“Green Book: O Guia” ultrapassou a marca dos 200 milhões de dólares nas bilheterias mundiais, graças ao seu Oscar de Melhor Filme e a um lançamento forte na China. (Leia a nossa crítica)

O drama da Universal Pictures arrecadou US$ 77,3 milhões no mercado interno e US$ 126,9 milhões internacionalmente através da Amblin e da Lionsgate, elevando seu faturamento mundial estimado para US$ 204,2 milhões.

“Green Book” também levou para casa o Oscar de ator coadjuvante pela interpretação de Mahershala Ali do pianista de jazz Don Shirley e o roteiro original. Ele viu um notável salto de 121% na América do Norte no último fim de semana, para US$ 4,7 milhões para o quinto lugar, com a Universal expandindo o filme para 2.600 cinemas em seu 16º fim de semana de lançamento.

“Green Book” também estreou solidamente na China no último final de semana e cruzou US$ 26 milhões. Tornou-se o segundo vencedor de Oscar de melhor bilheteria no território, atrás apenas do “Titanic”.

O filme, produzido pela Participant Media e pela DreamWorks Pictures, também registrou altos significativos em vários mercados importantes, como Alemanha com 92%, França com 53%, Reino Unido com 56%, Austrália com 34% e Itália com 60%.

No longa, Tony Lip (Viggo Mortensen), um dos maiores fanfarrões de Nova York, precisa de trabalho após sua discoteca, o Copacabana, fechar as portas. Ele conhece um um pianista e quer que Lip faça uma turnê com ele. Enquanto os dois se chocam no início, um vínculo finalmente cresce à medida que eles viajam.

Comments