Um impasse entre a Marvel Studios e a Sony Pictures acabou com o envolvimento da Marvel Studios e Kevin Feige com a série de filmes do Homem-Aranha, de acordo com o Deadline. A Marvel Studios ajudou a inaugurar o mais recente reinício da saga de filmes, com Tom Holland como Peter Parker / Homem-Aranha no universo cinematográfico da Marvel. Há supostamente mais dois filmes em andamento com Holland e o diretor Jon Watts, mas a menos que algo mude em um futuro próximo, Kevin Feige não assumirá a liderança criativa nesses filmes, como fez com os dois anteriores.

O impasse foi supostamente sobre uma reformulação do acordo que levaria a Disney a obter uma participação de 50% no cofinanciamento dos próximos filmes do Homem-Aranha. Esta notícia vem depois que o Homem-Aranha: Longe de Casa, o segundo filme feito com a Marvel Studios, se tornou o filme de maior bilheteria da Sony de todos os tempos. A Sony está até mesmo devolvendo o filme aos cinemas com uma cena de ação adicional de quatro minutos durante o final de semana do Dia do Trabalho Americano. Não está claro o que a partida de Feige significa para os filmes de Watts e Holland em obras e suas conexões com o universo cinematográfico da Marvel.

De acordo com o relatório da Deadline, o novo acordo teria dado à Disney sua participação na franquia Homem-Aranha, além de trazer o universo estendido de filmes do Homem-Aranha da Sony, como Venom, para o Universo Cinematográfico da Marvel. A Sony recusou a oferta sem nem mesmo fazer uma contraproposta. A Sony parece não querer compartilhar o que é sua maior franquia de filmes. Em vez disso, preferiu manter o arranjo atual intacto, o que faz com que a Disney receba aproximadamente 5% do primeiro dólar bruto do filme do Homem-Aranha . Feige estaria supostamente disposto a ficar a bordo da franquia Homem-Aranha se as duas empresas pudessem chegar a um acordo, mas suas consequências agora tornam isso, na melhor das hipóteses, improvável.

Para a parte do Universo Cinematográfico da Marvel, o Homem-Aranha é uma grande perda. O personagem é sem dúvida o maior e mais popular herói da Marvel. Por outro lado, a compra da 20th Century Fox pela Disney trouxe para casa os direitos do filme para o Quarteto Fantástico e os X-Men, o que significa que há bastante propriedade intelectual para o estúdio trabalhar fora da série Homem-Aranha.

Lembrando que nenhum filme do herói foi incluído nos anúncios da Fase 4 da Marvel.

Fonte: ComicBook

Comments