Aladdin, da Disney, está ultrapassando um marco de bilheteria, com mais de US$ 900 milhões em vendas mundiais desde o seu lançamento, no final de maio – tornando-se um dos remakes em live-action mais bem sucedidos de sua biblioteca.

Ao cruzar a marca de US $ 900 milhões, Aladdin se junta a outros seis títulos da Disney que alcançaram a marca – liderada por “A Bela e a Fera” em US$ 1,26 bilhão, “Mogli”, “Alice no País das Maravilhas”. E três dos filmes “Piratas do Caribe”. É o 55º filme a alcançar o marco.

Ressaltando o atual domínio da Disney no setor cinematográfico, “Aladdin” é o terceiro maior filme do ano no mercado nacional e mundial depois de dois outros títulos da Disney: “Vingadores: Ultimato” e “Capitã Marvel”. É também o maior filme do ano até hoje, fora do Universo Cinematográfico Marvel.

Nos EUA, “Aladdin” estreou em primeiro lugar no fim de semana do Memorial Day, com US$ 117 milhões, e mostrou um poder impressionante de US$ 313 milhões após sete semanas.

“Aladdin” superou facilmente as projeções domésticas de pré-estreia da Disney, que estavam na faixa de US $ 75 milhões a US $ 85 milhões durante os quatro dias – e sublinhou a validade da estratégia do estúdio de reiniciar seus clássicos animados como “A Bela e a Fera” e “Mogli”.

Internacionalmente, o filme estreou em primeiro lugar em quase todos os mercados e chegou a US $ 584 milhões. O Japão tem o melhor desempenho internacional, com US $ 72 milhões, seguido pela Coreia do Sul, com US $ 63 milhões, a China, com US $ 53 milhões. o Reino Unido com US $ 43 milhões e o México com US $ 32 milhões. No Brasil, o filme já alcançou R$ 78,4 milhões, sendo a quarta maior bilheteria do ano.

Leia a nossa crítica de Aladdin

elenco de “Aladdin” inclui: o indicado duas vezes ao Oscar®, Will Smith (“Ali”, “Men in Black”) como o Gênio que tem o poder de conceder três desejos a quem possui sua lâmpada mágica; Mena Massoud como Aladdin; o morador de rua que se apaixona pela filha do Sultão; Naomi Scott (“Power Rangers”) como a princesa Jasmine, a bela filha do sultão que não aceita as ordens do pai; Marwan Kenzari (“Assassinato no Expresso do Oriente”) como Jafar, um feiticeiro maligno que tem um plano nefasto para governar Agrabah; Navid Negahban (“Homeland”) como o sultão, o governante de Agrabah que está ansioso para encontrar um marido apropriado para sua filha, Jasmine; Nasim Pedrad (“Saturday Night Live”) como Dalia, donzela e confidente da princesa Jasmine; Billy Magnussen (“Into the Woods”) como Prince Anders, um pretendentede Skanland e marido potencial da princesa Jasmine; e Numan Acar (“Homeland”) como Hakim, o homem da mão direita de Jafar e o chefe dos guardas do palácio.

“Aladdin” tem direção de Guy Ritchie (“Sherlock Holmes”, “The Man from UNCLE”) e roteiro de John August (“Dark Shadows”, “Big Fish”) com base no filme de animação de 1992 e nas histórias de “Mil e Uma Noites”. O produtor é Dan Lin(“The LEGO Movie”) com o ganhador do Globo de ouro Marc Platt (“La La Land”), Jonathan Eirich (“Deathnote”) e Kevin De La Noy (“The Dark Knight Rises “) como produtores executivos. O compositor vencedor do premiado pelo Oscar, Alan Menken (“Beauty and the Beast”, “The Little Mermaid”), prepara novas gravações das músicas originais escritas pelos letristas Howard Ashman (“Menken” e “Pequena Loja de Horrores”) e Tim Rice (“O Rei Leão”), bem como duas novas músicas escritas pelos compositores vencedores do Oscar® e Tony Award®, Benj Pasek e Justin Paul (“La La Land”, “Dear Evan” e “Hansen”).

O filme já está em cartaz nos cinemas nacionais.

Fonte: Variety / Filme B

Comments