O enorme sucesso da série ‘Você’, da Netflix, já em sua segunda temporada, resgatou um interessante debate nas redes sociais desde sua estreia na plataforma de streaming. Apesar de se tratar de uma trama criativa e cheia de reviravoltas, que conquista o público, o protagonista Joe (vivido pelo ator Penn Badgley) é também um homem obsessivo, assassino e extremamente perigoso, porém, passa uma imagem pública de charme e encanto. Essa dualidade fez com que não apenas a série, mas também seu protagonista psicopata conquistasse uma legião de admirados. E é aí que mora o problema.

Ainda que o roteiro, em especial da primeira temporada, deixe bem claro as intenções do personagem e sirva como um alerta para que possamos avaliar o tipo de pessoa que nos envolvemos, a história é narrada pelo mesmo e enxergamos assim seu ponto de vista distorcido, algo que tem gerado muito debate e também polêmicas, pois muitas pessoas, em especial mulheres, saíram por aí dizendo que estavam encantadas com Joe e seu “carinho” pela personagem Beck.

Esse assunto nos remete diretamente aos inúmeros casos de amor envolvendo fãs e serial killers, que lotavam as salas de visitas das prisões alegando estarem apaixonadas pelos homens calculistas e sanguinários que lá estavam presos. E não apenas isso, o diálogo aberto por ‘Você’, e outras séries como ‘Dirty John – O Golpe do Amor’, serve para analisar, discutir e entender o que é, de fato, um relacionamento abusivo e se o seu parceirx, na verdade, pode estar te traindo ou enganando.

Pensando nisso, separamos aqui na redação do Pipocas 5 filmes bem interessantes que discutem relacionamentos abusivos, possessão e traição, e o melhor de tudo: todos estão disponíveis na Netflix.

1 – O Limite da Traição

O drama, dirigido por Tyler Perry, é um dos melhores exemplos desse tipo de tema em um filme bem didático e direto ao ponto. Na trama, a doce e íntegra Grace confessa ter assassinado seu marido após uma discussão do casal, mas sua jovem advogada desconfia que a história, na verdade, pode ser ainda mais profunda que isso e parte para uma investigação que leva a novos fatos. Ao longo da história, descobrimos que seu marido é obsessivo, manipulador e calculista. Além de trair ela, ainda planeja roubar seu dinheiro em um golpe covarde.

O tema central do longa é a traição e como isso se torna algo imperdoável. Fato esse extremamente comum no cotidiano dos casais, inclusive, existe aplicativos de celular para saber se seu parceirx está te traindo, sendo o principal deles, esse: Como descobrir traição no Whatsapp. Apesar de ser uma atitude extrema e de que a confiança é a base de um relacionamento saudável, muitas vezes esse tipo de decisão, utilizado de forma correta, poupa muita dor e tristeza. Infelizmente.

Leia nossa crítica do filme!

2 – Obsessão Secreta

O suspense estrelado por Brenda Song e Mike Vogel também é um exemplo perfeito, ainda que amplificado, de como devemos estar sempre atentos aos nossos relacionamentos. Na trama, a recém-casada Jennifer Williams é brutalmente atacada e perde a consciência. Enquanto se recupera dos ferimentos, ela percebe que perdeu memórias do passado. Seu marido, Russell, se mostra feliz por ela estar viva, porém, aos poucos ela percebe que ele não é exatamente o que ela pensava.

Esse filme já discute outro assunto de extrema relevância atualmente: o feminicídio. Casos de violência contra mulheres tem crescido a cada ano, especialmente  no Brasil, e obras como essa abrem diálogo para entender como a mente humana pode ser capaz de atrocidades “por amor”. Apesar de interessante, é um filme-gatilho, violento e deve ser assistido com precaução.

