados pelos roteiristas, que decidem lançar um último suspense no desfecho da série para nos fazer acreditar que pode haver mais nessa história do que já sabemos.

A Parte 2 de Quem Matou Sara? se encerra no episódio 8, que começa com Sara e seus amigos na casa de Alex – há uma tempestade do lado de fora, mas todos estão em um movimento vertiginoso. Sara vai para seu quarto e brinca com a escultura que roubou da casa de Nicandro. De repente, ela ouve algo lá embaixo. Ela vê uma filmadora na mesa e começa a gravar. Abel Martinez aparece e Sara pergunta porque é que ele não lhe disse que Marifer é sua irmã. Cenas de flashback mostram Abel estuprando a mãe de Sara. Sara fica angustiada, mas Abel pede dinheiro e ameaça matá-la como matou sua esposa, Cristina. Atualmente, Nicandro e Alex estão ouvindo a fita encontrada na escultura – Sara manteve a filmadora gravando quando Abel a confrontou. O flashback continua – Abel não vai deixar Sara sozinha e começa a atacá-la; Sara se tranca em seu quarto e liga para Rodolfo, mas Cesar atende; ela pede ajuda.

Alex toca a fita que Sara gravou

Nos dias atuais, Elisa entra na casa de Alex, e eles se reencontram adequadamente – eles sentiam saudades um do outro. Marifer entra, e ela parece incomodada em ver Alex e Elisa juntos. Ela está igualmente irritada com a presença de Nicandro. Alex sabe que ela é Diana, a caçadora. A atenção de Marifer se volta para a fita de Abel na televisão. Marifer diz a Alex que sua irmã estava louca, mas Alex toca a fita. O flashback retorna, e Abel diz a Sara para ficar quieta enquanto Cesar entra na casa. Isso os leva para fora, e Cesar não tem escolha a não ser atirar em Abel quando ele está prestes a esfaquear Sara.

Marifer é irmã de Sara

Mas isso muda tudo na história – Marifer sabe que nem a família Lazcano nem Sara estiveram envolvidas no desaparecimento (e agora no assassinato) de sua mãe. O episódio 8 dá uma volta atrás da outra. Marifer não acredita na fita e as lágrimas escorrem pelo seu rosto – ela não consegue acreditar que Sara é sua irmã, e o de Lazcano não teve nada a ver com o desaparecimento de sua mãe. Então, em um flashback, Marifer diz a Sara que ela está sozinha e não vê seu pai há algumas semanas – ela está exausta de cuidar de sua irmã e quer ajuda. Sara diz a Marifer que não se importa, mas Marifer a agarra e explica que sabe que é louca e todos os seus segredos – ela diz a ela para viver sua vida e subir no paraquedas antes de ter um filho porque ela sempre estará sozinha. Enquanto isso, Elroy está prestes a cortar a corda do paraquedas, mas quando Nicandro aparece, ele deixa cair a faca. Sara também pega a faca, mas Nicandro a distrai – Marifer continua a espiar.

Quem matou Sara? Finalmente descobrimos

No presente, Marifer está perturbada, mas Alex diz que ela está procurando o culpado no lugar errado. Marifer sai, chateado. Em um flashback, Marifer é quem cortou a corda com uma faca – Marifer matou Sara, ou pelo menos ela acredita que matou, depois do que aprendemos no final desse episódio.

Outra tragédia

Quando Marifer volta para casa, Clara avisa que Mariana está vindo – Marifer está numa situação complicada – ela planejou tudo isso, mas estava atrás das pessoas erradas. Mariana explica a Marifer que sabe de seus planos depois que Clara lhe contou e que nunca teria machucado sua mãe, Cristina. Marifer pega uma arma, mas acaba brigando com sua irmã por causa dela – Marifer acidentalmente atira e mata sua irmã. Está indo de mal a pior para Marifer – ela agora vai acreditar que é responsável pelo assassinato de suas duas irmãs.

