Tartarugas Até Lá Embaixo é baseado em uma história verdadeira? Conheça a inspiração do filme

Publicidadespot_img

Tartarugas Até Lá Embaixo é um romance adolescente perspicaz que gira em torno de uma estudante do ensino médio com TOC e ansiedade. Aza Holmes leva uma vida desafiadora, conciliando germofobia, ansiedade e baixa autoestima. Ela é apoiada em sua vida diária por pessoas próximas, especialmente por sua peculiar melhor amiga, Daisy.

Dirigido por Hannah Marks, o filme acompanha Aza e sua luta contínua contra a doença mental enquanto ela aprende métodos para controlá-la enquanto tenta viver uma vida plena.

As coisas tomam um rumo dramático quando Aza se reencontra com sua paixão de infância, Davis, e os dois começam uma jornada romântica juntos. Apesar de suas espirais de pensamento e falta de confiança, Davis é solidária e empática, tratando-a com cuidado e consideração. Muitos espectadores podem encontrar uma ressonância profunda com a história de Aza e investigar se ela se baseia em experiências da vida real.

A inspiração por trás de Tartarugas Até Lá Embaixo

Tartarugas Até Lá Embaixo é inspirado nas experiências de John Green

A história de Tartarugas Até Lá Embaixo é baseada no romance homônimo do renomado autor John Green e baseia-se em suas próprias experiências com doenças mentais. Essa compreensão pessoal em relação aos processos de pensamento e ao isolamento sentido por alguém com comportamentos obsessivos imbui Aza Holmes de um senso de identificação com outras pessoas com experiências semelhantes.

Clique aqui para comprar o livro.

“Tive que escrever com distância suficiente de mim mesmo para que tudo ficasse bem, para que parecesse seguro”, disse John Green em uma entrevista. “E então Aza tem um enfoque um pouco diferente de suas preocupações obsessivas e dos comportamentos que ela usa para gerenciá-las. Ainda não consigo falar diretamente sobre minhas próprias obsessões.”

Ele acrescentou: “A palavra desencadeamento tornou-se amplamente usada na cultura popular, mas qualquer pessoa que tenha sofrido um ataque de ansiedade sabe o quanto deseja evitá-lo”.

Tartarugas Até Lá Embaixo retrata autenticamente as lutas de Aza contra o TOC, a ansiedade e a germofobia, lançando luz sobre os desafios enfrentados por indivíduos que lutam contra doenças mentais.

O filme investiga as complexidades do TOC, um distúrbio de saúde mental caracterizado por pensamentos obsessivos e comportamentos compulsivos, bem como ansiedade, que muitas vezes acompanha o TOC e agrava as dificuldades de Aza.

A germofobia, uma manifestação específica do TOC, é retratada no filme como o medo intenso de contaminação e doença de Aza. Esse medo a leva a evitar os germes e suas possíveis fontes, causando aversão ao contato físico com outras pessoas. Conforme visto no filme, a germofobia pode impactar significativamente a vida diária de uma pessoa, causando angústia, isolamento e interrupção das atividades normais.

Essa dificuldade e isolamento são apresentados de forma pungente no filme, à medida que Aza cai regularmente em espirais de pensamento durante as atividades cotidianas, sendo muitas vezes resgatada por Daisy.

Embora Green tenha escrito best-sellers como A Culpa é das Estrelas , Tartarugas Até Lá Embaixo é a primeira vez que ele se aprofundou profundamente em uma questão pessoal de problemas mentais. saúde muito perto dele.

Foi muito difícil, especialmente no início, escrever sobre isso que tem sido uma parte tão importante da minha vida. Mas, por outro lado, foi realmente fortalecedor porque senti que se pudesse dar forma ou expressão, poderia olhar para isso e falar sobre isso diretamente, em vez de ter medo disso”, continuou Green na entrevista mencionada.

Ele acrescentou ainda: “E uma das principais coisas que eu queria fazer no livro era entender como pode ser isolador viver com uma doença mental e também como pode ser difícil para as pessoas que estão ao seu redor porque você está tão isolado.”

Uma diferença fundamental entre a narrativa de Green em Tartarugas Até Lá Embaixo e alguns trabalhos semelhantes que exploram a saúde mental é a resolução e o resultado da história.

Aza não supera milagrosamente seus problemas aparentemente intransponíveis, mas aprende a se adaptar e a viver uma vida feliz com eles. Isto ocorre porque Green também teve a mesma jornada de saúde mental ao longo dos anos, o que provavelmente é verdade para a maioria das pessoas que lidam com distúrbios desta magnitude.

É uma batalha contínua e muitas vezes tumultuada que prossegue com intensidades variadas. Através do personagem de Aza, Tartarugas Até Lá Embaixo fornece uma representação matizada do custo emocional e psicológico de viver com TOC e ansiedade.

A turbulência interna de Aza, amplamente vista no filme por meio de suas incansáveis ​​espirais de pensamento e lutas com pensamentos intrusivos, nos oferece uma visão das batalhas diárias de indivíduos com TOC. O filme também explora o impacto da doença mental de Aza em seus relacionamentos, incluindo seu romance com Davis.

Ela adota desde o início uma atitude pessimista em relação ao possível relacionamento, reconhecendo o esforço monumental necessário para estar com ele. No entanto, com a ajuda de seus entes queridos e do próprio Davis, Aza explora seu espírito resiliente e percebe que é aceita e apreciada por quem ela é e não definida pelos problemas que a atormentam.

A abordagem cuidadosa da diretora Hannah Marks para retratar as experiências de Aza garante que o filme permaneça fiel à mensagem central do romance original e à compreensão dos indivíduos que vivem com TOC e ansiedade.

Baseando-se nas próprias experiências de John Green com doenças mentais, Tartarugas Até Lá Embaixo oferece um retrato comovente da jornada de Aza em direção à auto-aceitação e compreensão. Através da história de Aza, somos lembrados da importância da empatia, da compaixão e do apoio face às lutas de saúde mental, promovendo uma maior consciência e compreensão destas condições muitas vezes incompreendidas.

Tartarugas Até Lá Embaixo já está disponível da Max.

Se você ainda não é assinante da Max, pode assinar clicando aqui.

LEIA TAMBÉM: Tartarugas Até Lá Embaixo | Qual o significado oculto do título?


Aproveite para nos acompanhar nas redes sociais: Facebook, Twitter, Instagram, Youtube e também no Google News

Quer receber notícias direto no seu celular? Entre para o nosso grupo no WhatsApp ou no canal do Telegram.

Última Notícia

Mais recentes

Publicidade

Você também pode gostar: