Já está em exibição nos cinemas a adaptação de um dos jogos de videogame mais famosos de todos os tempos, ‘Sonic – O Filme’, estrelado por James Marsden e com o eterno Jim Carrey como o vilão Dr. Robotnik. O longa marca, mais uma vez, a conturbada história de amor entre o cinema e as adaptações de jogos, já que, assim que seus primeiros materiais de divulgação foram disponibilizados na internet, desencadeou uma tempestade de fúria dos fãs por conta do visual um tanto quanto diferente do famoso ouriço azul.

O número de críticas foi tão grande, que a Paramount Pictures precisou soltar uma nota tranquilizando os fãs ao afirmar que o visual sofreria algumas alterações até o seu lançamento, para deixar o personagem o mais próximo possível da aparência dos games. Fatos como este ajudam aos haters a dizer que jogos não dão certo nos cinemas, porém, isso não é totalmente verdade. Mesmo que haja algumas produções que deixam a desejar, há também outras que definitivamente resgatam a energia e criatividade dos games para as telonas.

Confira no vídeo abaixo a comparação do antes e depois do visual do ouriço azul em live-action: 

Pensando nisso, separamos aqui na redação do Pipocas, 5 filmes para você perder o preconceito contra as adaptações de jogos para o cinema. Confira:

Veja nossa crítica de ‘Sonic – O Filme’

Warcraft – O Primeiro Encontro de Dois Mundos (2016)

Ainda que não tenha agradado muitos fãs, a adaptação da popular série de jogos eletrônicos ‘Warcraft’, da Blizzard Entertainment, conta com alguns méritos bem interessantes. Além de ser dirigido por Duncan Jones, um importante diretor conceitual, o longa ainda é responsável por uma das maiores bilheterias mundiais de um filme baseado em um game: US$ 433,6 milhões.

Os jogos, que hoje são mais populares para Notebook, com plataformas como PCs e Macs, tiveram início em 1994, com ‘Warcraft: Orcs & Humans’ e logo conquistaram uma legião de admiradores, sendo adaptados para outras mídias como livros, jogos de tabuleiro e para os cinemas, em 2016. O universo ficcional de ‘Warcraft’ é um dos mais vastos do mundo dos games e tem inspirações nas obras do J.R.R.Tolkien, criador de ‘O Senhor dos Anéis’, por mostrar o eterno conflito entre humanos e Orcs.

Terror em Silent Hill (2006)

A série de jogos eletrônicos produzida pela Konami sempre foi referência para os fãs do chamado “survival horror”, games de terror jogados em primeira pessoa. O primeiro jogo foi lançado em 1999 e logo se tornou um sucesso de público e crítica, por ser complexo e aterrorizante, ao mostrar os mistérios de uma cidadezinha silenciosa e sinistra em uma colina, nos Estados Unidos.

Tendo como inspiração obras do autor Stephen King, os games se espalharam por inúmeras plataformas durante a década de 2000, incluindo PlayStation e computadores. Os comandos ágeis no controle dos consoles e teclado do PC, a busca por pistas elaboradas e a trama impecável sobre um pai que procura sua filha desaparecida fizeram com que uma legião de fãs desejasse que os games fossem para os cinemas. E foram! Em 2006, o diretor Christophe Gans comandou a adaptação para um filme chamado ‘Terror em Silent Hill’, que mesclava elementos de vários jogos da franquia. O filme foi bem em bilheteria, ganhou uma sequência chamada ‘Silent Hill: Revelation 3D’ e até hoje é um dos filmes de terror mais adorados da década passada.

Pokémon: Detetive Pikachu (2019)

Sem dúvida uma das franquias mais lucrativas da história, ‘Pokémon’ tem livros, desenhos animados, filmes e jogos espalhados pelo mundo, porém, até 2019 ainda não teve um filme live-action como ‘Detetive Pikachu’, da Warner Bros. O longa, que se tornou um sucesso de público no ano, foi adaptado do game ‘Detective Pikachu’, da Nintendo e conta com ninguém menos que Ryan Reynolds (Deadpool) dublando a voz do Pikachu.

Este é o segundo filme baseado em um jogo mais bem avaliado pela crítica no site Rotten Tomatoes, perdendo apenas para ‘Angry Birds 2’, e também a segunda maior bilheteria de um filme adaptado dos games, perdendo apenas para ‘Sonic – O Filme’.

Leia mais sobre Detetive Pikachu

Resident Evil: O Hóspede Maldito (2002)

Quando pensamos em filmes baseados em games, pensamos na franquia ‘Resident Evil’, que teve início em 2002, com ‘O Hóspede Maldito’, e se encerrou em 2016, com ‘Resident Evil 6: O Capítulo Final’. Apesar de ser a franquia adaptada para os cinemas mais duradoura, sua jornada nas telonas passou por altos e baixos. Por conta disso, o primeiro filme é também o mais especial, além de ter sido o pontapé da franquia, é o projeto que abriu as portas do cinema para os videogames.

Estrelado pela musa Milla Jovovich, que aliás, vive uma personagem que não está nos jogos, Resident Evil mostra o começo da história de como a empresa Umbrella Corporation espalhou um vírus mortal, chamado T-Virus, pelo mundo. Até hoje é um dos melhores filmes de zumbis já feitos e está em qualquer lista do gênero. A bilheteria dos seis filmes somados ultrapassa a barreira do bilhão.

Todos os filmes de Resident Evil já estão disponíveis na Netflix 

Tomb Raider: A Origem (2018)

Ainda que ‘Tomb Raider: A Origem’ seja um reboot da franquia nos cinemas, após dois filmes medianos lançados no começo dos anos 2000, estrelados pela Angelina Jolie, o filme de 2018 consegue ressaltar a energia dos jogos como nenhum outro filme até então. Estrelado pela ganhadora do Oscar, Alicia Vikander, a trama adapta, quase que fielmente, a história realista do excelente game de mesmo nome, lançado em 2013.

Junto com ‘Rampage: Destruição Total’, lançado no mesmo ano, é um dos filmes baseados em videogame mais bem-recebidos pela crítica mundial e já tem uma sequência garantida para 2021.

Leia nossa crítica do filme!

Share This