Em tempos de isolamento social devido a pandemia do Coronavírus no mundo, percebemos o valor da união e da solidariedade. Porém, esse momento de solidão e reflexão também pode provocar tristeza e ansiedade.

Pensando nisso, separamos aqui na redação do Pipocas 10 dicas de filmes para aquecer o coração, escapar da realidade e fazer lembrar das melhores sensações da vida como amor, amizade e esperança. Sabemos que, cedo ou tarde, tudo passa, mas a mensagem desses filmes fica para sempre com a gente. Confira:

A Vida é Bela (1997)

É difícil pensar em filmes otimistas para superar momentos difíceis sem pensar no drama italiano ‘A Vida É Bela’, um dos filmes mais emocionantes da história do cinema. A trama, que se passa durante a Segunda Guerra Mundial, mostra o judeu Guido e seu filho Giosué em um campo de concentração nazista. Após perceber que sua morte será inevitável, ele usa sua imaginação para fazer o menino acreditar que estão participando de uma grande brincadeira, com o intuito de protegê-lo do terror e da violência que os cercam. É para chorar, refletir sobre a vida e perceber que nada de ruim dura para sempre.

Antes do Amanhecer (1995)

‘Antes do Amanhecer’ é o primeiro filme de uma das trilogias mais bonitas e diferentes do cinema, seguido por ‘Antes do Pôr-do-Sol’ e ‘Antes da Meia Noite’. Todos os filmes têm direção de Richard Linklater (Boyhood) e mostram a vida de um casal que se encontra por acaso em um trem para Viena. Após o encontro inusitado, o americano Jesse (Ethan Hawke) convence a estudante francesa Celine (Julie Delpy) a descer do trem para que possam passar uma única noite juntos caminhando pela cidade. Além de cada filme ter sido realizado com a diferença de 10 anos de um para o outro, são histórias otimistas, alegres e pautados por diálogos profundos sobre o amor e a vida. Pode ter certeza de que esse se tornará seu casal favorito do cinema.

La La Land – Cantando Estações (2016)

O musical sobre a vida de Mia (Emma Stone) rumo ao estrelato e o pianista de jazz Sebastian (Ryan Gosling) e, de longe, é um dos melhores filmes da década e também uma história inspiradora, singela e muito divertida sobre seguir os sonhos sem ter medo. Após QUASE levar o Oscar de Melhor Filme em 2016, se tornou uma das obras mais doces e escapistas para aqueles que desejam mergulhar em um universo de cores vivas e canções realmente profundas e viciantes. Um brinde àqueles que sonham e corre, que o longa já está disponível na Netflix.

Ponyo – Uma Amizade que Veio do Mar (2008)

Sabe aquele filme que provoca sensações boas, como tomar um café quentinho em dias frios ou dormir ouvindo a chuva na janela? Esse filme sem dúvida é ‘Ponyo’, animação fofa do Estúdio Ghibli. A história surreal e espirituosa mostra a vida simples de Sosuke, um garoto de cinco anos que mora em um penhasco com vista para o mar. Um dia, ao brincar na praia, encontra a doce Ponyo, uma peixinho dourado cuja cabeça está presa em um pote de geleia. Ele salva a peixinho e a coloca em um balde. Trata-se de amor à primeira vista, já que Sosuke promete que irá cuidar dela até que fique boa. Assim como todos os filmes realizados pelo gênio Hayao Miyazaki, é divertido, visualmente lindo (já que foi realizado com a técnica de aquarela) e serve quase como um abraço caloroso.

Benzinho (2018)

O drama nacional ‘Benzinho’, dirigido por Gustavo Pizzi e estrelado por Karine Teles e Adriana Esteves, certamente é um dos filmes mais adoráveis do cinema brasileiro atual por mostrar a despedida de uma mãe quando seu filho mais velho decide ir estudar na Alemanha. Por não se sentir preparada para a partida, ela enfrenta o desafio de ter que lidar com a solidão e a saudade. Além de emocionar, também aquece o coração com mensagens bonitas sobre maternidade e liberdade. Uma dica ótima para assistir juntinho com a sua mãe, de quarentena em casa.

Capitão Fantástico (2016)

Esse é para fazer refletir, muito mais que todos os outros dessa lista. Na trama, Ben (Viggo Mortensen) tem seis filhos com quem vive longe da civilização, no meio da floresta, numa rígida rotina de aventuras. As crianças são ensinadas a valorizar os animais, a natureza e o mundo ao seu redor, porém, um triste acontecimento leva a família a deixar o isolamento e o reencontro com parentes distantes traz à tona velhos conflitos. Além de ter algumas cenas lindas, que fazem chorar, a história também transpira amor, empatia e mostra a necessidade de estar perto de quem a gente mais ama.

Com Amor, Simon (2017)

A comédia romântica mostra a fase da vida em que Simon Spier (Nick Robinson), de 17 anos, precisa lidar com o fato de que é gay e se abrir para sua família e amigos, após ser chantageado por um amigo da escola que descobre que ele tem conversado secretamente com outro menino pela internet. ‘Com Amor, Simon’ é valioso por ser um filme LGBTQ cujo personagem não morre ou passa por uma profunda tristeza, como geralmente acontece no cinema, muito pelo contrário, a história é divertida, animada e regada de mensagens valiosas sobre aceitação, amor e amizade. Um filme indispensável para toda a família.

Questão de Tempo (2013)

“A vida é uma caixa de surpresas” – Diz uma frase sábia do roteiro dessa comédia romântica com pitadas de ficção científica, estrelada por Domhnall Gleeson e Rachel McAdams. Na trama, Tim descobre que vem de uma longa linhagem de viajantes do tempo. Sua primeira decisão é usar esta capacidade para conseguir uma namorada, mas logo ele percebe que viajar no tempo e alterar o que já aconteceu pode provocar consequências inesperadas. Essa dica é para assistir junto com lencinhos, pois as lágrimas são inevitáveis. Além do mais, vale lembrar que tudo, não importa a dor que esteja passando nesse momento, é questão de tempo até enxergar que você é maior e mais forte que qualquer coisa.

Intocáveis (2012)

O fenômeno de público para um filme estrangeiro mostra que ‘Intocáveis’ fala a língua mundial do amor, ao mostrar a vida de Philippe (François Cluzet), um aristocrata rico que, após sofrer um grave acidente, fica tetraplégico. Precisando de um assistente, ele decide contratar Driss (Omar Sy), um jovem problemático que não tem a menor experiência em cuidar de pessoas no seu estado. Essa união de mundos tão opostos enriquece uma trama, repleta de aprendizados, amor e companheirismo e nos faz olhar para vida de uma forma completamente nova. Não apenas dar valor ao que temos, mas também compreendermos que cada segundo de vida é precioso e que precisamos aceitar que o nosso melhor já é o suficiente.

Conta Comigo (1986)

Clássico da “Sessão da Tarde”, ‘Conta Comigo’ vai muito além disso e, sem dúvida, é um dos filmes mais bonitos da história. Além de alavancar a carreira do jovem River Phoenix, a trama é adaptada de um conto do mestre do terror, Stephen King, e acompanha a jornada de quatro meninos em busca de um tal corpo em uma linha de trem, no Estado de Oregon. Talvez um dos filmes sobre amizade mais bonitos já feitos, a história fica em nossos corações para sempre. Essa dica é para assistir com os amigos, mesmo que virtualmente, para nunca esquecer que não estamos sozinhos, nem mesmo nos momentos mais difíceis.

Share This