Dia 19 de março estreia no Disney+ a aguardada Falcão e o Soldado Invernal, segunda série live-action da Marvel Studios que possui conexão DIRETA com todos os filmes do Universo Cinematográfico da Marvel, que teve seu início em Homem de Ferro lá em 2008.

Pensando nisso, separamos 5 detalhes importantíssimos que vocês precisam saber ANTES de conferir a série. Desde quem são protagonistas até o retorno de um vilão bastante estrategista, vem conferir nossa recapitulação completa da história até aqui no vídeo abaixo ou no texto a seguir:

1 – Uma trama de espionagem sobre o legado do Capitão América

Para começar a entender o caminho que a Fase 4 do Universo Cinematográfico da Marvel irá percorrer, é preciso, antes, compreender que as séries do Disney+ servirão como alicerce para essa nova grande Saga do Multiverso (como está sendo chamada essa fase após a Saga do Infinito), tanto para resolver algumas histórias que ficaram pendentes pela falta de tempo nas telonas, quanto para unir tramas e encaminhar personagens para novas aventuras, que terão seus ápices nos cinemas nos próximos anos.

Com isso, antes de se envolver com Falcão e o Soldado Invernal, é importante saber que essa série reunirá diversos personagens apresentados no núcleo do Capitão América e deve dar sequência ao desfecho de Vingadores: Ultimato, que mostra Steve Rogers bem mais velho, vivendo feliz em um outra timeline com sua amada Peggy Carter. Ou seja, a série preencherá lacunas abertas desde Capitão América: O Primeiro Vingador e deve funcionar como uma espécie de “4º filme” do Capitão. Porém, vale ressaltar que não deve ter a presença de Rogers (vivido por Chris Evans), já que o foco mesmo é mostrar o legado deixado pelo personagem e como o mundo atual irá lidar com o sacrifício de Tony Stark e a ausência do queridinho da América, assim como a transição do manto do herói para outra pessoa.

Nesse contexto, a série deve alimentar muito mistério e focar na relação da dupla inusitada formada por Sam Wilson e Bucky Barnes após a “perda” de seu melhor amigo em comum. Além da promessa de ser uma aventura de espionagem no melhor estilo Capitão América: O Soldado Invernal, parece que haverá uma forte pressão do Governo para que o Capitão América seja substituído o quanto antes e o nome escolhido para ocupar essa imagem é John Walker (Wyatt Russell), personagem ainda inédito no MCU e que deve se transformar no vilão Agente Americano conforme o desenrolar da trama.

2 – Sam Wilson herdou o escudo do Capitão América

Sam Wilson, ou melhor, o Falcão (interpretado por Anthony Mackie), foi um paraquedista habilidoso no passado que utilizava uma poderosa asa mecânica – presenteada pela Força Aérea dos EUA – para realizar missões secretas para o Governo Americano. Quando o personagem apareceu pela primeira vez no MCU, em Capitão América: O Soldado Invernal, em 2014, ele se auto intitulava “piloto” e logo desenvolveu uma forte e sincera amizade com Steve Rogers. Nesse ponto, revelou que perdeu um grande companheiro em uma de suas missões secretas, algo que o levou a se “aposentar” das asas do Falcão por alguns anos. Essa perda acaba sendo algo em comum entre os dois e não demora muito para que Sam seja um dos maiores aliados do Capitão América, especialmente durante Capitão América: Guerra Civil, quando decide ficar do mesmo lado do herói contra o Homem de Ferro e, no fim, acaba sendo preso e foragido.

Já nos eventos de Vingadores: Guerra Infinita, Sam acaba virando pó pelo estalo do Thanos, durante a grande batalha em Wakanda, mas retorna quando o Hulk reverte a situação, como já estamos cansados de saber. A primeira voz que Steve ouve em seu ponto do ouvido, quando acredita que será morto pelo vilão máximo do MCU, é a de Sam e, com isso, todos os heróis mortos retornam a vida para a batalha final em uma das cenas mais emocionantes dos filmes da Marvel.

A última vez que vimos Falcão foi em Vingadores: Ultimato. Depois de passar seus anos com a Agente Peggy Carter em uma linha do tempo paralela, Steve volta para a linha do tempo principal, já idoso, e entrega seu escudo de vibranium, junto com seu legado, para Sam. Com isso, Sam Wilson assume o posto de novo Capitão América do MCU. Mas será mesmo que o Governo Americano vai ficar feliz com essa decisão? A série deve mostrar o peso desse fardo e como será para Sam lidar com tanta pressão e, de quebra, novos vilões para estragar seu dia.

3 – Bucky Barnes: de assassino sanguinário à super-herói

A situação do Soldado Invernal é um pouco pior, já que o personagem, assim como a Wanda Maximoff, foi introduzido na história como um vilão bastante violento e cruel. Mas calma, vamos chegar lá. Na realidade, a primeira vez que vemos Bucky Barnes (interpretado por Sebastian Stan) é nos primórdios do MCU, em Capitão América: O Primeiro Vingador (2011), onde dá vida ao melhor amigo de Steve Rogers durante o serviço militar, na Segunda Guerra Mundial. No desenrolar da trama, Bucky é capturado pela Hydra e sofre experimentos no qual injeta um soro parecido com o usado em Steve. Após ser salvo, Bucky  se torna o parceiro de seu melhor amigo durante seu tempo no exército. Porém, em uma missão de resgate, acaba caindo de um trem e dando a entender que sua vida foi ceifada ali.

