Até agora, o Universo Cinematográfico da Marvel é quase uma franquia de US$ 22 bilhões para a Marvel Studios e, para ser franco, é provável que não haja um fim à vista para os Vingadores e outras propriedades do MCU. A questão permanece – por que o MCU tem sido tão popular? É por causa da dedicação contínua da Marvel Studios ao seu material de origem? É porque a casa de produção tomou um risco calculado após o outro? Um estudo científico recente parece ter descoberto a resposta.

Essencialmente, tudo se resume aos fãs sendo atraídos pela melhor narrativa, em vez de um elenco maior ou efeitos visuais deslumbrantes.

“Em um nível mais profundo, as histórias são mais importantes para os seres humanos”, disse o pesquisador Matthew Roughan à TechXplore. “É justo dizer, eu acho, que as histórias são o que nos torna humanos; o que nos diferencia do resto do mundo natural. Nós realmente gostaríamos de fazer uma contribuição para entender como e por que isso é assim.”

Roughan trabalhou com seus colegas Lewis Mitchell, Tobin South e uma equipe da Universidade de Adelaide para usar métodos baseados em ecologia para chegar a um resultado. Como aponta Roughan, os filmes com os maiores elencos fizeram com que a Marvel Studios ganhasse mais dinheiro, embora ele e sua equipe sejam cautelosos ao atribuir diretamente os maiores lucros do filme a elencos amplos.

“A maior surpresa para nós foi que o tamanho efetivo do elenco está correlacionado com a lucratividade dos filmes, com um papel maior traduzindo lucros maiores”, disse Roughan. “No entanto, você precisa ter muito cuidado com esses resultados. O que observamos é apenas uma correlação – não podemos obter uma causa sobre isso. Achamos que a verdadeira razão para a correlação não é apenas o fato de o público gostar de elencos maiores. A real razão faz parte da singularidade do MCU. “

“Acho que estamos apenas raspando a superfície aqui”, refletiu o cientista. “O que faz um filme ou um trabalho de franquia é tremendamente complexo, e você não pode subestimar as contribuições dos brilhantes diretores, atores e outros artistas que criaram esses filmes. Historicamente, a análise da mídia está nas mãos de cientistas sociais que analisam as peças do quebra-cabeça, identificam tropas e descrevem como nos sentimos sobre os filmes”.

A partir de 11 de julho, diversos cinemas em todo o Brasil irão exibir “Vingadores: Ultimato” mais uma vez antes de sua despedida das telonas. Os fãs que forem ao cinema irão assistir, além do filme inteiro, um vídeo de introdução do diretor Anthony Russo e uma cena que não foi incluída na versão final do filme.

Leia a nossa crítica de Vingadores: Ultimato

O caótico curso de eventos iniciado por Thanos, que dizimou metade do universo e fragmentou o time conhecido como Vingadores, leva os heróis sobreviventes a lutar uma última vez nessa grande conclusão de 22 filmes, ‘Vingadores: Ultimato’.

Comments