1 – História original e criativa:

Definitivamente, um grupo de judeus que se reúne para caçar nazistas em uma Nova York dos anos 1970 é algo bem novo nas séries de TV. Além disso, a história, criada por David Weil, explora, com muita eficácia, os traumas que Hitler deixou na sociedade após a 2ª Guerra Mundial, com personagens cheios de camadas e diálogos bem trabalhados.

Apesar de ter longos episódios, os roteiros são instigantes e entregam as respostas conforme a trama avança. A originalidade é o diferencial da série.

2 – Primeira série de TV do Al Pacino:

Desde que estreou nos cinemas, por volta dos anos 1960, o astro da trilogia ‘O Poderoso Chefão’ e Tony Montana, de ‘Scarface’, ainda não havia experimentado trabalhar com séries de TV, ou melhor, séries para streaming. ‘Hunters’ marca a primeira vez que Al Pacino se arrisca nas séries e, sem dúvida, foi um ótimo começo. Na trama, vive Meyer Offerman, um judeu líder do grupo que caça nazistas em Nova York.

Além dele, Logan Lerman (Percy Jackson) brilha como o protagonista, após um tempo afastado dos cinemas. Josh Radnor (O Ted de How I Met Your Mother), Dylan Baker (Homem-Aranha 3) e Jerrika Hinton (Grey’s Anatomy) também são destaques positivos do elenco repleto de talentos.

3 – Sangue, violência e muito humor ácido:

Seria meio difícil caçar nazistas sem que a violência fosse parte da estética. E aqui, é o elemento central, que torna a obra adulta e interessante desde os primeiros minutos do episódio piloto, muito similar a séries como ‘The Boys’, ‘The Umbrella Academy’ e ‘Deadly Class’, pelo tom sombrio, o excesso de sangue e o humor ácido sobre temas controversos.

Além das inúmeras referências à cultura pop e aos super-heróis, como Homem-Aranha e Batman, fora as homenagens ao cinema brutal de Quentin Tarantino, a história consegue contornar um assunto delicado, que é o Nazismo, com energia, cuidado e muita maestria da direção. É uma série para maiores de 18 anos e, sem não fosse dessa forma, perderia muito o seu valor.

4 – Produção de Jordan Peele:

Um dos nomes mais importantes e influentes do cinema de horror atual é também o produtor executivo da série. O diretor Jordan Peele, de ‘Corra!’ e ‘Nós’, apostou na força do projeto e, sem dúvida, deu dicas de como fazer cenas de suspense sem cair em clichês do gênero.

Vale lembrar que, além do cinema, Peele também é um produtor em ascensão na TV e já comandou séries como ‘The Twilight Zone’ e ‘Big Mouth’.

5 – Explorando outros mundos além da Netflix:

Com os serviços de streaming crescendo a cada ano, vale se aventurar por outros mundos além da Netflix e a Amazon Prime Video sem dúvida, é um dos mais focados em desenvolver conteúdo original de qualidade.

O serviço está disponível no Brasil e custa APENAS R$ 9,90 por mês. Se considerar que o maior plano da Netflix está na base de R$ 45,90, é uma enorme diferença e séries excelentes, como ‘Jack Ryan’, ‘Fleabag’, ‘The Boys’ e ‘Carnival Row’ provam que assinar vale muito à pena.

Share This