Chema saldou algumas dívidas 

Chema enfrenta outra tragédia ao visitar o corpo de Clara no necrotério – Clara morreu junto com seu filho. Alex vai ao necrotério e pede desculpas a ele pelo que aconteceu – ele diz a Chema que não está sozinha. Depois, Chema segue para a delegacia e diz ao policial Morales que ele está lá para saldar uma dívida – ele diz a ela que matou Moncho e confessa ter assassinado Abel Martinez e enterrado o corpo no quintal de Alex há 18 anos. Ele está confessando o segundo assassinato, embora não tenha feito isso, mas ele prometeu pagar Alex pelo que a família Lazcano fez com ele. Este é um momento de círculo completo, e é realmente trágico que o membro da família que mais lutou por Alex no passado foi aquele que teve que pagar a dívida. 

O fim da família Lazcano 

Alex vê Elisa no CCTV do cassino com muito combustível e dirige até lá – ela quer derrubar sua família; Elisa despeja combustível em todos os lugares e incendeia o local. Ela nunca foi um verdadeiro Lazcano – ela sempre esteve do lado de Alex. A família está lentamente se desintegrando; Chema na prisão, Mariana sozinha e Cesar tecnicamente um “homem morto”. Elisa faz o trabalho com convicção. Ela ri ao ver as chamas se alastrarem.

Confissão nas chamas

Alex liga para Rodolfo e conta sobre Elisa no cassino. Enquanto isso, flashbacks mostram Sara escondendo a fita “Abel” da filmadora na escultura em seu quarto. No presente, Alex agarra Elisa e avisa que o prédio está desabando com as chamas. Marifer aparece e diz a Alex e Elisa que matou Sara; ela olha para Elisa e explica que Mariana mandou Sara subir no paraquedas antes que sua gravidez começasse a aparecer. Alex a xinga e diz que ela deveria ter sido mais amiga de Sara, mas Marifer o corrige e diz que Sara era sua irmã, mas ela mudou e começou a odiá-la. Elisa reorienta Alex, lembrando-o de que o prédio está pegando fogo.

Marifer persegue Alex enquanto o prédio queima ao redor deles – ela quer que ele a perdoe e que Sara gostaria que ele a escolhesse. Isso irrita Elisa, que empurra Marifer para o chão – ela claramente sabe que é a verdadeira parceira de Alex. Um dos tetos em chamas cai sobre Marifer enquanto ela diz a Elisa que a matará. Podemos supor que Marifer está morta (não nos surpreenderíamos se ela não estivesse). Alex levanta Elisa para um lugar seguro, mas agora ele está preso nas chamas; ele usa o que aprendeu na prisão para escapar. Lá fora, Rodolfo ri enquanto o negócio de sua família é destruído por um incêndio.

O fim 

As cenas finais surpreendentemente oferece ao público informações para uma suposta terceira temporada. Alex agora aguarda sua sentença, mas sua parceira Elisa diz que ele é inocente e ficará bem. Ela também explica que Chema quer uma redução da pena e está argumentando em legítima defesa pelo assassinato de Moncho. Quanto ao assassinato de Abel Martinez, Alex diz a Elisa que só uma pessoa pode ajudar Chema nisso, e ele está “morto”.

Isso nos leva a Cesar, desfrutando de bebidas e jogando pôquer em uma mansão chique em uma ilha particular. Ele está dizendo a uma mulher que já viveu muitas vidas, mas esta é a que mais gosta – ele diz que tem um filho chamado Alex, com quem tem uma dívida.

O final mostra Nincandro examinando arquivos – ele olha para uma foto e, no verso, diz: “Dr. Alanis, Doutor responsável por Sara Guzman”. O homem então olha para uma foto de Sara e diz no verso: “SG – a primeira paciente do projeto”. Ele liga para o Dr. Alanis e diz que lhe enviou o dinheiro, como seu pai prometeu. Ele está grato pelo médico não ter contado a Alex a verdade sobre Sara. Ele está feliz por Marifer ser a culpada e quer que Alex acredite que ela é a assassina. Ele deixa claro que ninguém pode saber a verdade – nem a família Lazcano nem Alex.

Isso nunca vai acabar, não é? Será que vem a Parte 3 por aí? Quem Matou Sara? está disponível na Netflix.

Melhores Filmes da Netflix em 2021 Melhores séries Rua do Medo: 1666 – PARTE 3 – Final #Crítica Atypical Interrompemos a Programação