É então que o personagem retorna repaginado, em sua versão 2.0 com braço biônico e habilidades sobre-humanas, em Capitão América: O Soldado Invernal, quando assume o manto do subtítulo do filme e se transforma em um dos maiores vilões do MCU. No entanto, durante a trama, descobrimos que Barnes sofreu lavagem cerebral após ser encontrado pelos Russos Soviéticos da Hydra e, por conta disso, acabou vivendo no “lado negro da força”, inclusive, sendo o assassino dos pais de Tony Stark, fato esse que foi relevado em Guerra Civil e que fez o Homem de Ferro sofrer bastante. E não para por aí não: o personagem também foi o principal responsável (depois, claro, descobrimos que tudo não passou de um plano sinistro do Barão Zemo) pelo atentado ao centro internacional de Viena, evento esse que causou a morte do Rei T’Chaka, pai do Pantera Negra. Pesado!

Com tanto sangue em suas mãos, foi difícil para a Marvel conseguir transformar Bucky em mocinho, mas isso começou a mudar em Vingadores: Guerra Infinita, quando o Soldado Invernal retorna já consciente de seus erros e disposto a mudar. A amizade com Steve é resgatada e os demais Vingadores começam a confiar nele, entendendo que seus atos cruéis foram frutos da manipulação da Hydra e que, no fundo, ele é uma boa pessoa. Após virar pó por conta do Thanos, assim como Falcão, é ressuscitado em 2023 pelo Hulk e luta na batalha final contra o Roxão. Bucky estava presente quando Steve volta para a linha do tempo principal e entrega seu escudo e seu legado para Falcão.

Certamente o Soldado não herdou esse manto por conta de seus erros do passado. Será que ele vai, em algum momento, questionar a decisão de Steve ou vai compreender que o mundo ainda não está preparado para ver um ex-vilão como Capitão América?

4 – Barão Zemo está de volta… para exterminar os super-heróis?

Por essa ninguém estava esperando. Vamos ver ainda mais do complexo Barão Zemo, agora, assumindo até mesmo o traje clássico dos quadrinhos. Mas afinal, quem é esse vilão que fez os fãs surtar nos trailers da série? Bem, vamos lá, interpretado por Daniel Bruhl, a primeira – e última – vez que vemos o personagem nazista foi em Capitão América: Guerra Civil. Diferente da sua versão dos quadrinhos, aqui, Zemo é um Coronel das forças especiais de Sokovia que quer vingança contra os Vingadores após perder a sua família durante os eventos de Era de Ultron. O vilão usa sua inteligência, seu poder de manipulação e trabalha nos “bastidores” para fazer com que os heróis lutem entre si para que a super equipe seja destruída de dentro para fora. E no fim, é o que acontece de fato.

Após ter sido preso no final de Guerra Civil, o personagem retorna agora em Falcão e o Soldado Invernal de alguma forma (que ainda não sabemos como), mas, pelo material promocional, ele deve trabalhar junto com os dois heróis contra um vilão ainda maior e mais perigoso. Já estamos ansiosos para ver como essa dinâmica vai acontecer, e o mais importante: como Zemo foi perdoado? Como ganhou seu traje clássico? Quem viver verá!

5 – Os rostinhos conhecidos do cinema estão de volta!

Assim como WandaVision resgatou diversos personagens secundários, já esquecidos pelo público, Falcão e o Soldado Invernal vai trazer de volta a adorada Sharon Carter (Emily VanCamp), ex-agente da S.H.I.E.L.D. e atual agende da C.I.A. A personagem ganhará destaque e mais interação com os protagonistas, além de mostrar como está sua vida agora, após a perda de Steve Rogers, que foi seu crush por algum tempo. A última vez que vimos Carter foi em Capitão América: Guerra Civil. Será que ela está mesmo na C.I.A. ou deve fazer parte de algo ainda maior e mais importante nessa série?

Outro nome que retorna de forma inesperada é Georges St-Pierre como o mercenário Georges Batroc, após sua aparição em Capitão América: O Soldado Invernal. O ator confirmou ao Comic Book que está de volta ao MCU e a série deve mostrar como nasceu Batroc, o famoso vilão francês dos quadrinhos que possui habilidades sobre-humanas.

Ele disse:

“Eu não esperava reviver esse papel e fiquei muito empolgado quando me contataram. Sou um grande fã de quadrinhos e levei essa paixão para a minha carreira no MMA. Me sentia um verdadeiro super-herói quando estava no octógono, e quando tudo terminava eu voltava a me sentir um ser humano normal”

E agora, já estão prontos para conferir a nova série do MCU? Falcão e o Soldado Invernal estreia dia 19 de março no Disney+.

Share This