Quando ‘Hancock’ estreou nos cinemas, em 2008, os super-heróis estavam começando a ganhar espaço nos cinemas. Nesse mesmo ano, a Marvel começou seu tão lucrativo Universo Cinematográfico com o primeiro filme do Homem de Ferro, um filme marcado pelo tom cômico, que, aliás, é também a pegada dessa produção estrelada por Will Smith.

Na trama, dirigida por Peter Berg (Troco em Dobro), Hancock é um super-herói desajeitado, que protege os cidadãos de Los Angeles, mas causa danos colaterais a cada ato heroico que realiza. Ele não se importa com o que as pessoas pensam. Entretanto, após salvar a vida de um executivo, conhece a bela esposa dele e descobre que, apesar de tudo, é um homem sensível e de bom coração.

Mas vale a pena assistir na Netflix?

Apesar de ser um paródia divertida, que se torna mais cômica nos dias de hoje, após o auge da grande Era dos filmes de super-heróis, o longa não agradou a crítica especializada e conta com apenas 41% de aprovação no site Rotten Tomatoes, com base em 224 críticas analisadas. Lá, alguns críticos ressaltam que o filme começa agradável e depois se perde por completo. Já no IMDb, sua nota é mediana, de 6,4/10.

O Pipocas indica?

O carisma de Will Smith está presente com força e o filme tem uma premissa muito criativa e curiosa, que funciona bem melhor se olhar com os olhos de hoje, porém, a história perde força conforme avança, assim como a ação e se torna uma grande decepção. Ainda assim, é uma sátira que diverte e, por conta disso, já vale dar uma conferida.

Share This