Lançado em 2020, ‘Fuja’ chegou a Netflix recentemente e já está sendo um sucesso. Protagonizado por Sarah Paulson e Kiera Allen, o longa tem tudo para te deixar entretido. 

Leia nossa crítica

Em ‘Fuja’, Chloe (Kiera Allen) é uma adolescente que sofre de inúmeras doenças, inclusive paralisia, que a colocou em uma cadeira de rodas. Ela é educada em casa por sua mãe, Diane (Sarah Paulson), e aguarda a carta de resposta da faculdade. No entanto, o comportamento estranho apresentado pela matriarca começa a deixar a jovem desconfiada de que algo está errado.

A princípio, se você simplesmente leu a sinopse, assistiu ao trailer ou durante o filme, pode se perguntar se a atriz é cadeirante na vida real. No entanto, a pergunta acontece ao fato de o cinema mundial ainda estar longe de ser inclusivo. Mas, sim! Kiera Allen é cadeirante há seis anos, e esse é primeiro grande trabalho da atriz. 

Kiera falou sobre a importância da representatividade:

De acordo com a entrevista ao The New York Times, a atriz comentou sobre a personagem e a importância da representatividade no cinema. Além disso, afirmou ser uma honra protagonizar o thriller de terror. 

“Parece que será a primeira vez que muitas pessoas da minha geração verão um usuário de cadeira de rodas de verdade na tela interpretando uma usuário de cadeira de rodas. É uma grande honra. Há tão pouca representação na mídia de pessoas com deficiência que sinto que estou representando uma comunidade inteira por causa dessa falta de visibilidade. Eu realmente espero que este filme derrube algumas barreiras e que mais pessoas com deficiência sejam escaladas para filmes importantes.”

Kiera Allen tem 22 anos, e se tornou a segunda cadeirante a protagonizar um filme de suspense desde a década de 40. Desse modo, a primeira foi Susan Peters, que estrelou o thriller “The Sign of The Ram“, em 1948.

Não se sabe o real motivo da atriz usar cadeira de rodas, mas Allen se tornou cadeirante em 2014, e contou na entrevista sobre como um filme inclusivo a teria ajudado na adolescência. 

“Acredito que se esse filme tivesse sido lançado quando eu era adolescente, quando fiquei incapacitada pela primeira vez, teria feito uma grande diferença para mim. Acho que é extremamente importante que as histórias das pessoas sejam contadas. Esse é o objetivo do cinema – contar as histórias das pessoas que vivem neste mundo.”

No entanto, apesar deste ser o primeiro grande filme da atriz, em 2014 ela participou de ‘Ethan & Skye’. 

Veja o trailer abaixo: 

Leia também: Entenda o final de Fuja, novo suspense da Netflix

Leave a comment

Jogo da discórdia Condessa Valentina, quem é? Gostou de You?