A oitava temporada de Game of Thrones foi conhecida por dar espaço aos demônios de Daenerys Targaryen e ao chegar no seu fim dividiu opiniões. A atriz Emilia Clarke conversou recentemente com a Variety sobre o episódio final e a jornada de Daenerys, revelando algumas pesquisas controversas para se preparar para seu discurso de vitória no episódio final.

A atriz falou sobre a dificuldade de filmar em frente a uma tela verde, falando uma linguagem fictícia e se preocupar com as legendas não captando realmente o que ela diz. Entre suas pesquisas, ela encontrou inspiração em discursos de ditadores, incluindo Adolf Hitler.

“Ao dar todos esses discursos em idiomas falsos, assisti a muitos vídeos de ditadores e líderes poderosos falando agora uma língua diferente para ver se eu conseguia entender o que eles estavam dizendo sem conhecer o idioma”, disse Clarke. “E você pode! Você pode perfeitamente entender o que Hitler está dizendo, esses oradores de foco único falando uma língua estrangeira. Então eu pensei, ”Se eu posso acreditar em cada palavra que estou dizendo, a audiência não precisará estar olhando as legendas demais.”

Por fim, ela declarou “Eu acho que é essencialmente uma discussão sobre os seres humanos e como podemos viver juntos em um mundo que é governado pela política dos indivíduos. Essa pergunta é feita no episódio final e eu não acho que seja respondida porque deveria Não podemos responder. Não podemos. Não há resposta. Estamos apenas tentando fazer isso o tempo todo. Onde eu acho que ficamos com o show é uma resposta tão boa quanto poderia ser.

Todas as temporadas de Game of Thrones estão disponíveis no HBO GO.

Comments