Meu Querido Filho | Longa ganha cartaz nacional

[et_pb_section bb_built=”1″][et_pb_row][et_pb_column type=”4_4″][et_pb_text]

O mais novo drama do diretor tunisiano Mohamed Ben Attia, ‘MEU QUERIDO FILHO’, tem estreia comercial marcada para o dia 3 de janeiro. O filme conta a história do sumiço de um jovem que sofre de enxaqueca constante, porém desaparece quando parece estar melhor.

Confira o pôster nacional:

Ben Attia revela que o ponto inicial da história surgiu de uma relato que ouviu em uma rádio. “Relatos de pais que estavam à procura dos filhos que tinham se juntado ao Estado Islâmico estavam começando a se espalhar nas rádios, na televisão, nos jornais. Infelizmente, tornou-se quase que comum. Um dia, ouvindo um pai falando sobre sua história, realmente me afetou. Ele continuava repetindo: ‘meu filho’. Eu rapidamente percebi que o que me interessou mais não foram as razões que fizeram o filho sair, mas o ponto de vista dos que ficaram atrás: os pais dele que não viram isso chegando”, revela.

Para Ben Attia, o pilar do longa é o chefe de família, Riadh (Mohamed Dhrif), que considera que a felicidade é cuidar de sua casa, ir trabalhar e ganhar o pão de cada dia. “É o que ele imagina também para o filho. Porém, tudo entra em colapso quando ele se aposenta e o jovem some”, diz. Ben Attia conta ainda que o maior desafio do projeto era não cair no óbvio. “O mais difícil foi tentar não cair maniqueísmo previsível: permanecer sutil e delicado. Eu queria evitar a opção óbvia de uma imediata condenação, mesmo que seja completamente legítima. Eu queria ir além do nível superficial do ódio, de raiva, embora, mais uma vez, seja completamente compreensível esse sentimento”, completa.

Com distribuição no Brasil da Pandora Filmes, o filme teve sua estreia mundial no Festival de Cannes, em maio, e foi muito bem recebido pela crítica.

[/et_pb_text][/et_pb_column][/et_pb_row][/et_pb_section]

Spread the love

Comments

comments

Share This