As polêmicas com a série documental da Netflix sobre a Anitta ganha mais um capítulo. Segundo informações do jornal O Dia, uma fã está processando a cantora pop e a Netflix pelo uso de sua imagem em Anitta: Made in Honório

Dona Maria Ilza de Azevedo aparece no episódio 5 do seriado e é retratada como uma fã que aparece de surpresa na casa de Anitta. Porém, a cantora pergunta várias vezes “quem deixou a mulher entrar” em sua casa e sua mãe, Miriam Macedo, chama o fato de “invasão”.

Acontece que a senhora estava internada com COVID-19 quando ficou sabendo que apareceria no documentário e que foi alvo de piadas por parte de algumas pessoas na internet e na série, que teriam até questionado sua sanidade mental.

Os advogados pediram a retirada do episódio da série do ar, mas isso foi negado pelo juiz em 19 de dezembro. O jornal ainda afirma que Dona Maria Ilza desistiu da ação, mas ela ainda não foi extinta, já que no dia 12 de janeiro foi concedida uma assistência jurídica gratuita a ela.

Novidades devem sair em breve e a cantora não se pronunciou sobre o ocorrido.

Share This