O Mecanismo | José Padilha responde críticas e ameaças de boicote

[et_pb_section bb_built=”1″][et_pb_row][et_pb_column type=”4_4″][et_pb_text _builder_version=”3.0.89″ background_layout=”light”]

Após o comunicado da ex-presidente Dilma Roussef acusando a série O Mecanismo de propagar fake news, e de vários movimentos políticos propagarem boicote à Netflix, o criador da série, José Padilha, defendeu-se em entrevista ao O Globo.

Não creio que espalhamos noticias falsas. Ou será que a corrupção gigante que PT, PMDB e PSDB operam no país são fake news?… A série mostra como PT e PMDB montaram um enorme esquema de corrupção de lavagem de dinheiro. Um esquema que lesou os brasileiros, com a participação clara de Lula e de Temer, que durante boa parte do tempo foram sócios na corrupção sistêmica, lógica estruturante da politica no Brasil. E a esquerda quer polemizar o uso do termo “estancar a sangria”? Não é preciso ser nenhum Sigmund Freud para concluir o que a esquerda revelou sobre si mesma ao se ater a este ponto..

Sobre as ameaças de boicote, Padilha ironizou:

Acho patético! Vão perder a quarta temporada de “Narcos”!

O diretor conclui afirmando que a “esquerda enlouqueceu e ficou tão hipócrita quanto a direita”:

Os bandidos entram na sua casa. Estupram a sua esposa, matam os seus filhos e roubam tudo o que você tem. Na saída, surrupiam seu isqueiro… A esquerda viu a série e quer debater a cor do isqueiro. Há um elefante na sala. O PT de Lula se associou ao PMDB de Temer. Juntos, operaram o mecanismo. Desviaram bilhões de dólares dos cofres públicos. Petrobras, Belo Monte, Eletrobrás, BNDES. Parasitaram o cidadão. E a esquerda finge que não viu? Sinto muito. A esquerda enlouqueceu e ficou tão hipócrita quanto a direita. Hoje estão todos de mãos dadas: os formadores de opinião da esquerda, Aécio Neves e Temer, torcendo para que o STF revoque a prisão em segunda instância. Depois o maluco é o Ruffo…

 

[/et_pb_text][et_pb_code _builder_version=”3.0.89″ text_orientation=”center”]<a href=”http://indexanetwork.go2cloud.org/aff_c?offer_id=1900&aff_id=2784&file_id=32204″ target=”_blank”><img src=”https://media.go2speed.org/brand/files/indexanetwork/1900/20180320163923-728×90.jpg” width=”728″ height=”90″ border=”0″ /></a><img src=”http://indexanetwork.go2cloud.org/aff_i?offer_id=1900&file_id=32204&aff_id=2784″ width=”1″ height=”1″ />[/et_pb_code][et_pb_code _builder_version=”3.0.89″ text_orientation=”center”]<script language=”JavaScript1.1″ src=”https://t.dynad.net/script/?dc=5550002447;ord=1515273630969;idt_product=1;coddisplaysupplier=334bad9aa748436dbab1e931374f4030;descrColor=000000;titleColor=000000;urlColor=A6A6A6;borderColor=FFFFFF;bgColor=FFFFFF;altColor=FFFFFF;deslabel=native;click=”></script>[/et_pb_code][et_pb_text _builder_version=”3.0.89″ background_layout=”light”]

Na série, Selton Mello é Marco Ruffo, um delegado aposentado da Polícia Federal obcecado pelo caso que está investigando; Carol Abras é Verena Cardoni, a determinada aprendiz de Ruffo; Enrique Diaz interpreta Roberto Ibrahim, um criminoso que é o objeto da obsessão de Ruffo. O elenco também conta com Lee Taylor, Antonio SaboiaJonathan HaagensenAlessandra ColasantiLeonardo MedeirosOtto Jr.Susana Ribeiro Osvaldo Mil, entre outros.

A série é baseada na obra, Lava Jato – O Juíz Sergio Moro e os Bastidores da Operação que Abalou o Brasil, de Vladimir Netto e tem 8 episódios na primeira temporada.

[/et_pb_text][/et_pb_column][/et_pb_row][/et_pb_section]

Spread the love
Share This