3 – Garota Exemplar

De todos da lista, esse é o único cuja “ameaça” da trama é uma mulher. Além de também abordar temas como traição, violência e mentiras, o longa, dirigido pelo aclamado David Fincher (Clube da Luta), é baseado em um best-seller de mesmo nome, cuja trama mostra a fuga cinematográfica de Amy Dunne (Rosamund Pike), uma escritora insatisfeita com a vida rotineira que levava com seu marido Nick (Ben Affleck). Após seu desaparecimento, Nick é investigado pela polícia por assassinato, porém, a trama segue caminhos surpreendentes e inesperados. O desfecho é realmente chocante.

É uma obra polêmica e que precisa também ser assistida com atenção, no entanto, sua mensagem é direta e, assim como a série ‘Você’, mostra uma relação de amor e ódio conturbada entre um casal em que ambos são obsessivos e abusivos.

4 – A Garota no Trem

Esse talvez tenha o ritmo mais lento da lista, porém, sua proposta é bem interessante ao mostrar a depressiva vida de Rachel Watson (Emily Blunt), que afundada em um grande sofrimento causado pelo divórcio e pelo vício em bebida. Todos os dias ela passa de trem pela casa do seu ex-marido Tom (Justin Theroux) e alimenta sua angústia, mágoa e saudade ao vê-lo novamente casado. Porém, conforme se recorda de momentos do seu casamento, percebe que Tom na realidade pode não ser o bom moço que diz ser.

O longa trata outra vertente de um relacionamento abusivo: o chamado “Gaslighting”, ou seja, uma tática de abuso na qual a vítima é levada a crer que está perdendo a sanidade e que seu abusador, na verdade, está certo. Além disso podemos ver temas como manipulação e violência doméstica.

5 – Grandes Olhos

Um dos poucos dramas dirigidos pelo aclamado diretor Tim Burton, mais conhecido por comandar filmes de fantasia e aventura, trata de um tema interessante e diferente dos demais dessa lista: machismo no mundo da arte.

A trama gira em torno da talentosíssima pintora Margaret Keane (Amy Adams), que ficou famosa no final dos anos 1950 e início dos 1960 pelos retratos de mulheres e crianças com olhos grandes. No auge de seu talento, a jovem se envolve com um homem traiçoeiro (Christoph Waltz) que promete mil maravilhas a ela quando a conhece e, com o passar dos anos, deseja apenas absorver suas obras de arte e vende-las com seu nome, alegando que quadros pintados por mulheres não são vendáveis. Dessa forma, ele leva a fama por todos os quadros, enquanto ela vive uma vida inteira sendo anônima.

Essa obra é a mais fácil de ser digerida sobre o que é um relacionamento tóxico, abusivo e possessivo e, sem dúvida, um excelente filme disponível na Netflix.

6 – Ted Bundy – A Irresistível Face do Mal

Serial Killers são famosos por usarem seu charme e sua lábia para encantar mulheres. Charles Manson foi um dos mais famosos a ter uma verdadeira legião de fãs do lado de fora da prisão, mas é o cruel assassino de mulheres, Ted Bundy, que se tornou um importante estudo desse fenômeno. Pensando nisso, a cinebiografia que mostra uma parte de sua vida na prisão é estrelada pelo galã de Hollywood Zac Efron (High School Musical).

A trama é focada em seu relacionamento abusivo, cercado de traições e mentiras, com a sua esposa Liz Kendall (Lily Collins), que demorou anos até descobrir que estava dormindo ao lado de um assassino psicopata. O roteiro traz a personagem para ser a protagonista e mostra, do ponto de vista dela, como foi seu namoro e casamento com Bundy até que ele foi preso e condenado pelo assassinato de, pelo menos, 30 mulheres em sete estados norte-americanos durante a década de 1970.

Por focar a história em seu relacionamento conturbado, o drama debate temas como mentiras dentro da relação e mostra, de forma didática, como homens considerados bonitos e charmosos podem também ser psicopatas. Um ótimo alerta em forma de filme que vai te fazer prestar mais atenção no “boy lixo” que pode estar ao seu lado.

Spread the love
Share This