Quando e onde ‘The Walking Dead The Ones Who Live’ se passa?

Publicidadespot_img

A série pós-apocalíptica da AMC ‘The Walking Dead: The Ones Who Live’ se passa anos após a suposta morte de Rick Grimes, interpretado por Andrew Lincoln, na nona temporada de ‘The Walking Dead’.

Embora o final da série principal confirme que Rick não morreu como seus entes queridos acreditam, o episódio não esclarece quantos anos se passaram desde que ele desapareceu da “ponte” ou onde ele está.

A estreia da nova série lança luz sobre a linha do tempo de alguns dos eventos mais importantes que se desenrolam na vida de Rick e Michonne, mas sem esclarecer onde eles realmente estão!

ALERTA DE SPOILERS!

Entendendo a timeline de The Walking Dead: The Ones Who Live

A Misteriosa República Cívica

‘The Walking Dead: The Ones Who Live’ se passa na República Cívica, sem dúvida o maior assentamento ou comunidade de sobreviventes no universo de ‘The Walking Dead’, com cerca de 250.000 residentes.

É uma comunidade altamente autoritária com militares de ponta, conhecida como Militar da República Cívica do CRM. Depois de deixar seus entes queridos, Rick Grimes acaba na República Cívica.

A comunidade acredita imensamente no sigilo para manter a si mesma e a seus membros seguros, o que os leva a não permitir que nenhum dos residentes deixe o grupo, prendendo Rick dentro da misteriosa civilização.

Enquanto ‘The Walking Dead: The Ones Who Live’ é discreta sobre a localização exata da República Cívica, outra série spin-off ‘The Walking Dead: World Beyond’ deixou pistas suficientes sobre isso.

A República Cívica está localizada dentro de uma fortificada Filadélfia, Pensilvânia. Desde a introdução da comunidade em ‘The Walking Dead’, os fãs têm tentado descobrir onde o grupo está localizado. Uma parte do mesmo chegou a considerar a possibilidade de a comunidade estar sediada num país estrangeiro. Porém, a segunda temporada de ‘World Beyond’ revelou que a “República” está dentro da Filadélfia.

No final da série, um personagem principal chamado Silas Plaskett é levado à República Cívica para se tornar oficial da CRM. Enquanto ele conversa com Jadis Stokes/Anne, de Pollyanna McIntosh, que também é parte integrante da narrativa de ‘The Walking Dead: The Ones Who Live’, dois arranha-céus icônicos da Filadélfia podem ser vistos: One e Two Liberty Place.

Os arranha-céus também aparecem em ‘The Ones Who Live’, especialmente enquanto Rick está sentado à beira de um rio, conversando com Esteban. Como a República Cívica é baseada na Pensilvânia, o co-criador da série e diretor de conteúdo da franquia ‘The Walking Dead’, Scott M. Gimple, pediu a Angela Kang, que atuou como showrunner da série principal nos últimos anos, para não ambientar o drama pós-apocalíptico no estado.

Assim, Kang teve que definir a introdução de Juanita Sanchez, também conhecida como Princesa, de Paola Lazaro, em uma região diferente, apesar da personagem ser encontrado em Pittsburgh na série de quadrinhos de mesmo nome.

“Não, não deveria ser Pittsburgh. Seguimos um caminho diferente. Estávamos mapeando os destinos dos quadrinhos e pensamos, ‘Pittsburgh parece um pouco fora do caminho.’ E também, houve um pedido do [diretor de conteúdo de ‘The Walking Dead’, Scott Gimple] do lado do universo para evitar essa área, e então estamos em um caminho diferente”, disse Kang ao ComicBook.

A linha do tempo de The Walking Dead: The Ones Who Lives

Rick Grimes, de Andrew Lincoln, desaparece do universo de ‘The Walking Dead’ pela primeira vez na nona temporada da série original. Em um episódio significativo, Rick encontra um rebanho de centenas de zumbis, apenas para ele conduzir os mortos-vivos até uma ponte acreditando que a estrutura irá desabar devido ao peso dos zumbis.

Quando a ponte não cai, ele percebe que precisa se sacrificar para destruir o rebanho. Ele usa uma dinamite caída para explodir a ponte, involuntariamente fazendo os outros acreditarem que ele também está morto. No entanto, ele é salvo por Anne/Jadis. Este incidente acontece por volta de 2013.

A narrativa de ‘The Walking Dead: The Ones Who Live’ começa cinco anos após o incidente na ponte, o que deixa claro que Rick perde uma das mãos em 2018. Um ano se passa antes que ele se junte ao Exército da República Cívica sob a orientação e pressão de Donald Okafor, o tenente-coronel do CRM, que leva a narrativa para 2019.

Alguns meses podem ter se passado até que Rick decida deixar seu passado e as memórias de seus entes queridos para se tornar um soldado do CRM totalmente comprometido.

The Walking Dead: The Ones Who Lives está disponível no Prime Video no Brasil.

O Amazon Prime custa R$ 19,90 e além do serviço de streaming de vídeo, o assinante tem direito a Frete GRÁTIS em milhões de produtos elegíveis, 2 milhões de músicas no Amazon Music, centenas de eBooks e revistas no Prime Reading. Clique aqui para assinar  e aproveite os 30 dias grátis.

LEIA TAMBÉM: Fear the Walking Dead | Alicia está viva? Entenda o final da 8ª temporada


Aproveite para nos acompanhar nas redes sociais: Facebook, Twitter, Instagram, Youtube e também no Google News

Quer receber notícias direto no seu celular? Entre para o nosso grupo no WhatsApp ou no canal do Telegram.

Última Notícia

Mais recentes

Publicidade

Você também pode gostar: