Para começar, é preciso ressaltar que a sala de cinema, de fato, proporciona uma experiência única, tanto em qualidade de imersão quanto em experimento público, que dificilmente será alcançado no conforto de sua casa. Porém, sabemos que o alto valor dos ingressos e o dia a dia corrido faz com que, cada vez menos, tenhamos tempo para desfrutar de uma boa e velha sessão de cinema. Por conta disso, com a proximidade do Natal e das férias, resolvemos dar 5 dicas valiosas de como fazer uma sessão de cinema em sua própria casa e não deixar de assistir bons filmes por conta das adversidades.

Mas não basta apenas ter o silêncio ideal para facilitar a imersão, já que alguns pequenos upgrades na TV e no ambiente podem transformar a sala em seu cinema particular, fazendo toda a diferença na sua opinião sobre o filme.


1 – O SOM É FUNDAMENTAL!

A história do cinema data de aproximadamente 1895, mas foi somente em 1927, com ‘O Cantor de Jazz’, que os filmes passaram a ter som e diálogos. Imagina a revolução que foi para o cinema ter filmes com áudio, além daquelas orquestras apresentadas ao vivo nas sessões. Sim, essa mudança transformou completamente a forma como vemos um filme e alterou a indústria para sempre. Nos dias de hoje, o som é tratado como essencial e o das salas de cinema é em altíssima qualidade. O chamado “desenho de som” é um dos elementos que mais auxiliam nossa imersão na história.

Dessa forma, imagina, por exemplo, o filme Dunkirk, do Christopher Nolan, sendo assistido em um computador com áudio baixo e poluição sonora na volta. Não seria tão fantástico, seria? Por conta disso, para não gastar uma fortuna com um home theater, o ideal de ver filmes em casa é com um bom e velho headphone, seja ele o melhor que possa conseguir com seu orçamento (por isso, é bom aproveitar algumas ofertas, como no e-commerce KaBuM!, conhecido por fazer a maior Black Friday da internet). Com fones, cada mínimo detalhe é captado com precisão, é surpreendente!

2 – ALTA DEFINIÇÃO DE IMAGEM!

Sabemos que, apesar de ser um investimento para uma vida, nem todos podemos bancar uma super máquina capaz de oferecer altíssima qualidade de vídeo e cores vivas como no cinema, porém, há algumas soluções mais acessíveis inicialmente. Com a chegada das TV’s 4K, as Full HD ficaram mais em conta. Notebooks e smart TVs com imagem de alta definição também estão tomando conta do mercado e, de fato, não há como dar essa dica sem sugerir que esse seja talvez o maior investimento que possa fazer no cinema em casa.

Quanto maior a TV (ou tela em geral) melhor será seu mergulho no filme e mais nítido verá as cores, o mais próximo possível de como foram planejadas para serem vistas nas salas de cinema. Portanto, vale ficar de olho nos descontos dos sites nessa época de festividades, para poder adquirir uma tela ideal de acordo com sua necessidade.

3 – PAUSAR É ACORDAR DA FANTASIA!

Quando você vai ao cinema, mesmo que (claro) possa sair para ir ao banheiro e comprar aquela pipoca marota, geralmente passa a grande maioria do tempo sentado assistindo o filme, certo? E então, por qual razão não deveria fazer isso em casa? Pausar um filme por mais de 3 minutos é desperdiçar a imersão que estava sendo construída dentro de você e certamente afetará seu gosto pela obra.

Recentemente, o assunto rendeu debate por conta de o aclamado O Irlandês, filme lançado diretamente na Netflix, ou seja, um serviço de streaming cujo público recebe as obras de forma diferente de assistir nos cinemas, pois o longa possui a duração de 3 horas e 30 minutos. O diretor Martin Scorsese pediu encarecidamente que todos assistissem seu filme sem fazer pausas, o que, obviamente, seria difícil ser realizado, tendo em vista a plataforma que a obra se encontra.

O que Scorsese e outros admiradores do diretor queriam, na verdade, era que o filme fosse assistido como se estivéssemos em um cinema, ou seja, pode haver pausas curtas, mas não mais que isso, afinal, o ritmo do filme é a chave para que ele seja tão bom como de fato é. Por tanto, nada de pausar por dias. Pega seu café, sua pipoca e seu refri e reserva um tempo livre para ver o filme por completo.

4 – NO ESCURINHO DA SUA CASA!

Já se perguntou por qual motivo o cinema é tão escuro? A resposta, mais uma vez, está na imersão. Nossos olhos captam tudo que está acontecendo, mesmo que não estejamos focando em um determinado objeto, por conta disso, um ambiente escuro evita essa competição e seu foco fica único e exclusivo na tela iluminada na sua frente.

Por isso, é melhor estar em uma sala escura, apenas com seu computador ou TV ligados e sem nada de muito interessante acontecendo a sua volta, senão, dificilmente irá mergulhar no filme e isso é desperdiçar seu precioso tempo. A magia acontece no escuro, pode ter certeza.

5 –  TENTE NÃO SE DISTRAIR FACILMENTE!

Parece óbvio, mas fazer silêncio e/ou estar em um ambiente silencioso é a perfeição e emula a sala de cinema como ela deve ser. Além disso, o uso do celular, principalmente, pode distrair por completo do filme e fazer sua imersão ser afetada, exatamente como uma pessoa que dirige e mexe no celular. Até sua mente voltar ao filme, levam bons minutos e isso afeta toda a experiência. Vamos deixar os contatinhos de lado por umas horas, que tenho certeza que há uma história fantástica esperando por você bem na sua frente. 

Aproveita o fim de ano para fugir um pouco da “torta de climão” da ceia e corre para fazer seu próprio cinema em casa! 

Share This