Há mais de 2 anos um rompimento causou a frustração em grande parte dos assinantes da Netflix. O serviço de streaming e a Televisa, um dos maiores canais mexicanos, haviam rompido a parceria e levando embora grande parte de seus sucessos.

Deixaram o catálogo títulos como Chapolin Chaves, além das novelas, Rebelde e Usurpadora. Agora um novo anúncio volta a pegar os assinantes de surpresa. Isso por que, após uma tentativa frustrada de consolidar o seu próprio serviço de streaming, o Blim, a Televisa voltou atrás e reatou os laços com a Netflix.

Segundo o perfil do Instagram Docu RBD, que tem passado as informações oficiais sobre o documentário da novela, todos os episódios voltarão para a Netflix em maio.

A Televisa e a Netflix ainda não se pronunciaram sobre a data concreta, então por enquanto devemos tratar apenas como rumor.

Vale lembrar também que a Netflix adquiriu os direitos da marca de Rebelde Way, novela adolescente argentina dos anos 2000 que deu origem a versão de Rebelde mexicana e também a brasileira e vai transformar a história em série.

Rebelde Way contava a história de adolescentes de diferentes classes sociais que convivem em um exclusivo colégio de classe alta. Eles superam suas diferenças, conflitos e indecisões para superar os típicos problemas dos jovens, como: drogas, sexo, preconceitos e claro, o típico relacionamento entre pais e filhos.

A produção ganhou um filme (Erreway: 4 Caminos) e versões mexicana (que foi ao ar no Brasil pelo SBT em 2005), portuguesa, chilena e brasileira (exibida na Record em 2011).

Comments